Uncategorized

Oposição esbraveja e Beto Richa comemora a chegada da primavera

A tentativa de ataque da oposição aos supostos fantasmas da administração de Beto Richa terminou em fracasso quando foi revelado o caso do fantasma que não era fantasma. A oposição agora procura novas linhas de ataque: acima de tudo, questionam as pesquisas, tática comum mas que em Curitiba vem acompanhada de argumentos particulares. Segundo eles, o curitibano tem precedentes históricos para duvidar dos institutos.

A segunda linha de ataque parece a mais eficiente: criticar diretamente aspectos da atual administração. Gleisi tem seus melhores momentos quando aprofunda a discussão do transporte público e do destino do lixo.

Para Beto Richa, no entanto, o caminho continua aberto: todos os institutos concordam mais ou menos nos números, o que empresta certa tranqüilidade à campanha do atual prefeito. Ele não tem entrado em briga. Enquanto Gleisi esbraveja sobre o aterro da caximba e o “Ligeirão” do Boqueirão, Beto Richa passou a tarde com a comunidade nipo-brasileira para comemorar a chegada da primavera no Haru Matsuri.

Neste ano, a festa realizada na praça ao lado do Museu Oscar Niemeyer, no Centro Cívico, homenageou também os cem anos da imigração japonesa no Brasil. Beto aproveitou e prometeu: “Para homenagear a comunidade, vamos fazer o Parque do Centenário da Imigração Japonesa, no Uberaba”. Para saber sobre o projeto do parque, clique em “Leia Mais”.

Na chegada, Beto Richa foi recebido pela Deusa da Festa da Primavera, a descendente japonesa Jéssica Shigueoka e por Melina Seto, que ofereceu ao prefeito um biscoito da sorte, um doce tradicional da culinária japonesa com uma mensagem de prosperidade. O cônsul do Japão, Shoiti Sato, também esteve com Beto Richa.

O Parque do Centenário da Imigração Japonesa será dentro da Área de Proteção Ambiental do Iguaçu, no Uberaba, próximo à divisa com São José dos Pinhais, no Uberaba. O decreto de criação do parque já foi assinado bem como o contrato do repasse de parte dos recursos que virá do governo federal.
O parque terá 500 mil metros quadrados. A área está sendo urbanizada pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), na região das vilas Audi/União. Serão investidos cerca de R$ 4,5 milhões. Parte dos recursos virá de emendas federais e outra parte do município de Curitiba.

O parque terá um lago de 250 mil metros quadrados, centro de apoio, área de lazer, canchas esportivas, ciclovia e reproduções dos mapas do Brasil e do Japão, feitas com terreno natural e com referências geológicas e topográficas dos dois países. O mapa do Brasil terá 15 mil metros quadrados e o do Japão, sete mil metros quadrados.

Com a implantação do parque do Centenário, Beto contribui também para consolidar o Parque Linear do Iguaçu, projeto que integra a reestruturação do Zoológico Municipal de Curitiba.

12 Comentários

  1. Vigilante do Portão Reply

    Quem esteve na Rua XV na manhã de hoje?
    Contem para os leitores se havia mais de 1000 pessoas na passeata.

  2. MADALENA AZAMBUJA Reply

    FC,FC, porque a proteção à D.FLOR,?deixe
    ela explicar a atuação na ITAIPU, os desvios,
    os carrinhos para BH, os gastos dos ‘passos’,
    se ela é boa de lixo, que explique!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Êeeeeee que boa notícia!! Adoro os parques e as praças de Curitiba (a Tiradentes repaginada está o máximo) estava sentindo falta do tema…

    Amei a proposta!! Tomara que esteja pronto logo!!!!

    E, o Haru Matsuri é super bom, nas comemoraçoes dos 100 anos de imigração no pavilhão do Barigui tinha umas comidas deliciosas!!! Acho que lá deve ter também!!!

  4. Candidato mal informado é um saco para aguentar. Esta Barbie nem sabe que a concorrencia do lixo ja foi aberta e logo será anunciada a empresa que será contatada pelo Consorcio dos Municipios da Região Metropolirana. Pare de falar besteira. Aqui a única máfia é a do mensalão e das ongs petistas…perdão, tem tambem a “famiglia” do nepotismo explicito que cria secretarias para pendurar-se nas tetas do governo.

  5. Quá, quá, quá, quá…
    O prefeito fanatsma vai fazer um parque AO LADO DO JARDIM ICARAÍ!!!!!
    Meu Deus, me belisque.
    Desperta Curitiba.

  6. como pode um prefeito ser tratado como rei
    sera q ele foi o melhor.quem ta passando fone ??
    quem num tem um postinho de qualidade??
    quem num tem um transporte?
    quem num tem uma infra estrutura
    pro batel
    ta td bem
    mais pras quebradas preriferias??
    vila ecarai
    vila guaira??
    cic??

    quando agente ve um prefeito governa para os playboy da ate nojooo
    ele ta em alto pq soh foram pesquisar ??
    no batel bigurilhooo?
    agora aki na quebrada a moral dele esta em baixa

  7. Quanto mais esses candidatos de oposição deblateram, mas a população se fixa no Beto Richa e afirma: Beto fica!
    O mais estranho é que tiram da gaveta projetos que já foram descartados por contraproducentes e excessivamente caros.
    Eu sugiro a todos esses candidatos que vão, pelo amor de Deus, frequentar a Escola Superior de Administração Pública.

  8. Vigilante do Portão Reply

    Eleyton, deixa de ser lerdo cara. Se o trabalho da prefeitura tem mais de 80% de aprovação e acompanhando o seu raciocínio, poderíamos afirmar que esse povo todo (80%) mora no batel e nos bairros chiques, o que não é verdade. 70% da população de Curitiba reside nos bairros periféricos, essas pessoas aprovam o Beto, caso contrário a pesquisa não daria 73% para ele.
    Estuda menino. So não querem ver a realidade os Petistas de carteirinha e os analfabetos políticos.

  9. Creiton e Ricaldo, voces precisam conhecer a cidade, petezada duca……..

  10. Pergunto
    Quem diz que da pobreza da periferia votará no beto?
    Só pode ser estes presidentes de associações de moradores que vendem suas comunidades em troca de uma dúzia de bananas. São uns vendilhões safados que por não trabalharem precisam viver mordendo quem está no poder. Muitos estiveram acenando participar do governo estadual. Como não deu leite voltaram correndo mamar na mãe prefeitura. Os deputados deveriam criar uma lei que para ser presidente a pessoa tivesse uma formação escolar mínima e possuísse uma profissão e um emprego. Não pode ser um que viva eternamente mordendo quem disputa eleição. São mordedores profissionais.
    Na periferia só presidente é puxa-saco, pois ganha seu salarinho do beto

  11. Messias Marcolino Reply

    Os 72% ou seria 74% de puxa-sacos estão abrindo caminho para o Requião voltar ao Senado. Jumentos!

Comente