Uncategorized

Sinal dos tempos

Os olheiros de Requião ficaram pasmos com o tamanho da cerimônia de posse do secretário Especial Antidrogas, Fernando Francischini.

Não tanto pela presença de autoridades nacionais, de gente da cúpula da Polícia Federal e até de um representante da DEA, o departamento de repressão ao narcotráfico norte americano.

O que mais preocupou os observadores enviados pelo Palácio das Araucárias de Requião foi o número de prefeitos, lideranças políticas, dirigentes sindicais e empresários. Entre eles, muitos já estiveram no time de Requião.

Sinal dos tempos. Beto Richa sobe, Requião desce às profundezas da rejeição na opinião pública. E quanto mais desce, mais aumenta a prepotência de alguns de seus súditos, o que torna mais rápida a queda.

1 Comentário

  1. Não sei se a empresa (que ruma para o esgoto) resistirá até o final do Paraná, digo, até o final do governo do “El Devorador de Mamonas”. A arrogância, a mentira e a falta de credibilidade está deixando a todos os empregados assustados.

Comente