Uncategorized

Alvaro Dias diz que partidos políticos viraram geléia geral

É incauto todo aquele que subestimar a esperteza de Alvaro Dias. Ele sabe que precisa fortalecer sua frágil posição no PSDB ou pular para outro barco. De preferência aonde ele possa tocar o show.

Raposa velha, o atual tucano já começou a armar o terreno para seus planos futuros. Hoje fez discurso onde criticou a “geléia geral” em que, segundo ele, transformou-se a vida partidária nacional. Disse que todos os partidos estão falidos.

Alvaro também diz lamentar que os partidos não baseiem mais sua atuação e coligações no conteúdo de seus programas, mas em interesses locais.

15 Comentários

  1. Eu endosso plenamente e sem restrições o teor do discurso daquele senador. É talvez o único tucano autêntico que restou naquele ninho de aves de rapina.
    Penso inclusive que ele deva começar a elaborar um projeto de partido que tenha como pressupostos inarredáveis conteúdo doutrinário coerente, plataforma de atuação em nichos menos genéricos (ousaria dizer que, no caso dele, devesse ser mais conservador, em razão direta da maturidade política que ele amealhou ao longo de sua vida pública) e programa de governo – NENHUM partido hoje existente dispõe de programa de governo e embasamento doutrinário para a abordagem de questões afetas à vida nacional. O que existem são aventureiros de ocasião se prevalecendo de partidos, além de legendas de aluguel para lotear reputações e coonestar interesses.
    Quanto ao PSDB, cresceu na razão inversa dos seus caciques, de sorte que Álvaro Dias é o um dos poucos tucanos de fato e seu partido vai virar dentro em breve mais um arremedo de PMDB.
    Não vou nem falar de PT, porque aquilo já deixou de ser partido tão logo seus corifeus sentiram o gosto do poder.

  2. Isso que o nobre senador falou é do conhecimento da maioria. Em nome de um certo pragmatismo, principalmente pela sobrevivência de determinados dirigentes, coliga-se aqui e acolá sem o mínimo critério programático, sem maiores preocupações com um mínimo de conteúdo ideológico. Culpa-se, segundo muitos analistas políticos, a globalização que só visa resultados de mercado. Daí essa geléia geral que enfraquece e desmoraliza o processo político. É um salve-se quem puder. Já vimos de tudo por ex: Comunistas coligados com conservadores, sociais-democratas no mesmo caminho, social democracia cristã com pentencostais, trabalhadores com liberais e por aí vai. Enfim, senador, já não está mais do que hora de uma ampla Reforma Política? Por que essa pauta é tão odiada? Por que tanta postergação? Qual o medo? Por que a sociedade, como um todo, já não tomou uma posição quanto ao tema? Na verdade do jeito que está não pode ficar. Sugerimos, então, à começar pelo Paraná uma convocação da sociedade para que o debate possa começar. Isso, já. Prá ontem.

  3. Campana

    Pela História do Paraná.
    Em Qtos partidos políticos o PERUCÃO já passou??
    Mais de 10 ? Não tem ideologia nenhuma.
    Vai pular do barco de novo.
    Fora PERUCÃO!!

  4. PESSOA, EXISTEM PESSOAS QUE PASSARAM SUA VIDA EM UM ÚNICO PARTIDO POLÍTICO, MAS TRAÍRAM TANTO OS COMPANHEIROS E “AMIGOS”, QUE A IDEOLOGIA DO PARTIDO NÃO EXISTE, SÓ A SUA É QUE CONTA! GRANDES TRAIDORES QUE ESPANTARAM OUTROS POLÍTICOS BEM INTENCIONADOS.

  5. Uma pena a cláusula de barreira não ter vingado, poderia ser um início de melhora!!!

    O Senador Álvaro Dias é um dos melhores do Brasil, orgulho para o Paraná!!!

