Uncategorized

Gleisi Hoffmann acusa déficit nas contas de Curitiba em 2008

Gleisi Hoffmann acredita que as contas de Curitiba terão déficit em 2008. Segundo os seus cálculos, se a Prefeitura não tivesse vendido as contas-salário para o Banco Santander em 2007, o caixa do município teria fechado com R$ 134 milhões no negativo.

Veja:
Receitas próprias de 2007 R$ 1.733.158.000,00 (sem recursos do Santander)
Superávit de 2006 10.000.000,00
Despesas próprias de 2007 R$ 1.877.722.000,00
Resultado negativo (134.564.000,00)

O valor arrecadado com a licitação das contas foi de R$ 140,5 milhões, que a Prefeitura recebeu de uma única vez. Este ano, essa receita não existirá e tudo indica que a despesa continue a mesma, ou até maior.

Como fica a responsabilidade fiscal? pergunta Gleisi Hoffmann . Ela diz que há dificuldade de acesso ao balanço oficial, pela falta de transparência e disposição em divulgar efetivamente as contas municipais.

Gleisi espera Publico que o prefeito Beto Richa possa esclarecê-los na audiência pública na Câmara Municipal sobre o assunto. “Mas se a situação de déficit for confirmada torna-se preocupante, uma vez que compromete a responsabilidade fiscal do município.”

1 Comentário

  1. Vigilante do Portão Responder

    A inveja é uma m… . O que D. Gleise fala do déficit em conta corrente do governo Lula ( do seu partido)?
    Se pressionasse o seu aliado: Sr Roberto Requião, a pagar os valores adredemente pactuados com a cidade e agora renegados em função do apoio do Beto Richa ao Senador Osmar Dias na eleição passada, faria bem melhor, para Curitiba e para sua candidatura também.

Comente