Uncategorized

Metade de Londrina desaprova Nedson Micheletti

Depois de sete anos e meio de mandato, metade do eleitorado londrinense considera a administração do prefeito Nedson Micheleti, do PT, “ruim” ou “péssima”, segundo a pesquisa Ibope/RPC. Isso explicaria o baixo índice de intenção de voto em André Vargas, candidato a prefeito do PT.

O índice de descontentes com a administração municipal chega a 50%, sendo que 17% a consideram ruim e 33% péssima. A pesquisa indica que 2% do eleitorado londrinense consideram a administração Nedson “ótima” e 17%, “boa”. O governo foi considerado “regular” por 30% e 1% dos entrevistados não responderam à pergunta.


Os eleitores que pior avaliam a administração municipal na pesquisa Ibope têm mais de 40 anos de idade, estudaram até a 4ª série do ensino fundamental e têm renda familiar de até dois salários mínimos.

No outro extremo, as melhores avaliações de Nedson estão no eleitorado de 30 a 39 anos de idade, que fez curso superior e que têm renda familiar de mais cinco salários mínimos.

Nas faixas etárias dos 40 a 49 anos de idade ou mais de 50 anos, 37% consideram a gestão petista “péssima”, contra 33% da média geral. Quando o critério é escolaridade, Nedson vai muito mal entre os que cursaram até a 4ª série do ensino fundamental, faixa na qual 43% consideram sua gestão “péssima”. Conforme a faixa de escolaridade sobe, cai a taxa dos que dão “péssimo” para o petista: 35% entre os que estudaram da 5ª a 8 ª séries do ensino fundamental, 31% entre os que cursaram o ensino médio e 25% entre os que fizeram curso superior.
No quesito renda, 37% dos que têm renda familiar de até 2 salários mínimos consideram a administração “péssima”. Na faixa de 2 a 5 salários mínimos o porcentual cai para 35% e na faixa acima de 5 salários mínimos, o “péssimo” cai ainda mais, para 28%.
Entre os que avaliam a administração como “boa”, 22% têm renda familiar superior a 5 salários mínimos, contra 17% da média geral. Já no critério escolaridade, 21% dos que fizeram curso superior consideram a administração “boa”. Quando o critério é a idade do eleitor, Nedson tem 20% de “bom” na faixa entre os que têm entre 30 e 39 anos de idade, mesma nota que é dada por 19% dos eleitores que têm entre 16 e 24 anos de idade.
Requião e Lula têm melhor desempenho na pesquisa
Dois anos depois de terem sofrido derrotas fragorosas em Londrina, o governador Roberto Requião (PMDB) e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) melhoraram o desempenho na cidade, conforme apurou a pesquisa Ibope/RPC. As gestões dos dois foram melhores avaliadas que a do prefeito Nedson Micheleti (PT).
Requião, que no segundo turno de 2006 teve apenas 23,61% do total de votos, faz um governo considerado “ótimo” ou “bom” na avaliação de 36% dos eleitores londrinenses. Para 4% o peemedebista realiza um governo “ótimo” e para 32% o governo é bom”. A administração de Requião é “ruim” para 8% e “péssima” para 17%, somando 25% de avaliação negativa. Outros 36% consideram o governo “regular” e 4% não souberam responder.
O JL procurou a assessoria de imprensa do governo do Estado para repercutir o resultado da pesquisa. De acordo com a assessoria, Requião não estava em Curitiba ontem à tarde. Ele se licenciou para uma viagem ao Paraguai.
Lula
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve um desempenho mais fraco que Requião em 2006, apresentou uma avaliação melhor que o peemedebista na pesquisa Ibope. No segundo turno de 2006, o presidente teve apenas 17,79% do total de votos (26,79% dos votos válidos) em Londrina. Na pesquisa, 48% dos eleitores consideram o governo do presidente petista “ótimo” ou “bom”: são 8% de “ótimo” e 40% de “bom”. Os descontentes com Lula em Londrina chegam a 20% do eleitorado, com 6% de “ruim” e 14% de “péssimo”. Para 30% o governo é regular e 1% não souberam responder.

7 Comentários

  1. Não conheço uma Cidade que tenha sido administrada pelo PT, que após a saída do partido e sua “patota” da Administração da Cidade não tenha deixado arrasada a localidade, além de corrupção, despreparo técnico de gerenciamento e tudo de ruin que possa acontecer em uma Metrópole, graças a Deus parece que Curitiba está vacinada contra está praga! A Cidade da Gente, não merece está loucura!

  2. Piriris & Pororós Responder

    Nedson era um encanto. Era uma pérola petista que, dizia-se, ia transformar Londrina.
    Deu no que deu. Um péssimo prefeito. Representou pessimamente o seu partido e não justificou os votos que teve na última eleição.

  3. Por que Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann não dizem que eram eleitores de Londrina e foram secretários municipais do Nedson, o homem mais odiado de Londrina?

  4. Vigilante do Portão Responder

    É assim, metado da população de Londrina não gosta dele; A outra metade acha que a mãe dele não era séria. KKK
    É o PT gente, perdendo para o Belinati. Chega a dar dó.

  5. benito adao rodrigue Responder

    é agora espero que aqueles religiosos que apoiaram o nedison não enfiem o rabinho entre as pernas e dessan o pau no cara pois foram vcs seus idiotas que elegeram ele religião e politica não se misturam

  6. eu acho que o melhor para londrina antonio belinatti eu morei ai um ano e neste 1 ano achei a adminstracão de nedson pesima ruas de terra e etc… eu gosto muito de londrina e por isso acho que belinatti é o melhor.

  7. fernando cesar de pa Responder

    Concordo plenamente com os comentários acima. Este grande palhaço chamado Nedson Micheletti fez nos amargar 8 anos de desmando desleixo, descuido, ingerências e tduo o que de pior ode praticar um governante. Oxalá que vieram as eleiçoes e esse pateta junto com sua turminha diabólica foram mandados embora da prefeitura de Londrina. Aqui se faz, aqui se paga. É a lei do retorno que deverá começar a prevalecer em cima de seus comparsas nojentos e asquerosos petistas, em cima de suas famílias e futuras gerações.

Comente