Uncategorized

Racha na esquerda: Gomyde convida demitidos por Gleisi

O candidato do PCdoB, Ricardo Gomyde, decidiu convidar os quadros da campanha de Gleisi Hoffmann que acabaram caindo em conflitos internos e foram defenestrados. Essa é a razão do rumoroso encontro entre ele e Marcos Cordiolli, no Bar do Vítor, que rendeu notícia de que foi gravada pela oposição.

Cordiolli era o coordenador de programa de governo de Gleisi Hoffmann e foi substituído por divergências políticas e ideológicas com a candidata e sua entourage pessoal. Como ele, foram defenestrados o advogado Fernando, o Mário Mello, a jornalista Thea Tavares e mais uma penca graúda de quadros da esquerda que já não se ajustam à nova orientação da campanha.

É esta gente que Gomyde quer na sua campanha de prefeito.

12 Comentários

  1. Fará uma boa aquisição. Se contratar o pessoal que fez a campanha de 2004 fica melhor ainda.

  2. Nem esperava mais nada. Gleisi nunca foi de esquerda.
    No máximo usava botões à esquerda.
    Então divergências com quem é da Esquerda não é novidade.
    Faltou na lista o Neylor Toscan.

  3. Conheço todos esses citados. São pessoas da melhor qualidade além de militantes políticos desde os movimentos estudantis. Sabem fazer política e enquanto oriundos da velha esquerda sempre procuraram manter posturas coerentes. Mas política é um terreno onde acontecem as coisas mais estranhas e muitas vezes dificil de se entender. Mais à frente, e isso num tempo futuro curto, teremos verdadeira noção do que ocorreu, pois há mais coisas no céu que aviões de carreira. Vamos aguardar.

  4. Carolina Bastos Responder

    É verdade Lupicinio.. O Mario Mello já tá com o Fabio Camargo há mais de um mês….

  5. É lastimável que os candidatos ditos de oposição, não exerguem que nada vai adiantar estas brigas internas e externas e até entre eles, a população não está interessada mais em brigas, ataques ou difamações, este tempo já passou, será que não existe quem exergue que para derubar a murralha formada por Beto Richa, pelo trabalho e obras executadas só há um caminho, que é discutir as propostas para a Cidade, a viabilidade dos Projetos alternativos, as fontes de recursos para execusão das mesmas, senão é total perda de tempo, dinheiro, e aporinhação dos políticos profissionais de plantão, que a população rejeita e despresa!

  6. Se o tal Mario Mello tinha princípios e é (ou era) da “velha esquerda”, muito estranho bandear para o lado do FC, não ?

    Essa política nativa tá ficando dura de encarar, não ?!

    Tá tudinho igual, sô ! Assim, só vai sobrar para o BR !

  7. Olha, eu e minha família, trabalhamos voluntariamente (ainda existia isso no PT) na campanha de 2004, inclusive junto com Cordiolli no Programa de Governo. Realmente, formamos bons grupos de trabalho. O jacaré do Bariguí foi realocado pela prefeitura. Eu, o jacaré do PT, fui “realocado” pelo PT. Acho que estou na Sibéria……

  8. Boa parte da propalada “velha” esquerda curitibana é da famosa estirpe tipo “MACARRÃO” – É dura só até entrar na panela…..

  9. conheço o jacare e a jacaroa sao famosos aqui no bairro onde eu moro, na Boa Vista. Estranho que nesta eleição nao vi sequer um adesivo ou não bandeira na casa deles, onde antes era de costume ver agitos… Tomara que nao vao com o Gomyde, que também não é de esquerda!

Comente