Uncategorized

“Quem quiser terreno, que entre na fila da Cohab”, diz Mounir Chaowiche

Um grupo de manifestantes, que até ontem ocupava a área invadida na rua João Dembinski, fez muito barulho hoje pela manhã em frente à sede da Cohab, em Curitiba. Queriam falar com o presidente da Companhia, Mounir Chaowiche, na tentativa de conseguir uma solução rápida para as cerca de 1.500 famílias despejadas pela Polícia Militar.

Dez representantes foram recebidos por Chaowiche, mas ouviram dele apenas uma frase. “A única forma de conseguir um terreno da Cohab é entrar na fila. Não há possibilidade de privilegiar alguns em detrimento de outros”, disse o presidente.

E a espera é longa. Hoje há pelo menos 60 mil famílias na fila da Cohab, à espera da casa própria.

Foto: Átila Alberti.

24 Comentários

  1. Marcos Jatobá Reply

    Mas que coisa, até antes da eleição este tipo de informação não ganhava a mídia. Agora que eles levaram os votos, que se danem os eleitores.

    FICA BETO!
    FICOU!

  2. Que a elite encastelada no poder em torno de Beto Richa, que mora no Batel e vai ao Country, fale assim ( “quem quiser casa que entre na fila” ) não é surpresa nehuma.
    E é muito bom a gente saber como essa gente pensa e como eles tratam o povo. Parabéns ao blog nesse caso.
    Mas que os chamados partidos populares não estejam nem aí para o problema, é de estranhar.
    O PT por exemplo, nasceu no movimento de resistência às “desocupações” promovidas por Lerner.Varios de seus líderes foram oriundos desse movimento, como Jairo Graminho, Manoel Izaias de Santana ( já falecido ) e tamtos outros…O próprio Gilberto Carvalho, hoje assessor do Presidente Lula, iniciou sua militancia social na Vila Feliz, ajudando a organizar um movimento que depois se ramificou pela categoria metalúrgica da qual ele fazia parte e na construção civil, com Davi Vasconcelos, dirigente sindical até hoje, ele próprio, morador de uma área ocupada. É incrivel, inimaginável mesmo, que depois dessa onda de “baixos teores” que assolou o PT vinda de ares mais setentrionais e até o PCdoB, os que não tem como ter sua própria casa tenham que ser apoiados por gente do PSDB, como “denunciou” o Secretário de Segurança….
    Tá tudo louco! O Secretário do Requião denuncia a “inspiração oposicionista” dos invasores. A polícia do Requião marcha em passo de ganso pela Fazendinha atirando bombas em excluídos pela miseria por esse capitalismo decadente.
    Os moradores são ajudados pelos “companheiros ” do DEM , do PSDB e da sogra do Ezequias…
    Enquanto isso o PT ( comandado em sua maioria pela ala light ou baixos teores ) e o PC do B ( diet ) fazem cara de paisagem…fingindo que não é com eles…
    Tudo para não ficar mal com a RPC, que ganhou 240 milhões de publicidade do governo Lula, a mesma RPC que combate até o Lula até a morte.
    Tá tudo virado sô!
    Só falta mesmo é uma dobradinha do PT com o Osmar Dias, o Ricardo Barros e o Requião.
    Se a máquina do tempo do Sabiá fosse de verdade, no Paraná ela já teria explodido em milpedaços…
    Reforma Política já!
    Chega dessa mesma curriola, que de dia se xinga para enganar o povo, e de noite bebe o mesmo whisky e come da mesma lagosta ao Termidor no Albatroz da Mateus Leme, galhofando de nossa credibilidade e inocência…

  3. Luis Adolfo Konig Reply

    COMO FICA A TÃO MENCIONADA CARTA DE PUEBLA. SLOGAN PARA CAMPANHAS EM 2010 PARA O PMDB:
    “Quem quiser terreno, que entre na fila da Cohab” Mounir Chaowiche

  4. Zé cabrunco Reply

    ao tio didi,

    concordo com você. Inclusive queria ver morto os bacanas moradores do springfield no batel. Ocuparam terreno publico há anos e as autoridades se calam..A ocupação impede a construçao de um binario ali, e haja engarrafamento. Para ser coerente, bala de borrachas neles tb

