Uncategorized

Morreu Mestre Joca

Morreu hoje Joaquim Carlos Alcobaça, o Joca. Mestre de amizade e responsável pela melhor cozinha litorânea desta área do planeta. Joca dava demonstrações de seu talento no restaurante Caçarola do Joca, em Antonina.

Joca nasceu em São Paulo. Veio a Antonina para cobrar uma conta. Não cobrou, como era de se esperar. Ficou. Apaixonou-se pela mulher Jurema, depois pela cidade e em pouco tempo tornou-se tão antoninense quanto a mania de dar apelidos e o barreado que ele fazia à perfeição.

O corpo será cremado nesta segunda-feira, às 11h00, no Crematório Vaticano de Campina Grande do Sul.

9 Comentários

  1. Fernando Guimarães Responder

    Só quem conheceu, mesmo que em poucas oportunidades, pode entender q rica figura humana que era o Joca. Poucas pessoas fazem vc. se sentir bem em um local ou em uma conversa, por mais breve que eja. Ele era uma dessas pessoas raras.

  2. Prezado Campana

    O litoral paranaense perde uma de suas maiores referencias e companheiro para sua recuperação.

  3. Foi uma das pessoas que eu mais amava ele corinthiano roxo de paixão me fez ser também,sempre me tratou com carinho ele foi um anjo que vei parar em antonina seu Joca eu nunca vou esquecer de vc

  4. Ele era um Pessoa que so quem conhecia para saberrrrrrrrrr……………
    Te amo muitooooooo Paizãooooooooooooooo

  5. Vai deixar sim muitas SAUDADES!!!! Afinal ele era muito GENTE! Sempre amavel com todos, levava o nome da nossa Antonina nos cantos mais remotos… e se orgulhava disso. Perdemos uma GRANDE PESSOA, não falo isso por ele ser meu pai, por que nesse papel ele sempre foi IMPAR!!!! TE AMO MUITO e SEMPRE TE AMAREI, um dia nos reencontraremos!

    Sds,
    J.Alcobas

  6. Que saudades que esse grande homem vai deixar. Que pessoa maravilhosa. Que prazer eu e minha família tínhamos de ir almoçar no domingo lá na “Caçarola do Joca”.
    Lembrarei sempre desta GRANDE pessoa.

  7. Sentiremos muitas saudades do Joca, das histórias que ele contava tão bem, das piadas e de suas brincadeiras, da caipirinha de Nescau que ele oferecia para meus filhos, do seu amor pela Caçarola e pela sua família…Um lindo ser humano. Orgulho para todos que o conheceram. Obrigado Joca!!

  8. Airton Kraismann Responder

    Infelizmente soube dessa triste notícia recentemente, uma pena mesmo, uma perda irreparável, o conheci muito pouco, mas esse pouco foi muito importante, porque essa foi uma figura realmente sensacional em Antonina, além do seu restaurante ser simplesmente maravilhoso em todos os aspectos.
    Que Deus de forças aos familiares para que continuem tocando esse maravilhoso projeto de vida começado pelo sempre grande Joca.
    Meus profundos sentimentos aos familiares.

  9. eliane filgueiras Responder

    O comentário que aqui deixo pode parecer um pouco tardio, mas o faço no momento exato de minha constatação.
    No ano passado, comemorei o meu 1° dia das mães, e meu marido como uma forma de presente levou-nos para passar o final de semana em uma pousada em Morretes. Como nosso 1° almoço juntos tinha sido, quatro anos antes, no restaurante do Joca (esta é outra historia) decidimos com prazer repetir o “cardápio” e a companhia. No dia 01/06/08 portanto, almoçamos no Caçarola do Joca e como sempre, saímos de lá com uma foto do proprietário. Este ano, no dia das mães, como que para manter a tradição voltamos ao restaurante. Fomos igualmente muito bem recebidos por suas filhas, mas a simples ausência daquele homem tão presente, já explicava o que não tivemos coragem na hora de perguntar. Sua aparência abatida na ultima foto que levamos conosco já fazia imaginar que algo naquele poço de força estava um pouco mais frágil. Neste instante constatei que sua ausência neste ultimo dia das mães foi devido á sua morte, 1 semana depois desta foto que olho agora. Neste momento só consigo sentir um certo alivio, pois quando falamos com ele, fizemos questão de contar o que aquele espaço e aquela figura humana representava em nossas vidas. Sentiremos saudades!

Comente