Uncategorized

Desigualdade entre pobres e ricos no Brasil diminuiu

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), do governo federal, concluiu que entre 2002 e 2008 os índices de desigualdade cairam. Pode ser motivo real para se comemorar, embora a mesma pesquisa aponte que os ricos brasileiros ainda ganham 23 vezes mais do que os brasileiros pobres.

Não há segredos, pois todos os especialistas apontam as políticas de transferência de renda, como o Bolsa Família, associadas à reajustes reais do salário mínimo, como a ajuda que levou os mais pobres a melhorarem um pouco de vida. Isso é um fato: entre os trabalhadores brasileiros, quem enriqueceu mais nos últimos anos foram os mais pobres entre os pobres.

Outro índice do estudo é sobre a participação dos salários no Produto Interno Bruto (PIB). Continua igual. Ou seja, embora todo mundo tenha enriquecido um pouco, a lucratividade das empresas e os ganhos através de juros cresceram mais nesse período do que os salários. O provável culpado aí é a nossa política tributária: para existir maior participação dos trabalhadores assalariados no PIB, seria necessária a reforma tributária, com impostos progressivos sobre os ganhos de cada um.

1 Comentário

  1. quando vejo isso meu, eu fico muito tristi porque sou pobre mais sou rico de saude mais lamento pelos outros

Comente