Uncategorized

Governo terá que investir mais R$ 300 milhões em saúde


Nos cálculos do secretário de Saúde, Gilberto Martin (foto), o Paraná terá que investir mais R$ 300 milhões em saúde pública. É a exigência da emenda 29, que não permite que o governo continue a contabilizar gastos com saneamento, obras próximas a hospitais e coisas tais na conta de saúde pública.

Os estados são obrigados a investir, no mínimo, 12% de sua receita corrente bruta em saúde. Mas o governo Requião incluía nesse porcentual investimentos que agora não podem mais fazer parte da contabilidade da saúde.

Dos R$ 300 milhões, R$ 80 milhões virão do governo federal e R$ 220 milhões do governo estadual, exatamente o dinheiro que o governo aplicava em outras áreas mas contabilizava como gastos com saúde.

Martin diz que essa verba de R$ 300 milhões terá que ser usada em serviços de urgência e emergência dos hospitais, que estão saturados.

1 Comentário

  1. ué! a lei não e pra todos, quar a diferenca de roba 1 caneta no mercado ou o povo paraense ou somo anarfabeto e nao lemo lei?

Comente