Uncategorized

Pugliesi não deve

O deputado Waldyr Pugliesi, autor da lei que permite o parcelamento de dívidas de administradores públicos condenador pelo Tribunal de Contas, não está no rol dos beneficiários. Ele, portanto, não legislou em causa própria.

Sua assessoria enviou a certidão negativa de débitos do Tribunal de Contas para demonstrar sua isenção.

5 Comentários

  1. Santana do Livrament Responder

    Mas então não procedia aquela história da dívida dos R$ 180 mil? E agora, como é que fica a reputação do Azedão? Pelo que sei o Jornal do Estado escrachou ele de verde e amarelo. Difícil corrigir alguma coisa agora.

  2. fLucrécio Lucrando Responder

    Mas e dai. O que importa é que fez a lei que vai permitir os corruptos pagar 350 milhões em 36 vezes. Isto é pior do que ter ou não ter divida. Quem lucrou com este projeto? A verdade logo aparecerá. Tem gente levantando no TC e na SEFA os beneficiários. Calma que a hora da verdade vai chegar. E ela te libertará…

  3. Carlos Aragão Jr. Responder

    Santana. Voce esqueceu de verificar os processos que estão em andamento no TC e iram gerar condenação. A lei é para beneficiar os que estão com dividas e os que serão condenados no futuro. Pense nisso!!!
    Quem será beneficiado no futuro? Os que tem processo tramitando? Voce sabe quem? Va no TC e descubra. Eu ja sei e no momento certo tudo será revelado camaradinha.

  4. Santana do Livrament Responder

    Poutz, parece que a furada que passaram para o Fábio caiu, daí mandaram os asseclas detonar nos comentários. Ô gentinha que não se toca, aliás, não entenderam, se os devedores pagarem em 36 vezes será ótimo, pelo menos o dinheiro volta para o poder público.

  5. Lucrécio Lucrando Responder

    Ladrão pagar em 36 vezes é ótimo. Só no Brasil mesmo se alivia para corrupto. E o cara ainda acha ótimo a idéia. Deve ter parente ladrão do dinheiro publico que tem dinheiro aplicado e precisa parcelar. Que va nas casas Bahia.

Comente