Uncategorized

Eduardo Requião no STF para tentar manter o cargo

Está no Supremo Tribunal Federal a reclamação 6650 de Eduardo Requião de Mello e Silva (foto), através de seu advogado Sérgio Botto de Lacerda. O reclamado é o juiz de Direito da 1ª Vara de Fazenda que mandou cumprir a resolução nº 13 que impede o nepotismo.

A reclamação, que foi para as mãos da ministra Ellen Grace, agora tem como relator Cesar Peluso. O governador Roberto Requião move mundos e fundos para tentar manter a parentela em seus cargos públicos sem concurso.

16 Comentários

  1. Será que a vovó Naná não tem VERGONHA NA CARA !
    Se fosse um emprego privado, ele já estava na rua há muito tempo.

  2. Greta Garbo, quem diria, terminou em Irajá… Ironias do destino, os Mello e Silva pedem penico para Botto de Lacerda, até anteontem um grande inimigo… Por isso que eu digo: só conversa fiada. Em política até o que parece verdade é pura mentira… Aaaarrrghh!

  3. SE É PELO O EMPREGO PORQUE QUE O LIDER ROMALELI NÃO EMPREGA ELE E O IRMÃO EMPREGA O FILHO DO DEPUTADO E SÓ UMA TROCA

  4. O advogado é procurador do estado, foi chefe da unidade jurídica do Estado e agora é advogado do irmão/nepote buscando violentar os princípios da administração pública que são o fundamento da súmula 13 do Supremo Tribunal contra o nepotismo e agasalhar a volta do nepote nas grimpas de um cargo público no próprio Estado que lhe paga ? Não vimos tudo nesta Republica do Paralá.

  5. Ué, o tal do Botto não havia brigado com a família nepotismo? Fizeram as pazaes? Com os delarazos também? Tudo pelo poder? Tudo por dinheiro, é isso????

  6. Que torração de saco essa história não tem fim, os Nepotistas da família Requião não se cansam de mamarem, e continuam perturbando, irritando a todos com suas incompetências e vagabundagem de negociadores, insistindo no erro de permanência nos cargos!
    Porque não vão trabalhar na iniciativa privada, estes come-dorme, cabe a população dar um basta nisso tudo e mandar essa turma toda para casa, se possível bem longe daqui, que sumam do mapa do Paraná que já foi muito prejudicado com essa absurda história! Fora Requião e Família Melo e Silva!

  7. anônimo, na politica sempre foi assim e sempre será, oque me faz lembrar e citar Ney Braga. ” Na politica nunca se pode ser tão amigo, que no futuro não possa ser um adversário, nem ser tão inimigo que no futuro não possa se aliar.” É assim que funciona e no final das contas os palhaços neste circo somos nós, que insistimos em observar, nos indignarmos, tentar mudar alguma coisa, por meio do voto que é o único meio de que dispomos e por fim acabamos sempre frustados. C’est la vie….

  8. ai meus sais! e eu que já estava admirando o Botto, brochei de novo. Não adianta, o poder e o dinheiro têm mesmo o poder de corromper, de quebrar a espinha de qualquer orgulho, de enterrar a última célula de amor-próprio e dignidade. Triste é saber que o Botto e caterva lêem um desabafo como este e se partem de dar risada.

  9. Manter o Eduardo no Porto é uma questão de Equilíbrio no andamento dos projetos do Governo, não é questão nem de empreguismo e nem salarial, seus babacas…
    O lado financeiro é o que menos importa nisso tudo. O empenho de Eduardo nesses anos todos pelo seu trabalho e a relação de amor que ambos tem com este importante projeto que é o de fazer de Paranaguá o maior porto do mundo, isso é que não pode ser interrompido só pelo capricho da oposição!

  10. É meus amigos, quem pode pode quem não pode que abra a boca.
    Parece que o problema deles é dinheiro. Roberto deixe teu irmão para la, quem precisa de votos é voce, eu sei que aquele porto tem muito dinheiro para teu irmão levar, e quem vai responder depois é voce., cuidadooooo!
    Vejam como tem aqlguma coisa errada ai, ele quer trazer a Secretaria dos Transportes, para Paranaguá, Cuidado juizes, eles estão até arrumando uma sala para o Secretario assumir a semana que vem. Nós acreditamos na justiça de Deus e da terra, confiamos nos senhores.
    uma braço.

  11. Após os comentários e denúncias do MÁRIO ROQUE, sobre o Porto de Paranaguá, nada mais resta para esses NEPOTES, pois não tiveram a dignidade de defender-se das acusações, que é de conhecimento público, e dá a impressão que as mesmas são verdadeiras, pois quem cala, consente.

  12. Imaginar que o sujeito quer continuar mandando no porto para convertê-lo no melhor etc etc etc é até piada, porque o tal recebeu DOIS mandatos seguidos do irmão governador e as coisas estão tão ruins que tem exportador indo para São Francisco do Sul, SC, e SANTOS, SP, para despachar seus produtos para o exterior.

  13. vamos pedir para os juizes, não devolvam o cargo para a vovo nana, porque é um absurdo, o homem perde o cargo de secretario, mas vai para curitiba e leva o carro oficial do porto ( blazer preto) e com motorista pago pelo porto (comissionado que é amigo da vovo nana), sr. juiz vamos por ordem na casa, não é porque ele é irmão do governador, que ela venha abusar do poder. vamos, algem faça alguma coisa, onde esta o ministeriuo publico, vamos acabar, com esta pouca vergonha, eles estão abusando demais, porque aqui não tem lei para eles, dr. CID só o senhor pode acabar com esta pouca vergonha, processo em cima deles. carro oficial é so para o serviço da empresa, não é para passeio com familia.
    este porto esta uma vergonha, comissionado, marido traz mulher, pai traz filha com marido e amigo da familia, mãe com filho e todos com salarios de cada um acima de sete milllll, somando os dois é mais de l2.000,00

  14. Nota-se uma nítida falta de noção de limites.
    Não há ou não se sabe o que se perde.
    Nem valor, nem imagem a preservar.
    De que valor estou falando?
    Vale o que se ganha.
    Lei do Gerson.

Comente