Uncategorized

Doático Santos e a princesa Diana

“O candidato a vereador Doático Santos parece obcecado pela necessidade de chamar a atenção. O problema é que depois de ser notado, só quem ele quer pode observá-lo. Dessa síndrome sofria a princesa Diana.”

Quem diz é Guilherme Artigas, fotógrafo, cinegrafista e autor do retrato ao lado. Ele faz um desabafo sobre o comportamento do Doático Santos, que decidiu investir contra fotógrafos, cinegrafistas e repórteres que cobriam o evento preparado pelo próprio Doático que, além do mais, convocou a imprensa.

O Doático, e não só ele, anda com certa mania de perseguição, talvez motivada pelas 36 intimações que recebeu da Justiça nesta campanha eleitoral. Mas não tem o direito de discriminar a imprensa que gosta e agredir a que não gosta. Aliás, a imprensa não deve ser gostada por ninguém, não é para isso que ela existe.

Vale a pena ler o texto do Artigas. Clique em “Leia Mais”.

Foto: Guilherme Artigas

POR QUE NO TE CALLAS?

De Guilherme Artigas

Há algumas semanas atrás Doático convocara a imprensa para dizer que estava sendo perseguido por alguns fotógrafos e cinegrafistas, ligados a adversários políticos. A alma da princesa Diana deve estar liberta, em fim.

No último sábado, foi até a Boca Maldita e convocou novamente a imprensa, agora para que todos assistissem a ele recebendo mais três intimações da justiça, entre outras tantas que recebeu nos últimos meses.

Alguns presentes relataram um momento da performance: Doático teria avistado um cinegrafista que, segundo ele, era da equipe de campanha de Beto Richa. Foi então com seus amigos para cima do profissional, que mesmo sendo agredido continuou fazendo as imagens.

Perguntas: O candidato não tinha convocado repórteres para uma coletiva? Ele é quem decide quem vai fazer a entrevista entre os que comparecem? Ele quem decide quem pode registrar a campanha num tradicional espaço público da cidade?

Sobre isso, é bom lembrar que foi o próprio Doático um dos que lutou há poucas semanas, pela liberação de campanha na Boca, que foi temporariamente suspensa pela justiça eleitoral. No seu discurso, Doático dizia que a proibição era uma afronta a democracia.

Agora a afronta é dele. É um bom exemplo do pensamento de Nelson Rodrigues: “Ah, os nossos libertários! Bem os conheço, bem os conheço. Querem a própria liberdade! A dos outros, não. Que se dane a liberdade alheia. Berram contra todos os regimes de força, mas cada qual tem no bolso a sua ditadura”.

5 Comentários

  1. De qualquer forma, é inegável que pela maneira obstinada e singular com que atua, o protagonista passa a adquirir notoriedade…..

  2. A melhor forma de tratar um desiquilibrado deste é ignorá-lo, e não publicar mais nenhuma notícia ou nota vindo deste sujeito tão desqualificado, o ostracismo seria sua punição!

  3. OLHA EU ME CONVENCI NESTE BLOG QUE O DOÁTICO É O CARA QUE PODE REPRESENTAR CURITIBA NA CAMARA DE VEREADORES, OBRIGADO CAMPANA EU A PARTIR DE AGORA SOU DOATICO SANTOS 15015.

Comente