Uncategorized

O PT e o nepotismo

“Nepotismo não pode!” A frase é curta e direta para os 32 prefeitos eleitos pelo PT no Paraná. Fechadas as eleições, com o fim do segundo turno, a decisão da Executiva estadual do PT de orientar os prefeitos eleitos pela sigla a não contratarem parentes mesmo para cargos de secretário já é de conhecimento de todos do partido.

Não pode e pronto. Só não vale tentar entender por que, por duas vezes, desde 2006, o PT do Paraná se recusou a apoiar Proposta de Emenda Constitucional apresentada pelo deputado petista Tadeu Veneri, para acabar com o nepotismo no Paraná.

Em 2006, Angelo Vanhoni, Natálio Stica, Hermes Fonseca e Pedro Ivo se retiraram do plenário, seguindo orientação do governo Requião para barrar a medida. Quatro votos que foram determinantes para o arquivamento da proposta.

Nepotismo não pode e, ao que parece, tentar entender o que mudou, também não.

6 Comentários

  1. Faz parte da opera-buffa que é o PT.
    O cínico Duque de Mantua cantava ‘la donna è mobile” mas o mobile era ele mesmo.

  2. Ah, tá, então é o PT velho de guerra, submisso aos caprichos do Duce do Canguiri…

  3. E o Lulinha com os contratos miliardários?
    E o marido da Lurian em Itajaí, com seu Lobbies?
    E a Marisa com o cartão corporativo?
    PETEZADA DEMAGÒGICA.

  4. Tentar entender o que o PT paranaense fez nesses tempos requianistas? Nem pensar!

    Infelizmente já desperdicei meu voto com o PT algumas vezes!

    O PT só serviu de trampolim para o PMDB nestas eleições!!

    O PMDB cresceu no Brasil, graças também ao PT.
    Agora sim estamos perdidos, nas mãos de populistas e afins!
    Obrigada senhores petistas!

  5. Somente volto a votar no PT se toda a bancada se unir para caçar o pseudo governador e seus nepotes.Essa é a única maneira de o PT renascer das cinzas covardes nas quais o partido mergulhou.

Comente