Uncategorized

Metalúrgicos de Curitiba entram em greve

11 mil metalúrgicos da Volks-Audi, Renault e Volvo não aceitaram a proposta salarial das montadoras e decidiram fazer greve de protesto por 24h. Os trabalhadores esperam que as empresas melhorem os valores oferecidos.

Amanhã, o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba realiza assembléias às 5h30 e 14h30 na Volks e Renault e às 7h30 da Volvo. A categoria decidirá se volta a trabalhar ou entra em greve por tempo indeterminado.

Na última sexta-feira, o Sinfavea (representante das empresas metalúrgicas) fez uma oferta muito abaixo do que a categoria reivindica: 0,5% de aumento e correção da inflação dos últimos doze meses, 7,6%. Os trabalhadores exigem 5% de aumento, os 7,6% referentes à inflação e abono de R$ 1,5 mil.

4 Comentários

  1. A grande maioria das montadoras tomaram uma decisão estratégica. Desmontaram suas plantas e foram embora para países do Sudeste Asiático, onde não são importunadas com leis trabalhistas que premiam a vagabundagem e o peleguismo.
    Daqui a pouco esses metalúrgicos vão ficar sem emprego. É questão de tempo.

  2. ABERRAÇÂO!!!!!!!!!!!
    O DESFILE DE 7 DE SETEMBRO FOI CANCELADO EM BALSA NOVA,POIS AS DENUNCIAS CONTRA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO FIZERAM ELA SE ESCONDER E COM ISSO ELA CANCELOU O DIREITO DOS ALUNOS EXERCEREM SUA CIDADANIA. SE ELA DEVE É PROBLEMA DELA. POIS NÃO FICOU COM VERGONHA DE RECEBER EM DUPLICIDADE.

  3. POR FAVOR DEEM MAIS ATENÇÃO SOBRE AS SUJEIRAS EM BALSA NOVA,POIS DESSA MANEIRA TALVES ELES CRIEM VERGONHA E PAREM DE ENGANAR O POVO. DEMORARAM 23 ANOS PARA CONSEGUIR ENTRAR NA PREFEITURA E QDO ENTRAM É ESSA POUCA VERGONHA.

  4. esses metalurgicos estão achando que a coisa tá linda e maravilhosa…o desemprego esta feio, e eles brincando de greve…deveriam ser todos demitidos e as montadoras deveriam contratar gente nova, gente que queira e precise trabalhar…

Comente