  6. Alvaro Dias é um político obstinado e decente, se não fosse seria arrebentado pelos que estão no poder da república já que o senadre bate duro nos que vem fazendo lambanças no nosso país e no nosso Paraná.
    Vá me frente Alvaro Dias.

  7. Acho injusto tratar aqueles mimosos tufos implantados, um a um, por laboriosas freirinhas bordadeiras ,ao longo de anos, por PERUCÃO. Embora o senhor senador queira passar a imagem de preocupado, de fato ele não é um tucano autêntico, pois senão seria careca, como Serra e Alkimim que respeitam seu coco pelado e não estão nem aí, embora as vezes façam algum empréstimo. O senhor senador está preparando o seu voo(nova ortografia) ou seu vou. Pulará do ninho tucano, “Para o alto e ao Infinito) como o defensor galático Buzz Light Year. A saga continua.

  8. Se quiser se candidatar a governador em 2010 vai ter que enfrentar o Beto Richa na convençaõ do partido. Fato é que o Beto esta forte e o alvaro meio fraco. O Alvaro tera dificuldades pela frente.

  9. Endosso e acompanho qualquer decisão que Álvaro Dias tome a respeito de sua ida para outro partido ou mesmo criar um novo que represente o bom senso e a coerência que ele sentiu que o PSDB vem perdendo ao longo destes anos, desde que Mario Covas se foi.
    Quanto a Beto Richa, não é tão burro e estúpido quanto o querem alguns, imaginando que ele vá esquecer quem mais o apoiou em sua vida pública.
    Se Beto Richa esquecer o quanto deve a Álvaro Dias ao longo de sua ainda curta carreira política, merecerá ser deixado de lado e afundar com todos aqueles que querem comer seu fígado.

  10. Incapaz que sou de fazer uma análise política tão acurada como a dos comentaristas que me sucederam – Zé do Coco e Falou – aviso que “geléia real” não é sinônimo de meleca, ou de angú, ou de coisa amorfa, ou qualquer outro similar.
    Geléia real é um produto absolutamente definido, de única origem (abelhas), com características únicas, não comporta imitações ou falsificações, com propriedades terapêuticas e cosméticas comprovadas pela ciência. Nenhuma destas características genuínas à geléia real se aplica a qualquer partido brasileiro.
    Deixem as abelhinhas fora das disputas políticas.

  11. O malandro do Alvaro, já está armando uma para sair do PSDB, por que com o Beto, não vai ter chance pois é um babaca, que só pensa no seu bolso, agora vai achar, que todos são imprestáveis, e só ele é o bonzinho, É UM PERUCÃO e “assumido”

  12. O malandro do Alvaro, já está armando uma para sair do PSDB, por que com o Beto, não vai ter chance, pois é um babaca, que só pensa no seu bolso, agora vai achar, que todos são imprestáveis, e só ele é o bonzinho,

  13. É estranho o senador se alvoroçar com a sopa de letrinhas,como se fosse ele o paladino da coerência política. Mal se lembra o senador, de que foi o partido dele que bancou casuisticamente o instituto da reeleição. Poder todos buscam como aves de rapina e se perpetuar nele mais ainda. Mas que democracia que nada !!!

  14. O álvaro pode ser o que for, mas o que disse tem total coerência. Os partidos políticos estão perdendo sua idêntidade e fadados a terminar como o PMDB está. O que acontece hoje em dia, são pessoas entrando e se elegendo em partidos políticos apenas para próprios interesses. O PMDB é o maior exemplo brasil afora, parece um partido de vários feudos, milhares de feudos e Senhores Feudais com distância absurda na ideologia de seus pares. Tem desde peemedebista esquerda radical, moderado, com nariz de tucano e verdista. Não existe no brasil o voto na legenda, na função de acreditar o aquela legenda propõe. É até ridículo alguém chegar na urna eletrônica e votar para vereador 15.

    Uma reforma política é urgente nesse Brasil pra fortalecimento dos partidos e de suas identidades.

Comente