Uncategorized

Ainda não foi desta vez que Maurício virou conselheiro

Até aqui foi vexatório para a família Requião esse atropelo para empurrar o caçula Maurício no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas.

Há meses os paranaenses acompanham a ópera bufa com cenários cambiantes que passam do plenário da Assembléia, para o território da Justiça, episódios de nervosismo no Canguiri, cerimônia de posse e emoções no Tribunal de Contas, volta tudo a zero e novo nervosismo agora no palácio das Araucárias, conflito entre desembargadores e, depois de tudo, continuamos na mesma.

Maurício ainda não é conselheiro do Tribunal de Contas e já há quem aconselhe o governador a começar tudo de novo, pois o estupro das instituições já foi longe demais.

Depois de idas e vindas, tantas que a consulesa da Herzegovinia considerou tudo muito obsceno, a maioria no Órgão Especial votou na sexta como queria o governador Roberto Requião. Deu maioria absoluta a favor do mandado de Paulo Hapner.

Resolveu o problema? Qual o que. Apesar de vitória no Órgão Especial, ontem, ainda permanecem suspensos os efeitos da posse do caçula Maurício Requião no Tribunal de Contas. Para entender o imbróglio. O primeiro mandado de Paulo Hapner que favorece a posse de Maurício Requião no TC foi vitorioso. Mas isso é insuficiente. Agora Requião terá que cassar a liminar que o desembargador Jorge de Oliveira Vargas deu na quinta.

Maurício Requião através de seus advogados entrou com três agravos regimentais que ainda serão julgados. Ninguém sabe dizer quando. Nem dizer que rumo esta novela vai tomar. Se for pelo caminho correto, os agravos regimentais serão julgados na sexta-feira, dia 15. Mas nestes dias, tudo pode acontecer, inclusive elefante voar.

Ou seja, ainda teremos alguns capítulos desta bufonaria que constrange os corações e mentes dos nativos desta terra que não quer ser chamada de Requiolândia.

6 Comentários

  1. Esta criatura, Mello e Silva, desonrou o cargo que ocupa. Humilhou esta província, que já não gozava de grande reputação na federação por conta de uma sucessão de administradores ruinosos e “ambiciosos”. É capaz de tudo para conseguir o que quer. Já disse, e está na you-tube para conferir, que faria aliança até com o diabo. Um vexame para o povo do Paraná, que por pouco não o reconduziu ao cargo. No entanto, vale lembrar Norberto Bobbio: “demoracia não é método de escolher os melhores. É metodo de evitar que os piores se perpetuem no poder”. Que os ventos o levem…

  2. Eu entendo que um dos maiores erros desse País foi em não ter extinto esses Tribunais de Contas, transformando-os em Auditorias Públicas vínculados ao Ministério Público. No caso,acho que esse cidadão, irmão do governador pode até ter condições de ser conselheiro,porém, a forma como foi feita não vejo outro adjetivo para definir, a não ser dizer que isso tudo transformou-se numa grande palhaçada.

  3. Ala moderada do PT que está aconselhando um novo nome para conselheiro. Os mesmos que pensam numa aliança para o 2º turno, caso a Barbie o consiga. Só falta ser o do Dudu Requião, Aí manda fechar o boteco.

  4. Vigilante do Portão Responder

    Torama que não seja, temos que virar a página no Paraná, varrer da história todos os Requiões.

  5. Vamos pensar com muita atenção:

    Quanto o Requião está gastando com advogados? Resposta: R$0,00…

    Quanto a oposição mais inutil do mundo tá gastando? Resposta: R$ Muitos reais para o Cid Grana Campelo. Considerado uns dos mais caros advogado$ do Paraná.

    Pois bem… todos nós sabemos quem irá vencer.

    Minha pergunta: Ao invés de jogarem esses 50 mil contos pro Cid Grana Campelo, Que vai perder pra um advogadozinho qualquer, poderiam doar para minha pessoa. Prometo que reparto com os pobres!!

Comente