Uncategorized

Stephanes e Rocha Loures vão à luta no PMDB

Os deputados Reinhold Stephanes Junior e Rodrigo Rocha Loures, pré-candidatos a prefeito de Curitiba pelo PMDB, deram entrevista que foi ao ar agora, pela rádio Banda B.

Os dois deixaram claro que estão unidos no objetivo de substituir o candidato da república do Canguiri, Carlos Moreira, que é apadrinhado por Maurício Requião e imposto ao PMDB goela abaixo pelo governador Roberto Requião.

Rocha Loures e Stephanes vão decidir, um dia antes, qual dos dois enfrentará Moreira na convenção. Stephanes deixou claro que não vai apoiar Moreira como candidato a prefeito. Loures deixou claro que o ex-reitor não representa suas idéias, mas disse que manterá postura de respeito ao partido.

Os dois concordam que o PMDB está em final de ciclo, com a decadência de Roberto Requião e com ela a família, que não tem substituto para assegurar a continuidade do clã no poder estadual. Esperam ficar com o partido, que é disputado pela ala que tem a família de Requião como núcleo e agregados à sua volta, um modelo que faz lembrar as hordas bárbaras.

Nesse modelo, dizem os dissidentes, não há democracia interna, a vontade de Requião é soberana e privilegia apenas os interesses domésticos, familiares e suas extensões.

3 Comentários

  1. Marqueteiro oficial Responder

    Sabe qual é o problema do Riquinho e do Piolho? Eles tem medo que o Moreira faça um monte de votos e engula ambos dentro do partido. Só pode ser isso, porque senão, deixariam o reitor se estrepar e depois apareceriam como os salvadores da pátria peemedebista. Estes dois tão é no cagaço de que o candidato do Requião arrebete nas urnas.

  2. Moreira é um pobre-diabo que encantou Mello e Silva, com sua vassalagem, sua subserviência e seus salamaleques. Disse ao arquiduque que seu sonho é ser deputado federal, mas não tem popularidade, nem grana para bancar uma campanha dispendiosa. Assim, Mello e Silva, generoso para com seus puxa-sacos, pensou que a exposição do focinho de Moreira durante o bom tempo que PMDB tem na TV e rádio, no horário intestinal gratuito poderia viabilizar a candidatura do Magnífico Quatro-Zóio. Um desconhecido ninguém, poderá tornar-se um conhecido ninguém!!! Assim nasceu a idéia de fazer Quatro-Zóio candidato, para horror dos atuais deputados do partido. Moleza e mais uma idéia de jerico caipira do jeca arquiduque de Mello e Silva e seu governo do atraso, do carro-de-boi, da roca de fiar e do arado puxado a muares…

Comente