Uncategorized

Rasparam os cabelos de Andrielly Vogue

O repórter Guilherme Artigas manda informações sobre a Andrielly Vogue.

Oi Fábio. O que eu sei sobre o caso da Andryelli Vogue é que rasparam o seu cabelo, segundo o pessoal do PT. Até fiz um texto no Impacto sobre isso. Mando uma parte dele.

Claudio Pereira, diretor do CT2 onde Andrielly Vogue ficou presa, explicou que a raspagem de cabelo não é a única medida tomada quando um preso chega para triagem. Depois de um banho, todos os detentos também recebem uniforme e objetos de higiene, “com fins de evitar ou mesmo diminuir o risco de contaminação por várias doenças” disse o diretor, afirmando que o procedimento não visa humilhar ninguém. A diretoria do CT2 informou ainda que a corregedoria da polícia tem conhecimento de todos os métodos de triagem praticados. O CT2 praticamente só recebe presos advindos de carceragens super lotadas. No caso de Andrielly, ela estava numa cela com outros 22 presos, no 1º distrito policial, no centro.

Advogado

Sobre a contratação de um advogado somente dois dias depois do ocorrido com Andrielly, o PT de Curitiba informou que só tomou conhecimento do fato na segunda-feira e prontamente designou o advogado para a representar a candidata. O partido informou ainda que pagou a fiança estipulada.

4 Comentários

  1. Raspar o cabelo e abuso de poder sim. A constituição assegura a opção sexual (já viram travesti careca?). O cabelo comprido faz parte da “feminilidade” da donzela, como ela quer ser. Será que a Barbie tão zelosa pelos direito humanos vai prostestar contra a policia do REIquião, tão empenhada contra o Beto, para criar um factóide tipo Ferreirinha, nesta eleição? Coerência PT, senão vamos ter uma parada gay contra vcs.

  2. Mas raspar os cabelos é arbitrário antes de uma condeção. Ou estou engabnado?
    Tony Garcia ficou preso mais de 70 dias. Foi raspado os seus cabelos?

  3. Que sacanagem, hein! Pra que fazer isso? Se era para detonar o (a) candidata não tinham outros métodos? Com a palavra os dirigentes das Diversidades.

Comente