Uncategorized

Sai Lisboa, entra Sonda, no INCRA sob investigação

O presidente do Incra, Rolf Hackbart, estará hoje no Paraná para a solenidade de posse da nova superintendente regional, Cláudia Sonda.

A posse de Sonda tenta enterrar as especulações sobre a saída do antecessor, Celso Lisboa Lacerda, indicado pelo deputado Doutor Rosinha, que enfrenta sérias dificuldades na aprovação de suas contas no TCU. O Ministério Público Federal investiga a sua gestão.

Cláudia Sonda é engenheira florestal, mestre em Economia Agrária e Sociologia Rural pela Universidade Técnica de Lisboa e doutora em Engenharia Florestal pela UFPR. É servidora de carreira do governo estadual. Ingressou no serviço público no antigo Instituto de Terras, Cartografia e Florestas (ITCF).

A cerimônia será na sede da superintendência, a partir das 16h30 horas, em Curitiba.

1 Comentário

  1. O Celso Lisboa Lacerda contratou a FUNPAR e a FUPEF da Universidade Federal do Paraná para fazer estudos na área de assentamento. Principalmente na região de Quedas do Iguaçu e assentamento na Fazenda Araupel. Foi o único superintendente que lutou na Justiça Federal para pagar um valor de indenização ao grupo gaúcho Araupel – Giacometti Marodin, cujo advogado é do PT estadual e amigo do presidente do INCRA Nacional – e o MPF dizia que era superfaturado.
    Não contente reprovado no TCU e denunciado ao Ministério Público Federal.
    Não tinha mais o que fazer?

Comente