Uncategorized

Perguntar não ofende

Se a Secretaria de Educação diz em nota que a compra das tvs laranjas foi aprovada pelo tribunal de Contas, sem ressalvas, em 2006, por que o secretário de Educação, Maurício Requião, fez um consulta formal ao Tribunal para saber se a licitação foi lícita, legal e moralmente defensável?

8 Comentários

  1. Meu Deus!!! Ainda esse assunto? As TV’s foram compradas e pelo que se vê e ouve foram distribuídas nas escolas, então qual é o problema?

  2. Está se perdendo o foco e desviando o questionamento para o que não é importante. Conforme noticiado à farta na mídia, a irregularidade é o superfaturamento da compra além de outras impropriedades.
    Fazer crer que o pregão para efetuar a compra era possível legalmente é de menos; o demais foi o preço.
    Se é que tais tvs laranja tem alguma serventia pedagógica pendurada no alto do canto de uma sala de aula …
    Melhor fariam se disponibilizassem computadores em rede para a garotada entrar no século XXI. Ou ficamos no século XX ainda, indo para o XIX …

  3. MATTA LEAO!!! NAO SERÁ NEM MATTA CACHORRO, PELA QUANTIDADE DE IRREGULARIDADE, QUE ESTA POR APARECER.

  4. Mera e simplesmente, porque foi ilícita, ilegal e imoral, ora!
    Depois, “a gente acerta tudo”.
    Maria, deixa de ser tão inocente!
    Beijos

  5. Fez a consulta para calar a boca dessa imprensa vendida, que faz meses que so fala sobre isso e não prova nada.

  6. Não entendo como a população do estado do Paraná permite o imoralismo político patrocinado por essa família. Chega.

Comente