Uncategorized

Fabio Camargo disputou todas

Dos candidatos a prefeito de Curitiba, Fabio Camargo, do PTB, é o único que disputou todos as cinco eleições dos últimos oito anos, sendo duas de vereador, duas de deputado estadual e, agora, a de prefeito.

Curitibano nascido em 17 de abril de 1973, Fabio Camargo começou sua carreira política em 2000, elegendo-se vereador pelo PSC com 8 mil votos. Mesmo estreando na Câmara, foi eleito vice-presidente e chegou a ocupar a prefeitura interinamente por 10 dias, sendo o prefeito mais jovem da história da capital. Em 2002 concorreu a deputado estadual, também pelo PSC, pela primeira vez.

Foto: Denis Ferreira Netto

Obteve 34 mil votos, mas não conseguiu a vaga na Assembléia Legislativa uma vez que a legenda obteve apenas uma cadeira e Fabio ficou como primeiro suplente com votação superior a outros 16 deputados que assumiram o cargo por outras coligações.

Voltou a eleger-se vereador em Curitiba em 2004 pelo PFL com 18 mil votos, a terceira maior votação da capital paranaense. Em seu segundo mandato, tornou-se primeiro-secretário da Câmara, administrando um orçamento superior a 60% das prefeituras paranaenses.

Em 2006 elegeu deputado estadual (novamente pelo PFL) com 39 mil votos e, após o pleito, foi convidado pelo vice-presidente nacional do PTB, Flavio Martinez, a ingressar no partido, com o objetivo de concorrer à prefeitura de Curitiba em 2008.

14 Comentários

  1. ESTE MERECIA MAIS IBOPE DO QUE TEM TIDO.
    PORQUE A CAMPANHA DELE NÃO ESTÁ DECOLANDO ???

  2. Arroz de festa fica tão mal falado como mulher que muda de marido a cada verão …este, além de ter recebido “ajuda verde” da petezada, que dirá na hora do voto então, destinado a ficar nos um a dois por cento e olha lá que é muito ainda.

  3. JOAO CARLOS II Reply

    Acho muito estranho esses numeros das pesquisas em Curitiba. Fabio Camargo com certeza – até por ter disputado todas essas eleições – deveria (e acho ate que tem) numeros bem melhores.

  4. Augusto leal Reply

    começou cedo na carreira esse rapaz. pelo jeito, tem uma carreira brilhante pela frente.

  5. Podem escrever: o candidato Fabio Camargo (o da “carreira brilhante” do comentário acima), vai totalizar 21.756 votos.

  6. Franco – faltou zero em sua previsão – Segundo Mãe Catita o numero certo é
    210. 756 votos.

  7. Em frente Fábio. Neguinho diz: “É dono da noite, tem relações com pessoas que não tem fino trato, tem grana, é filho de fulano, está nas altas rodas, frequenta a noite, tem bons carros, tem rejeição alta, não decola, e etc. Na verdade é o único dos candidatos que está discursando em favor dos bairros. Que o cara conhece os bairros, isso conhece. Pode andar tranquilamente por aí que não tem ninguém que o ataque.´Portanto, é por ai Fábio. Continue na sua caminhada que um dia alguém vai lhe dar razão. Você é novo, tem boas idéias, sabe o que quer e o futuro lhe reserva algo melhor. Só depende de você, exclusivamente de você,e de seus amigos mais chegados. Pense nisso. Esqueça essa galera curitibana que não engole seu jeito de ser. Bola prá frente!

  8. FRANCO - O ORIGINAL. Reply

    LEGAL É SABER QUE TEM NEGO AI COPIANDO MEU NOME PRA FAZER COMENTÁRIOS..

    TSC.. TSC…

  9. Fábio Camargo é um mal exemplo. Quem o conhece sabe da sua prepotência, seu mandonismo. Sus atividades empresariais são altamente obscuras. Ninguém gostaria de ver uma foilha sua perto de um sujeito como esse. Portanto, da nossa cidade não podemos querer ele como prefeito. O Moreira é melhor que ele, por isso enquanto ele cai o Moreira sobe.

  10. não erra bom na Escola, e disse com a maior cara de pau que começou a vida de baixo, como Office-Boy, ande seria? Tribunal de Justiça, porque? O papai era juíz e hoje é desembargador! O sogrinho é o Chefe da Casa Civil Rafael Iatauro, ele vive cercado de figurões, é conhecido pela prepotência, e humilhar os mais simples funcionários, agora na época de campanha virou um “Santo Falando” como o Povo não é burro, sabe distinguir, quem é quem, portanto, o maior índice de rejeição é dele!

  11. Vigilante do Portão Reply

    Guardião, a campanha dele não está decolando, pois o povo sabe que ele é um mentiroso.Veja uma:
    “Vou demitir 80% dos funcionários em cargo comissionado…”
    Só se for para nomear os dele.
    Se fosse verdade, quando foi vereador ou agora que é deputado, teria demitido o bando de funcionários de gabinete.
    Como não fez nada disso, o povo não acredita que vai fazer agora.
    É simples.
    Outra: inventar, na campanha, que é “Prefeito dos Bairros” é um sectarismo pueril, lembrando que a prática é batida, o Requião diz que fez a opção pelos pobres do Consílio de Puebla; Collor afirmava que acabaria com os marajás.
    Guardadas as devidas proporções, são espertinhos que querem dividir as pessoas, claro, ficando ao lado da maior fatia. Coisa de marqueteiro, para ver se ganha os votos daqueles que promete proteger.
    Lembram das gestões do Lerner, os adversários diziam a mesma coisa: “Só cuida do centro”. Hoje, o PT e o Reitor, afirmam que Curitiba já foi modelo…(no tempo do Lerner. kkk)

  12. Nilson U. Almeida Reply

    Eu acredito que a sociedade deveria acordar principalmente àqueles capacitados técnicamente pra avaliar o processo do sistema eleitoral.
    O Deputado Fabio Camargo serve como base de estudo de caso para provar que há fraude eleitoral. Baseado na matemática estatística a votação dele como prefeito fere todas os princípios da matematica de amostragem populacioanl de escolha. É inconcebível que ele tenha tido menos voto que o mais votado dos vereadores para câmara de Curitiba que além de nao serem conhecidos e não ter tido o tempo de exposição como o referido candidato a prefeito.
    Ainda em tempo, este comentário não tem viés partidário ou preferência eleitoral e sim do princípio de amostragem estatística, para promover um debate sobre o processo eleitoral brasileiro. Para instigar mais o debate porque será que países mais desenvolvidos economicamente e democrático não adotaram o nosso sistema?

Comente