Uncategorized

Madselva diz que não há PMs no Colégio Estadual. As fotos a desmentem

A presença de militares no colégio Estadual é constante. É um modo de intimidação aos alunos, professores e funcionários. Estas fotos foram tiradas por um aluno logo após um jornalista da Band ter feito uma entrevista. O funcionário próximo ao militar é o diretor da manhã, professor Borba.

16 Comentários

  1. Mas qual o problema de ter PMs lá? Tem que botar é mais segurança, a piazada não é fácil e ainda a imprensa fica dando este tipo de ajuda. Não conheço esta tal de Madselva, mas se é para botar a mulecada nos trilhos, eu apóio sim.

  2. Thianny Carvalho Responder

    Lamentável, mas uma vez é a única palavra que temos para expressar o que ocorre no CEP. Educação se faz com respeito, autoridade e conhecimento não com autoritarismos e mentiras deslavadas…

  3. Sou educadora!!! Responder

    Ouro, prata, bronze nas Olímpiadas? É bom, mas melhor ainda são esses alunos que são OURO e que só nos dão orgulho, continuem!!! Essa luta tem fundamento, só quem está dentro sabe o que é ser do CEP, o que é estar no CEP. Tenho fé, vocês irão atingir o objetivo final de ter um Colégio de qualidade e democrático!! Muita luta!!

  4. [i]não haveria nenhum problema, se o motivo por eles estarem ali fosse a segurança… mas quem estuda lá sabe que o real motivo deles estarem ali é intimidar a todos os alunos para não haver nenhum tipo de protesto ou manifestação que vá de contra a direção do colégio… não falo por todos, porque sempre há aqueles que realmene querem apenas zona, mas o que eu vejo são uma grande maioria de alunos, a maioria nos seus 16, 17 anos, que apenas estão querendo direitos que foram conquistados após muita luta, que é o de poder eleger aqueles que o representam…

  5. Apenas esqueci de comentar… repare nos policiais…estão ali no CEP, não???? Será então possível acreditar na idoneidade dessa mulher, uma vez que ela mente descaradamente para imprensa, fazendo com que 5 mil alunos passem por alunos baderneiros, mentirosos, que lutam por motivos fúteis???? É bom de se pensar..

  6. Não conheço a Professora Madselva. O que eu conheço é o Colégio Estadual e a sua tradição. Estudei lá nos anos de chumbo. Felizmente a piazada do Estadual tem com quem medir forças. Isso faz parte do processo de amadurecimento tanto da gurizada quanto da democracia. Quem sabe de lá não saia mais uma liderança…

  7. Cidadão de Ctba Responder

    Concordo totalmente com Daniel e Iram, como eleitor que sou do PMBD vejo nesta garotada uma grande força e capacidade de fazer política limpa ,com coerência. se eu fosse o Requião chamava esta galera para o PMDB jovem, mudava esta direção de uma vez por todas e colocava para a comunidade escolar a possibilidade de in dicar alguém da escola com conhecimento, competência, aceitação e principalmente VERDADE que é obvio que é o que mais falta a aesta senhora.

  8. Quem está lá sabe... Responder

    Desculpa, mas eu que sou aluno da instituição sei muito bem para que servem este Policiais militares dentro da instituição.
    A diretora Madselva vem mostrando uma postura de autoritarismo muito forte para quem está vivendo em pleno século XXI.
    E outra, ao invès de eles ficarem querendo vigiar os alunos, por que ele não vigiam em volta do CEP? Só esse ano eu já ouvi comentário de 12 pessoas diferentes sobre assaltos nas redondezas do CEP, principalmente no que se diz a saída do pessoal da tarde nas segundas, quartas e sextas (18:20).
    Nada mais…

  9. Fabio
    Não entendo o porquê de uma educadora, que se diz experiente, permanecer num cargo de direção de escola à revelia de grande parte da comunidade de estudantes e de funcionários. Se fosse um professor, já teria saído. É uma gestão improdutiva. É a DES-educação, se pensarmos em educação como processo de sintonia e interação. Será essa diretora tão imprescindível para a educação do Estado que justifiquem tais contrariedades? Por que as “autoridades do governo” fazem vista grossa para o fato? Diante das perguntas sem respostas, creio que o principal culpado dessas tormentas é o senhor Requião: canceroso nepotista, dissimulado no cargo de governador, que instala impróprias ações autoritárias nesse combalido Paraná.

  10. Estudante do CEP Responder

    Até onde eu sei , a Patrulha Escolar sempre fez visitas às escolas, inclusive no Cep, também com a outra diretora. O que é que mudou? Expliquem por favor!

  11. João Victor(Grêmio) Responder

    Tomara que com essas fotos as pessoas percebam a qualidade de direto, falsa, mentirosa, dissimulada, e sem caráter o Colégio Estadual do Paraná tem.

    Aos pais que leem esse blog, por favor, me respondam: Vocês deixariam seus filhos serem “educados” por uma mulher com esses “valores”?

  12. Nãohaveriaproblema algum de ter PM’s lá dentrodo Colégio se a direção do mesmo coégio não falasse que os integrantes do Grêmio Estudantil sairiam da instituição somente “com os pais” ou “presos” após os mesmos levarem a mesa do Grêmio Estudantil na frente da porta da Direção Geral, para poder realmente conseguir o que queriamos: diálogo com a Direção.

  13. O Requião bem que poderia mostrar um pouco de benevolência e abrir diálogo com estes meninos, coisa que a atual interventora não faz.
    Penso que traria benefícios para todos, ou quase todos.
    Tenho certeza que ele veria que estes meninos não estão interessados em prejudicá-lo e sim, melhorar o colégio.

  14. nossa, quem tirou essas fotos meu?
    parabéns ao corajoso, porque naquele colégio dá pra se sentir em plena ditadura militar.
    isso seria um motivo para punição, não?

  15. Fábio, por favor nos ouça!

    Desculpe desenterrar este tópico mas o Colégio Estadual não pára de dar demonstrações de como ainda pode piorar.

    Depois da recente polêmica do sexo no banheiro, agora tem ser tornado frequente agressões a alunos por parte dos diretores, capachos que pessoalmente cumprem ordens de da diretora geral Maria Madselva.

    É o estilo Requião de impor sua vontade, mas numa instituição que deveria educar e conscientizar isso é um absurdo!

    Segue um link da matéria com imagens feitas pelos alunos.

    http://www.bemparana.com.br/index.php?n=128704&t=video-mostra-agressoes-de-funcionarios-do-colegio-estadual-do-parana-a-aluno

Comente