Uncategorized

Requião xinga, insulta, esbraveja. É a arte de desviar a atenção da imposição do irmão Maurício

Neste momento, o governador Roberto Requião usa a escolinha de governo na TV Educativa para chamar a atenção do distinto público enquanto seu irmão, Maurício, se dirige à Assembléia para a formalidade da sabatina na sala do presidente, Nelson Justus, um passo a mais para a nomeação do caçula no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas.

Requião aqueceu a terça insana. Diz que sofre perseguição de uma procuradora, de juizes, da imprensa. E requentou antigas denúncias da época da privatização da Copel. Assumiu o papel que mais gosta, o de vítima dos corruptos, o de perseguido pelo conluio das elites, o de campeão da moralidade pública.

Usou, inclusive, o antigo repertório, até mesmo a autocomparação com Jesus Cristo. Sugeriu que também persigam o presidente Lula. E desafiou a Justiça Federal a aumentar a sua multa de R$ 200 mil, pois diz que não vai pagar mesmo, já que não tem bens nem dinheiro a não ser um pato, um cavalo e o carro de sua mulher.

Na Assembléia, Maurício Requião é recebido para a sabatina na sala da presidência. Nos lábios de cada governista, um sorriso de deboche.

8 Comentários

  1. Caro Fábio,

    Para mim, o negócio é o seguinte: Maurício no TCU e Moreira, após as eleições, na Secretaria de Educação do PR. Quer apostar? Um doce para quem acertar o jogo!

    Abraços,

    Gregório

  2. Orra, eu nem sabia que o Tribunal de Contas da União ficava aqui em Curitiba!

    O TCE deve ficar consequentemente em Brasilia né?!

    PS: Pra burro falta as penas…

  3. Requião suas atitudes são vergonhasas para a história do Paraná, Nepotista, demagogo, louco de carteirinha, e se faz de coitado! Vai procurar um asilo pois você está acabado na vida política!

  4. Ele é esperto como uma velha raposa. Grita para chamar a atenção e desviar o foco de outros assuntos. É o mais velhaco dos velhacos do tal velho MDB, que é de velhos e velhacos e que nunca foi de guerra… Na hora da onça beber água, sai todo mundo correndo…

Comente