Uncategorized

A popularidade do prefeito que se veste de povo

A foto é da noite do último sábado, quando, em Realeza, município que fica a 550 Km de Curitiba e tem pouco mais de 15 mil habitantes, o prefeito e candidato à reeleição, Eduardo Gaievski, reuniu 250 pessoas no bairro João Paulo II. Gaievski é do PT e, de acordo com as pesquisas, seu governo conta com a aprovação de 96% dos munícipes e tem apenas 4% de rejeição. Já virou uma espécie de figura folclórica na região.

As histórias de seus feitos correm longe. Ele, que já passou madrugadas em fila de posto de saúde para vestir a pele dos usuários locais, ultimamente tem se disfarçado de doente e embarcado no ônibus da prefeitura que leva pacientes para tratamentos especializados em Francisco Beltrão.

Foi quando discutiu com um médico que diagnosticou que uma criança com manchas na pele, típicas de sintoma de rubéola, poderia estar assim em função apenas do frio que fazia e receitou à mãe que agasalhasse melhor a criança.

Gaievski também é um malabarista em conseguir aliados políticos no Estado: desde o PMDB ao PSDB. Conseguiu um bi-articulado da Prefeitura de Curitiba e uma estação-tubo do prefeito do PDT de Foz do Iguaçu, que foram adaptados para o transporte dos estudantes. Nas duas cidades, o PT tem candidatura concorrente. Mesmo assim, reuniu público suficiente para comitê de candidato de capital.

Comente