  5. É estranho ter que ser diferente, uma vez que a maioria das pessoas que estavam na invasão da fazendinha já possuiam moradia (muitos em outras áreas de invasão). Quer melhor investimento que invadir terra, não paga luz, água, IPTU, tem até alvará especial para invasor trabalhar, não existe lógica para estas pessoas que só se preocupam com “como ganhar um dinheiro ilícito e fácil em cima das coisas dos outros” (infelizmente não muito diferente de “alguns” políticos que estão sobre nós). Na própria fila da Cohab muitos só aguardam ser chamados para quando entrarem venderem o imóvel, por já terem moradia.

  6. O José Richa não admitiria jamias que um secretário seu tivesse uma atitude dessa!
    Beto Richa tenha respeito pelo povo e pela memória de seu pai.

  7. também sou fã da fer Reply

    tem gente que não pensa antes de dar sua opinião. Se os daí de cima estivessem legalmente inscritos na fila da cohab – como eu – não iriam defender nem por um minuto que a fila fosse furada por um bando de invasores. O munir está certo, a política de habitação obedece ao princípio da fila no brasil todo, que é o sistema mais justo quando os recursos são escassos. Invasão de propriedade alheia é crime e quem invade sabe disso. Principalmente quando tudo é orquestrado por grupos que tem interesse na invasão.

  8. Essa declaração é a cara da “administração” Beto Richa, que só privilegia bacanas, shopping centers e empreiterias. Chamem o Beto 77% pra resolver o problema.

  9. Mounir
    Voce que entende de politica habitacional explica para nos algumas coisas:
    A) Quantos terrenos daria para comprar com os valores do aluguel pagos ao Sr. Joel, (R$ 50.000,00 por mes) no prédio para onde voce disse que iria transferir a COHAB no mes de março deste ano e até hoje nada aconteceu além de pagar o polpudo aluguel.
    b) Quantas casas dariam para construir, com o salário pago a alguns assessores da Diretoria que não aparecem para trabalhar.
    c) Quantas relocações da para realizar com os valores pagos a uma determinada locadora de veiculos que atende a COHAB, com veiculos descaracterizados para propiciar mordomias a alguns diretores.
    d) Beto, voce que ficou, será que dá para desficar este SR. Mounir
    e) Desfica “seo Mounir”

  10. Não sei porque tem umas pessoas que ficaram bravas com a frase. Se existe uma fila, há que se respeitá-la. Agora só porque estavam na invasão querem passar na frente dos outros? Pra mim deveriam ir todos para o final da fila E outra, a COHAB dá preferência para as familias de baixa renda e que pagam aluguel. É isso ai: “Se quiser casa/terreno quase de graça, tem que ir pra fila.”

  11. Gui Albuquerque Reply

    Triste começo da gestão Beto Richa com uma pessoa que nós curitibanos não conhecemos e no norte quem o conhece fala com desconfiança.

  12. O Silvio Santos anunciava “quem quer dinheiro…” agora mudou,” quem quer terreno….”
    Pois é pois é, o cara tá certo, fila, não podem usar da força,ou seja, da mesma força que invadiram terras alheias e pela força quererem ser privilegiados e não querem enfrentar a fila da COHAB.
    Vão pra fila,mas,voltem para onde estavam antes da invasão,esta turma tem um comando central,e, está me cheirando a vereador pau mandado do Duce que não se elegeu…

  13. Esse Monir não tem uma boa imagem na Caixa Econômica e não sei como o Beto Richa foi trazer essa pessoa para a administração da nossa cidade. Espero, de qualquer maneira, que as informações de que o Beto não o manterá na Cohab se concretize, afinal apoiamos o Fica sabendo que algumas peças da administração iriam sair, dentre eles, por diversos motivos a figura citada.

