Uncategorized

Retífica: em Cascavel, o PMDB dá o vice e apóia Salazar Barreiros do PP

As informações dadas hoje pelo blog sobre a eleição em Cascavel estavam incorretas. Perdoem. Houve muito boi na linha. Na verdade, o PMDB não lançou candidato a prefeito mas foi para apoiar Salazar Barreiros, que já foi do PMDB e hoje está no PP.

Indicou o vice, que é Walter Parcianello, irmão de Hermes Parcianello, o deputado Frangão. Todos vão encarar o adversário Edgard Bueno, do PDT de Osmar Dias.

De certo na informação anterior, a de que o histórico Aldo Parzianello ficou indignado e saiu dando tiros nos vendilhões do templo. Ele não queria aliança com Barreiros, do PP.

O que dirá o João Arruda, o Torquemada que briga contra os peemedebistas que querem se aliar ao PDT em outros municípios. Fala Arruda?

12 Comentários

  1. João Carlos Gouveia Responder

    Mas o Salazar não estava na frente nas pesquisas? Que grande decisão, hein?

  2. Fábio..vc está mal informado…
    o que o PMDB de Cascavel fez foi justamente o inverso…
    Primeiro na convenção eles escolheram como candidato a prefeito o JUlio Cesar, mas o próprio durante a madrugada daquele dia, entregou-se para o Salazar, virando o irmão do Frangão candidato a vice da chapa..
    a Outra ala do PMDB resolveu apoiar o Deputado Edgar Bueno do PDT..
    resumindo o PMDB em CASCAVEL acabou de acabar!!!eh triste mas é a realidade..esse é o legado do João ARRUDA…

  3. Eu acho que gente de verdade,com vergonha na cara, não aceita dividir palanque com o PMDB de Requião e João Arruda

  4. Fabio, vendo os comentários em sua página sobre a candidatura de Salazar Barreiros a prefeito com o vice do PMDB, percebi que muitos estão corretos sobre o que disseram, mas alguns são de pessoas que não conhece a política de Cascavel. Se Salazar mudou de posição quando recebeu apoio de Requião em 1996 e se bandeou para o lado dos Dias depois, Edgar Bueno não fez diferente, também deu um tombo no PMDB. Em 2000, Leonaldo Paranhos foi o vice de Edgar Bueno (PDT), terminou a gestão sem o gainete de vice na prefeitura. As viúvas de Edgar como são chamados, Marcos Vinícios, Paulo Gorski, Silvino da Cruz, Fidelcino Tolentino e o ex-secretário de Justiça do Paraná Aldo Parzianello querem agora mostrar que são Peemedebistas autênticos, mas que na realidade, sempre foram Edgaristas e não peemedebistas. O apoio do PMDB a Salazar nesta eleição, pode mudar o quadro político das futuras eleições em Cascavel. E lógico, será o fim dessas figurinhas que pensam somente em estar agarrados na “teta” da prefeitura. Edgar Bueno desde 92 disputa todas as eleições em Cascavel, quando não de deputado a de prefeito. No PDT não existe substituto e pelo jeito, ele pensa que na cidade também não existe. O PMDB local com esta atitude, pode varrer dos quadros do PMDB os Edgaristas que nas campanhas, finge que são do PMDB mas na realidade estão do lado do PDT. Então, a coligação com o PP de Salazar, não é tão ruim assim, já que de qualquer forma, se houve problemas no passado, foi dos dois lideres e a trairagem menor, pode ter sido a de Salazar na concepção dos verdadeiros membros do PMDB de Cascavel.

  5. PMDB dança em todo o litoral
    Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008 – 9:32 hs
    Além de amargar a disparada nas pesquisas do prefeito José Baka, do PDT, em Paranaguá, o PMDB deve perder nos outros municípios importantes do litoral. Em Antonina, o prefeito Kleber arrisca chegar em quarto.
    As pesquisas do Instituto Alvorada, registradas na Justiça Eleitoral, mostram que em Matinhos vence o candidato Eduardo Dalmora, do PDT, que […]

  6. Requião diz que não abre mão do mano Eduardo no governo
    Sábado, 13 de Setembro de 2008 – 11:01 hs
    O governador Requião, do PMDB, diz que para ele é indispensável a nomeação do irmão, Eduardo, para a Secretaria de Transportes, suspensa por decisão liminar do juiz da 1.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, Jederson Suzin.
    Ele atribui aos “agentes do ódio” a campanha contra o nepotismo no governo estadual e classifica as iniciativas […]

Comente