Uncategorized

Requião, en su tinta

Dimitri do Valle, da Folha de São Paulo, é dos repórteres mais educados e preparados que conheço. Por dever de ofício entrevistou o governador Requião, certamente um dos políticos mais mal educados e despreparados do planeta.

Não deu outra. Requião tentou intimidar o repórter com agressões iniciais na base do “você não existe, rapaz, como jornalista”. Ao estilo do índio Juruna mostrou um gravador, para dizer que iria conferir a matéria depois de publicada.

Para que se tenha uma idéia do que o Duce do Canguiri afirmou nessa entrevista ao Dimitri do Valle, publicada no domingo, olhem estas amostras e avaliem. Procurem não rir. É patético.

“Nunca fiz propaganda pessoal. Não vou à TV Educativa dizer que sou o rei da cocada preta”.

“Trabalho para ser o melhor governador do Paraná de todos os tempos”.

“O Maurício (irmão caçula) é o melhor secretário de Educação do Brasil e outro irmão meu, o Eduardo, que está no porto de Paranaguá, transformou um porto falido no primeiro porto do país”

9 Comentários

  1. Realmente esse Dimitri não é tão ninguem…
    Não existia até agora para mim como jornalista…
    Mas aposto que agora vai ficar famoso…

  2. João dos Anzóis Responder

    O Dimitri é gente boa e fez aquilo que a turma da Gazeta do Povo não tem coragem. Quanto as afirmações, concordo com o governador, o juiz Lippiliminar só dá sentença favorável quando intere$$a muito….

  3. Bem que o Duce poderia levar a Shirley com ele….e ficarem por lá no seu idílio amoroso bolivariano. Quem sabe não acontece até o derradeiro ménage à trois com o Fidel?

  4. Pôxa Ribeiro!
    Essas são as suas fantasias, não as minhas.

    Mas já que a ordem é delirar, vamos lá:

    Viajar ao lado do Duce seria uma honra!

    Eu poderia até desamarrar seu Tênis, passar um gel refrescante nos seus pés cansados de andar por esse Paraná afora.

    Ofereceria-me para colocar um colírio nos seus lindos olhos azuis ( disfarce só pra ver mais de perto)

    Leria a coluna do Fábio para ele no seu Notebook, só para ouvir ele dizer: “imbecis”

    Hei…Afinal o que é DUCE? alguem pode me dizer ?

  5. Vc é uma gozadora… Duce, por óbvio, é uma comparação que Fábio faz de Mello e Silva com Benito Mussolini, “Il Duce”, pelas suas semelhanças: aspecto físico, exceto a careca; bufonices, fanfarronadas e, por certo, prepotência e arrogância… Isso aí…

  6. Gostaria de saber que droga toma esse senhor.

    Ninguém, em sã consciência, fala tanta m…

  7. Coitado do jornalista. Ele não sabe que para entrevistar “a coisa” tem que levar um exorcista a tiracolo.

  8. Uma pena que a FSP perca tinta, espaço e papel com essa irrelevância patética chamada Roberto Requião de Mello e Silva, um filhinho de papai, um playboy, um garotinho mimado, que acha que voz grave e cara feia são sinônimos de seriedade e competência.

    Acorda banana, você já era!!!

Comente