Uncategorized

Até quando, Dunga?

A seleção argentina jogou melhor, muito melhor, e venceu o Brasil de esquema tático defensivo, medíocre, incapaz de se impor e que apelou para as botinadas quando já não pode evitar a derrota por 3 a 0 nas semifinais.

A Argentina agora vai enfrentar a Nigéria, que goleou a Bélgica na outra eliminatória por 4 a 1.

11 Comentários

  1. Fora Dunga já.

    Eu simplesmente não aceito, com tantos treinadores nesse Brasil, me colocam essa anta que nunca treinou time nenhum…

    Fora Dunga pelo Hexa

  2. Para quem não devia estar lá, até quando somente no Brasil. Como sempre, o povão pagando a conta e os cartolas, com “emprego” vitalício, nadando de braçada nos patrocínios.

  3. Geraldo Medeiros Responder

    Resta agora aos atleticanos desejarem o Dunga no comando dos coxas e vice-versa.

    Eu, particularmente, acho que a Marta resolveria os problemas do ataque do Furacão, mesmo o Pedro Oldoni tendo acertado o pé contra o Ipatinga.

    Pensando bem, será que o Ipatinga não faturaria a seleção olímpica do Brasil?

  4. Segundo determinado Requião, Dunga o melhor técnico do hemisfério sul do Universo!

  5. É claro que a maioria dos brasileiros sentiu, e sentiu muito, essa derrota. Esse negócio de que foi para os argentinos é bobeira pura, até porque essa rivalidade fica por conta dêles e não estamos nem aí. Que o time jogou mal, sem inspiração, sem vontade, sem criatividade e sem garra foi evidente. Mas até na derrota existe um consolo, pois logo que terminou o jogo mudei de canal para ouvir o tal Galvão Bueno. Meu, foi demais. Aquela verborragia, aquele ufanismo, aquela pregação em cima de determinados jogadores foi pro espaço. Sem muito o que falar e muito sem graça, resignadamente, o cara encerrou a transmissão. Vê isso foi demais. Fora Galvão!

Comente