Uncategorized

Requião lança Iatauro e cuida de Onaireves

O governador Requião apresentou seu chefe da Casa Civil, Rafael Iatauro, ao presidente Ricardo Teixeira, da CBF, como futuro presidente da Federação Paranaense de Futebol.

Garantiu a viabilidade da candidatura de Itauro e que de Onaireves Rolim de Moura, presidente destituido da Federação, ele cuida pois é seu amigo. Mal sabe que Ricardo Teixeira é adversário e desafeto pessoal de Onaireves.

Requião declarou também que é atleticano, embora reconheça que nada entende de futebol.

5 Comentários

  1. Nosso Governador, novamente esquece dos problemas primários (educação, segurança, saúde, porto, pedágios, escolinha ridícula, etc…) do Estado, e se mete em questões que não entende “bulufas”, prova disto é o fato de se declarar torcedor do atlético (rs..).
    O fato é que agora ele vai querer mandar até no futebol, este perfil ditador está afastando cada vez mais os investimentos da iniciativa privada no Estado. O momento é de crescimento e desenvolvimento e nosso Exmo. está atravancando tudo.
    Temos que avisá-lo que surgiu uma grande oportunidade de emprego em Cuba, e o curriculum atendo totalmente os requisitos do cargo. Peço a você, Fábio, que inicie esta campanha, para que nosso Exmo. se candidate a esta oportunidade e leve toda sua família para lá, e libere as engrenagens do crescimento do nosso Paraná.
    Um grande abraço.

  2. Luciano, pode contar comigo para endossar a indicação do Requião para o emprego em Cuba.

  3. Luciano, seu dialogo é primario e inocente…faz parte da alçada de um governante cuidar de varios assuntos…eventos esportivos estão entre eles.

  4. O Requião ainda vai estragar tudo, e a Copa 2014 não virápara Curitiba! Depois de comer mamona, tentou rasgar a camisa autografada da seleção, em plena CBF. Êta trapalhão!

  5. Primário e Inocente !!!! “Estou cansado de ser enganado nesta vida” – concordo que o Gov. deve cuidar de vários assuntos, inclusive esportes, mas Curitiba necessita de muito mais recursos / providências para receber partidas da Copa de 2014, do que um mero “meio estádio de pequena capacidade”.

Comente