Uncategorized

“Não tenho nada com isso”, debocha Requião

O governador Requião decidiu adotar o deboche para enfrentar os questionamentos sobre a imposição de seu irmão caçula, Maurício, para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas.

Passou a dizer que a idéia e a obra não são suas. A responsabilidade é dos deputados, diz ele, sem se incomodar com a irritação dos adversários que o acusam de cinismo e desfaçatez.

“A oposição me faz críticas porque é canalha”, encerra o assunto. A oposição aguarda o desfecho de outras iniciativas judiciais que tomou para tentar impedir a eleição imediata de Maurício Requião.

5 Comentários

  1. É ridículo este déspoda Requião, bate no peito dizendo-se defensor do povo oprimido e que luta pelos pobres, só vemos ele se preocupar com a parentada mamando nas tetas do Governo do Paraná, inversão de valores e roubo público! Quem dizia que o Requião é louco mais é honesto já perdeu está idéia,pois é louco e desonesto, corrupto e mentiroso descarado! Vergonha para o Paraná!

  2. armando schpalsk Responder

    A ERA DAS TREVAS JÁ ESTÁ NO FIM- OS
    DESMANDOS DA ‘FAMÍLIA MALDITA’ CONTAMIRAM O TCONTAS, O TJUSTIÇA E TODO O PODER LEGISLATIVO, APENAS UMA COISA POSITIVA: ELES ESTÃO NO FIM, O FUTURO SABERÁ DESPREZÁ-LOS E COBRAR TODOS OS DESMANDOS, CORRUPÇÃO E NEPOTISMO. QUE ASSIM SEJA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Queria ver uma devassa no patrimônio dele e de sua família, só pra ver o quanto aumentou em seus anos de desgoverno.

  4. Ele se dá a este deboche porque sabe que estamos no Estado da Anomia do Paraná, onde as ditas autoridades de controle público (Tribunal de Contas, parlamentares isentos, Ministério Publico e até a Justiça) não atuam contra o centro do poder administrativo, mas ficam tocando a bola no meio de campo numa espécie de “quadrado mágico” sem fazer os gols de interesse público. Daí, o placar OXO quando se trata das irregularidades e denúncia públicas veiculadas à farta pelos meios de comunicação. Conforme sintetizou o deputado Gustavo Fruet recentemente: “Nada é apurado, ninguém é punido.”

  5. Acredito que denúncias de irregularidades devem vir seguidas de provas. Os meios de comunicação veiculam muitas notícias repassadas, é claro, por adversários e muito bem calçadas financeiramente. Quanto a provar as supostas irregularidades trazidas pela mídia, nada se vê de concreto…É só falatório e blá, blá,blá… “Nada é apurado, ninguém é punido” vale lembrar que um “respeitado” deputado (hoje paladino da moral e dos bons costumes) quando ainda era vereador também praticava atos idênticos aos alcançados pela “Operação Gafanhoto”. Lembram?

Comente