Uncategorized

Se todos fossem iguais ao Garibaldi Alvez, adeus nepotismo

Deu no Cláudio Humberto:

Sério e aparentemente irritado, em expressão nunca vista pelos senadores, o presidente da Casa, Garibaldi Alves, anunciou o afastamento de Alberto Cascais do cargo de advogado-geral do Senado. Segundo Garibaldi, a justificativa para a atitude foi “o não cumprimento de Cascais com os seus deveres, onde sua falta de ação foi alvo de condenação pela Procuradoria Geral da República”. Mais cedo, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, protocolou uma reclamação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o descumprimento, por parte do Senado, da súmula vinculante que proíbe o nepotismo nos Três Poderes. Para o seu lugar, Garibaldi informou que será nomeador o doutor Luís Fernando de Mello. Além do afastamento de Cascais, o presidente do Senado também informou a criação de uma comissão integrada por vários diretores do Senado, como Agaciel Maia e Bruno Dantas, para que esta possa atender às reclamações do procurador. Segundo Garibaldi, “todos os casos serão revisados de acordo com as críticas de Souza. A comissão poderá acrescentar novos casos diante da reclamação da PGR. O grupo terá 72 horas para resolver as denúncias e anunciar as medidas que serão tomadas com urgência”. Muito irritado, Garibaldi terminou o seu pronunciamento afirmando que “faça-se justiça e cumpra-se a lei”.

3 Comentários

  1. Conheci o Senador Garibaldi Alves como Governador no Rio Grande do Norte. Causou-me há época boa impressão, mas não acreditava que iria tomar medidas mais firmes com um mandato tampão, apesar do discurso de posse. Surpreendeu-me positivamente.

  2. Tenho tido boa impressão desse Senador Garibaldi, parece-me ser uma pessoa coerente, sensata e de posicionamento firme!

Comente