  14. Na Cohab e na Prefeitura chamam esse cara de Munir Salsicho, talvez pela forma de administrar.

  15. A frase está correta, o jeito de falar é que não foi adequado. A maioria dos comentaristas, esquece que o recurso da habitação é quase que exclusivamente federal e a COHAPAR e a COHAB, trabalham como agentes fiadores do financiamento, ou sejam, ficam com o risco da inadimplência. A maioria dos invasores, tinha moradia. Alguns, pagavam aluguel e alegavam não o suportar. Outros, vieram do interior, tentando mudar de vida. Ou seja, todos que invadiram, aceitaram correr riscos em busca de algum lucro ou melhora de vida. Também estava organizados, em especial para a resistência. Colocaram de maneira deliberada barricadas com pneus e madeira para queimar, bloqueando acessos e colocaram crianças e mulheres como escudo, para que estes fosse deliberadamente feridos, provocando imagens que fossem úteis para apoio popular. A Prefeitura, que não participou da desocupação, mas sim da assistência à estas pessoas através da Saúde, FAS e Conselho Tutelar; ainda recebeu representantes desta invasão no dia seguinte. Mostrou respeito, apesar de não poder atender as reinvindicações. Não vi este pessoal ser recebido pelo Governo do Estado nem pelo Governo Federal. Acho, portanto, que as críticas devem ser voltadas para quem merece; neste caso, a Prefeitura é quem tem a menor parcela de culpa, se tiver.

  16. Veiculos alugados dos donos do transporte coletivo.
    Prédios alugados dos laranjas das empresas de transporte coletivo.
    Mordomias para os “aspone” reocmendados pelos donos das empresas de transporte coletivo.
    Essa é administração Beto Richa, uma continuação da administração Cassio Tanabrucha, da administração Raphael Greca Meleca e essa por sua vez da Administração Jaime Lerner. Tudo obra do mesmo grupo que, graças à incompetência do PT Baixos Teores e sua falta de capacidade de resistir aos encantos dos cargos oferecidos pelo Fuherer Requionen, permanece a decadas no poder em Curiitiba. Basta lembrar que o Derosso, com apoio do PT Light ( ou Baixos Teores ) , vai se eleger, pela oitava vez, presidente da Camara. Tudo por dinheiro! Ou melhor, por um carguinho na mesa da Camara! Triste PT enquanto continuar seguindo essa tendencia “baixos teores”…

  17. O que se podia esperar de um engravatado desse. Com certeza não entende NADA de moradias populares, de pagar aluguel, de ter alguma vez passado fome, ficado sem dormir pensando em como pagar as contas,etc,etc,etc. Esse são os “chupanças” agregados da PREFEITURA. Pediram para ficar, FICARAM a ver navios.

  18. Perfeito Mounir!!!

    É isso aí, quem quer terreno que entre na fila mesmooOOO!!!
    A fila é pra ser respeitada, ou não???

    Muito fácil esse povo invadir áreas nobres e depois correr querendo furar a fila que muitos que aguardam a tempos!!

    Fala sério “comentaristas”, o cara está corretíssimo…

  19. Para Maria Paz:
    Para quem não o conhece… que não o julgue!!!!
    Ele, como muitos brasileiros, nasceu pobre, até passou fome quando veio morar em Curitiba, no entanto lutou para ser quem é e para ter o que tem!
    Não estou protegendo o presidente da Cohab. Só acredito que antes de falar algo, nós devemos conhecer ou pelo menos saber o que estamos falando!

  20. Gostaria de exprimir a magoa que tenho com a Cohab, sou cidadao nascido e criado em Curitiba, voto nesta capital, minha esposa esta gravida de oito meses, estou inscrito nesta fila ja fz uns 7 anos, e ainda não recebi minha residencia, dao preferencia para pessoas que vem do interior que invadem areas de mananciais a convite destes mesmos politicos que prometem em troca dos votos destes coitados uma casa na cohabm, estou acreditando que para conseguir um imovel nestas condiçoes, só invadindo, indo morar na beira do valetao, Quero concluir que os curitibanos nao tem vez assim como eu nao tive, vou ter que continuar assim como meus pais que sao curitibanos tambem, morar de aluguel, ate que esta politica mude, entao como nao ha possibilidade disto acontecer vou desistir de ir todo o ano renovar meu cadastro…

Comente