Uncategorized

Na torcida de Ethiene Franco

Ontem, o prefeito Beto Richa foi torcer por Ethiene Franco e Daiane dos Santos no Bar da Brahma. Eram 11h00 da noite e depois de um dia de campanha, Beto queria saber do desempenho das meninas na Olimpíada. Ele tem uma admiração especial pela curitibana Ethiene Franco, de apenas 16 anos, que encarou a responsabilidade de integrar a equipe pela primeira vez e deu conta do recado.

Ao seu lado, Ney Leprevost, responsável pela implantação do centro de Excelência de Ginástica olímpica à época de Jaime Lerner, de onde saíram as meninas que nos representam em Pequim.

4 Comentários

  1. O duro é ver que o Ney fez um grande trabalho na época do Lerner e agora vem esse governo corrupto e não apóia o esporte a ponto de perdermos toda a referencia para outros estados. Volei Rexona e Ginastica, um dia que sabe voltaremos a ter pessoas competentes no estado para mantermos esses trabalhos esportivos, que ajudam a novos atlétas a aparecer no quadro nacional e até internacional e deixa nosso estado com ótimo valor esportivo.

  2. de que adianta fazer uma ótimo trabalho em uma secretaria se depois vem um governador invejoso de destrói tudo?

    esta aí a resposta. vale a pena sim. alguma coisa fica, mesmo que apenas no legado das pessoas como a ethiene franco.

  3. e o requião acabou com tudo, só porque foi o Jaime que fez. o centro de excelência do vôlei, a equipe de ginástica que treinava em curitiba…. é mesmo um recalcado…

Comente