Uncategorized

Duas vezes Bolt

O jamaicano Usain Bolt emocionou pela segunda vez em seis dias o estádio Nacional de Pequim com novo recorde mundial, hoje na final de 200 metros rasos com tempo de 19s30 — que melhora em dois centésimos a marca mundial estabelecida pelo norte-americano Michael Johnson no final de Atlanta’96.

No sábado, Bolt bateu o recorde de 100 metros com o novo recorde mundial de 9s69 e se transformou no protagonista principal da competição de atletismo.

3 Comentários

  1. É interessante observar o quadro geral de medalhas: estamos “muito” atrás do Zimbaue, do Cazaquistão, do Azerbaijão e outras “potências” mundiais… Lógico, “por supuesto” e por ora, estamos um lugar à frente da Argentina, enquanto não sai o resultado do futebol. Temos ministério dos Esportes (sic), Secretarias de Esportes, empresas públicas de esportes (Esportebrás, Esportepar), centenas de comissionados cacarejando sobre esporte… Onde estão os resultados?? Uma performance pífia, ridícula, vergonhosa. Estar atrás de países semi-miseráveis (com todo respeito), que não investem nada em esporte… É a roça brasileira e seus jecas tatus em emocionante ação…

  2. Enquanto isso nosso país só seleciona mulheres bonitas e rapagões. Chegam lá e não fazem nada, até “vara” some. O coizinha feia essa nossa participação. Será que Pan e Olimpíadas não é causa de enriquecimento de alguns? Onde foi a grana? Será que não são os patrocinadores que escalam nossa equipe? Vão enganar outros.

Comente