Uncategorized

Lygia Pupatto diz que já tomou providências quanto a falsificações

A secretária de Ciência e Tecnologia, Lygia Pupatto, enviou resposta à nota sobre adulterações em documentos na secretaria:

A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) age com seriedade e zelo pelo bem público em cada ato administrativo, em cada política pública desenvolvida com o objetivo de universalizar o ensino superior e popularizar a ciência e tecnologia. Respeitamos os contribuintes, respeitamos os cidadãos paranaenses. Logo, é com a segurança de quem contribui diariamente para a construção de um Paraná melhor que afirmo ter tomado, seis meses atrás, as providências cabíveis para a apuração da denúncia publicada por este jornal no último domingo (21/09), com desdobramentos na segunda-feira.

O caso é do conhecimento da administração pública estadual há seis meses. Na ocasião, reportamos a denúncia para a Secretaria Especial de Corregedoria e Ouvidoria Geral do Estado que, a nosso pedido, remeteu a investigação ao Ministério Público de Londrina, para a devida apuração.

Assim que o Ministério Público de Londrina considerar conveniente, a SETI dará a sua contribuição para a investigação, apresentando os documentos pertinentes ao escrutínio do caso. A SETI e seus funcionários, tanto quanto a opinião pública, desejam saber a verdade. Contudo, se abstém de julgamentos antecipados, deixando para a Justiça a análise dos fatos.

Lygia Lumina Pupatto, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI).

2 Comentários

  1. VIGILANTE DA 147 Responder

    Nossa, há 6 meses e ainda não apuraram os fatos !!!
    Será que agora vão dar celeridade na análise dos fatos!
    Estaremos vigilantes !!!!!!!

  2. TA MAIS NINGUÉM FALARÁ O NOME DO BENEFICIÁRIO DA FALSIFICAÇÃO!!!

    OU SERÁ QUE TEM MEDO DE APARECER MAIS NOMES E MAIS FALSIFICAÇÕES!

Comente