Uncategorized

Festa para o Rascunho

Quarta-feira, dia 20 de agosto, a partir das 19h30, acontece a festa em comemoração à centésima edição do jornal literário Rascunho. O evento é no Quintana Café & Restaurante (Avenida Batel, 1.440), casa aberta no mês passado pela dupla Gabriela Carvalho e Rogério Pereira, ele também editor do Rascunho.

Para mais informações, clique em “Leia Mais”.

A entrada para a festa é franca. Além do coquetel gratuito, todo o cardápio do Quintana estará à disposição dos fregueses (com pagamento à parte). Mais informações pelo telefone (41) 3078-6044 ou nos sites www.rascunho.com.br e www.quintanacafe.com.br.
Serviço:
Festa do Rascunho 100
Quintana Café & Restaurante (Avenida Batel, 1.440), (41) 3078-6044.
Dia 20 de agosto, quarta-feira, às 19h30.
Entrada franca.

Sobre o Rascunho

Oficialmente, o Rascunho nasceu no dia 8 de abril de 2000, em Curitiba. Foi idealizado pelo jornalista Rogério Pereira, que, para lançá-lo, contou com o auxílio de um grupo de amigos entusiastas. De início, tudo se resumia a um caderno mensal de oito páginas, encartado no Jornal do Estado. No mailing daquele primeiro Rascunho, havia apenas 150 pessoas inscritas. Além disso, o jornal também era distribuído gratuitamente em alguns locais estratégicos da capital paranaense, como a Livraria do Chain e a Biblioteca Pública do Paraná. Pouco mais de oito anos depois, o Rascunho chega à sua centésima edição (um especial com 40 páginas). Usualmente, o jornal possui 32 páginas em formato standard, divididas em quatro cadernos.

Famoso pela qualidade de seu conteúdo e pelas polêmicas que fomentou no meio literário, hoje o jornal atinge um público de cerca de 12 mil pessoas em todo o Brasil ― sem contar seus inúmeros leitores na internet (www.rascunho.com.br). Affonso Romano de Sant’Anna, José Castello, Fernando Monteiro e Flávio Carneiro são alguns dos escritores que assinam colunas mensais no jornal. E o elenco de seus colaboradores, eventuais ou fixos, já ultrapassou os 200 nomes.

Nesses oito anos, o Rascunho também ampliou suas atividades. Criou, juntamente com Fundação Cultural de Curitiba, a Oficina de Criação Literária Rascunho, ministrada por José Castello, e, em parceria com a FCC e o Sesi Paraná, o Paiol Literário, projeto que, mensalmente, há três anos, traz à cidade um grande nome da literatura brasileira, para um bate-papo com o seu público. Já participaram do evento personalidades como Ignácio de Loyola Brandão, Ana Maria Machado, José Mindlin, Milton Hatoum, Cristovão Tezza, Miguel Sanches Neto, Marçal Aquino e Luiz Vilela, entre muitos outros.

Sobre Rogério Pereira

Rogério Pereira é catarinense de Galvão, criado em Curitiba desde a infância. É jornalista pós-graduado em Comunicação e Gestão Política pela Universidad Complutense de Madrid (Espanha). Fundou, em 2000, o jornal literário Rascunho, de circulação nacional. Já foi chefe de redação dos jornais Primeira Hora e Gazeta do Povo.

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA:
Nume Comunicação
www.nume.com.br
nume@nume.com.br
Ítalo Gusso (41) 9972 0891
Luís Henrique Pellanda (41) 9961 7260

1 Comentário

Comente