Uncategorized

Voltamos aos velhos tempos?

Área proibida.

Houve um tempo em que as restrições à campanha eleitoral eram muitas e só favoreciam quem podia mais. Ou seja, quem tinha recursos para superá-las e não dependiam da propaganda direta, corpo a corpo. Pois os velhos tempos parecem estar de volta.

O juiz Benjamin Acácio de Moura, da 178° Zona Eleitoral comunicou aos partidos políticos que as restrições voltaram e atentam justamente contra os candidatos que só conseguem fazer campanhas de poucos recursos.

Moura proibiu campanha eleitoral em áreas de grande circulação. Na Boca Maldita, na Via Veneto, no Centro Histórico, nas esquinas. Nada de candidatos à pé ou de bicicleta tentando convencer o próximo. Santinhos, só de porta em porta, casa por casa.

6 Comentários

  1. PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO-PTC
    EXECUTIVA MUNICIPAL DE CURITIBA

    A executiva municipal de Curitiba do Partido Trabalhista Cristão (PTC) apóia as restrições e normas apresentadas para a campanha eleitoral de 2008, o rigor será fundamental para conter o abuso do poder econômico, a sujeira e barulheira que a cidade se transforma nesse período. Mas é de fundamental importância o controle rigoroso sobre as contratações dos cabos eleitorais, já que a mão-de-obra eleitoral será o grande diferencial e de suma importância nessa eleição, tendo como destaque as lideranças comunitárias e das entidades organizadas. Deveria já haver um pré-cadastro para quem vai querer trabalhar nesta eleição e exigir contrato temporários de trabalho e identificação como de crachá para que sejam contabilizados na prestação de contas dos partidos e dos candidatos, bem como as residências que irão ceder terreno para as placas dos candidatos. Essa é uma grande brecha que muita gente irá explorar!

    Fábio Aguayo
    Presidente PTC Curitiba

  2. Todo apoio ao posicionamento do Juiz Moura.
    Se o candidato quer apresentar sua cara e propostas que vá de casa em casa, como era antes da virtualidade do canditdato.
    Mostre sua cara, apresente-se à sociedade que, se o candidato for eleito, pagará seu régio salário, para representá-la.
    Quem tem medo do povo ? O candidato ou a sua sombra ?
    É por aí mesmo, Juiz Moura.
    Vamos reagir a este estado lamentavel de coisas que assola o país.
    Não se espera menos do Judiciário.
    Espera-se muito, mas muito mais mesmo.

  3. Repartição de renda Responder

    Logo a plebe rude poderá voltar a sorrir durante 3 meses, pois terá “direito” a linguiçadas, churrascadas, jogos de camisas de futebol, bolas e até um dinheirinho no bolso, etc., mas o duro é o preço que está embutido nestes regalos momentâneos, quatro anos de puro patrimonialismo!

  4. sou filiado ao PTC, ja defendi a BANDEIRA do PTC no passado quando fui candidato, com o objetivo de divulgar o PARTIDO; sinto que muito pode ser feito se pessoas determinadas estiverem no leme deste glorioso CARGUEIRO, assim como eu disse no passado ao colega TERCIO no mercado municipal, direi mais uma vez hoje, o PTC é uma bandeira que esta a meio mastro, e ela quer ser asteada no topo deste mastro chamado politica, mas para que isto ocorra, devemos fazer um trabalho de base AGORA, buscar lideranças comunitarias nos municipios, apresentar propostas de melhorias sociais que vão de encontro as massas, movimentar essas massas a nosso favor, organizar encontros estudantis diversos, mobilizar coletanêas de assinaturas em beneficios de projetos sociais, eu sei o que estou dizendo, pois juntamente com os membros da IRMANDADE desenvolvemos trabalhos sociais em comunidades indo de encontros aos anseios da população, mantemos contatos com simpatizantes em hospitais em Curitiba, em algumas escolas e igrejas; deixo aqui minha proposta de trabalho e faço um convite para que possamos conversar sobre possivel parceria no campo social.

  5. sou filiado ao PTC, ja defendi a BANDEIRA do PTC no passado quando fui candidato, com o objetivo de divulgar o PARTIDO; sinto que muito pode ser feito se pessoas determinadas estiverem no leme deste glorioso CARGUEIRO, assim como eu disse no passado ao colega TERCIO no mercado municipal, direi mais uma vez hoje, o PTC é uma bandeira que esta a meio mastro, e ela quer ser asteada no topo deste mastro chamado politica, mas para que isto ocorra, devemos fazer um trabalho de base AGORA, buscar lideranças comunitarias nos municipios, apresentar propostas de melhorias sociais que vão de encontro as massas, movimentar essas massas a nosso favor, organizar encontros estudantis diversos, mobilizar coletanêas de assinaturas em beneficios de projetos sociais, eu sei o que estou dizendo, pois juntamente com os membros da IRMANDADE desenvolvemos trabalhos sociais em comunidades indo de encontros aos anseios da população, mantemos contatos com simpatizantes em hospitais em Curitiba, em algumas escolas e igrejas; deixo aqui minha proposta de trabalho e faço um convite para que possamos conversar sobre possivel parceria no campo social, estamos mantendo contato com a PUC-CURITIBA para o envio de projetos sociais, nosso objetivo é criar uma rede em Curitiba, para isto estamos organizando uma caravana teatral que levará informações aos estudantes das escolas publicas de Curitiba.

  6. edson irapua de lara Responder

    compareci ao TSE na data de 09-03-10 para averiguar minha situação como filiado ao PTC, e recebi a triste noticia de que houve o cancelamento de filiaçao porque foi encontrado mais de um registro de filiação. 1- PTC filiado em 29-09-2007e PR filiado em 30-09-1999,na qual eu desconheço tal filiação,pois sai a candidato na campanha passada para vereador pelo PTC n 36036
    se houvesse dupla filiação eles inpugnariam minha candidatura.
    ‘fiquei estarrecido pois tal comunicado foi enviado ao DIRETORIO DO PTC em curitiba o qual não tomou sequer providencias, o descaso para com minha pessoa que acredita nesta bandeira espero que o Sr Tércio tome conhecimento e devidas providencias para este caso; atenciosamente Edson Irapua de Lara

Comente