Uncategorized

Da série “o melhor do mundo”

Requião ainda não afirmou que seu irmão Eduardo é o melhor construtor de terminais portuários de álcool do mundo. Talvez não tenha tido a oportunidade. Deve fazê-lo o quanto antes, pois a avaliação do Instituto de Engenharia do Paraná é desalentadora e reforça as denúncias feitas na Assembléia no mês passado sobre irregularidades no terminal de álcool de Paranaguá.

O deputado Plauto Miró Guimarães decidiu enviar nesta semana ofício ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) para obter informações sobre as responsabilidades técnicas do projeto de execução do Terminal de Álcool.

Talvez o irmão de Requião seja o melhor construtor de terminais portuários de álcool inutilizáveis.

1 Comentário

  1. Acho que o deputado Plauto deveria oficiar tambem o Instituto de Engenharia e de posse dessas informações encaminhar tudo ao Ministério Publico Federal.Quanto ao custo previsto para corrigir esse absurdo,da ordem de r$ 8 milhões,entendo que nào deveria ser gasto nenhum centavo e sim destinar esse terminal para outro tipo de produto,com baixa acidez face o material usado na sua construção. Para tanto, sugiro que esse terminal seja destinado tão sómente para estocar Azeite de Oliva Extra Virgem.

Comente