Uncategorized

“Belinati vai assumir a prefeitura em janeiro”, diz Barros

O presidente estadual do PP, deputado federal Ricardo Barros(foto), garantiu hoje que está otimista com relação a posse de Antonio Belinati em janeiro.

“Nosso direito é muito bom, apresentamos todos os argumentos possíveis para mostrar a legalidade da candidatura de Belinati. Por isso, não trabalhamos com outra possibilidade a não ser a de que Belinati é o prefeito eleito de Londrina e exercerá o seu mandato como deve ser, respeitando a vontade do povo”.

A expectativa da defesa, caso a decisão não seja revista pelo próprio TSE, é que o processo seja julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dentro de 40 dias.

21 Comentários

  1. com certeza o STF vai fazer valer o voto do povo e a JUSTIÇA, coisa esquecida pelo TSE.

  2. Em qual delegacia de Policia?
    E esse Barros que saiu fugido pelas janelas do fundo da Prefeitura de Maringá?E os processos contra ele no MInistério Publico de Maringá. Boi preto procura boi preto, Ficha suja procura ficha suja

  3. Nada alem do normal acontecer o que Barros previu nesta coletiva, é apenas o direito que o povo de Londrina escolheu, corretissimo!

  4. O povo foi, mais uma vez, enganado por Belinati. Votou num candidato que se dizia “limpo”, liberado pela Justiça, mas isso não era a verdade. Tanto que o TSE corrigiu essa pataquada. Só lembrando que a candidatura do Belinati já estava cassada desde antes do primeiro turno. Ele tinha o direito de recorrer contra a cassação, mas sabia que corria o risco de ser mantida a impugnação, o que anularia os votos dados a ele. Mas isso Belinati não contou ao eleitorado. A decisão do TSE não é, sob hipótese alguma, ameaça à democracia e à vontade popular em Londrina, como dizem alguns belinatistas. É uma decisão que veio tarde, é verdade, mas veio ainda numa hora certa: antes de Belinati assumir o cargo. Sai mais barato fazer uma nova eleição (R$ 600 mil; R$ 1,80 por eleitor) do que manter Belinati na prefeitura (prejuízo do mandato passado: R$ 180 milhões; R$ 540 por eleitor). E esse Ricardo Barros que vá tratar de seus próprios problemas com a Justiça, que não são poucos. Ontem, mesmo, saiu a notícia de que ele foi condenado no caso Aeroservice, caso que provocou a famosa fuga pela janela…

  5. Maurício diz a verdade!!
    A Melhor coisa do Ricardo Barros, é a Mulher.

    Cida eu te amo!!!!!! Voto em vc mais 10 vezes!!!!!
    Vc é a melhor Deputada do Paraná!!!!

  6. QUE CERTEZA QUE ESSE SUJEITO FALA HEIN?
    IMPRESSIONANTE. ATÉ PARECE QUE “ACERTOU” TUDO.
    EH, BRASIL DO MENSALÃO, DO DÓLAR NA CUECA, DA MÁFIA DO ORÇAMENTO, DO FILHO MILIARDÁRIO,
    DO SARNEY, DO LULA, DO COLLOR, DO RENAN CALHEIROS, DO OSMAR DIAS, DO REQUIÃO, AGORA TODOS JUNTOS NO MESMO PROJETO!

  7. O judiciário está mais que certo em tomar essa decisão, já que o povo de Londrina gosta de ser roubaaado..

  8. No picadeiro da política londrinense só faz aumentar os palhaços, inclusive os não integrantes…

  9. Londrina levou um “fumus”!

    Em primeiro temos o candidato Belinati, que era inelegível para prefeito até Maio, pois ele tinha que em vez de ser premiado com um mandato responder pelos crimes que cometeu contra o patrimônio público de Londrina, cujo erário não é do governo, mas sim oriundo do trabalho de todos nós!

    O segundo responsável, que por ser o final é o maior culpado pela crise, é o Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado o ex-presidente da Assembléia Legislativa Hermas Brandão, que em Maio derrubou com uma medida no mínimo imoral e de caráter anormal a inelegibilidade do Belinati, o que foi para os Ministros do TSE uma ilegalidade.

    O Hermas Brandão, cria dileta do Aníbal Curi, foi o “capo di tutti capi” na Assembléia Legislativa, mas antes disto foi secretário da Agricultura no governo Lerner, cargo do qual saiu acusado de desvio de dinheiro público. Neste episódio recebeu duras críticas e agressões por parte do então senador Roberto Requião.

    Na eleição passada o Hermas foi indicado a concorrer como vice-governador ao lado de Requião pelo PSDB, o que não foi permitido pela direção nacional, que fez a intervenção na direção do partido assim anulando o resultado da convenção que o havia homologado como postulante a vice governador pela chapa do PMDB, pois o Requião é historicamente inimigo do PSDB.

    O Hermas Brandão como compensação por não ter podido concorrer a vice com o total apoio do Requião foi indicado Conselheiro do Tribunal de Contas e hoje quer ser o presidente do mesmo com o apoio deste grupo palaciano, pois o Requião necessita do mesmo para poder aprovar suas contas.

    A relação entre o Hermas e o Belinati é antiga e foi o Hermas um dos principais articuladores no processo político que levou a indicação da Emília Belinati para ser a vice governadora do Lerner!

    O compadrio entre os dois é tão explícita que pelo Projeto de Lei nº 773/2007, de 31/10/07, de autoria do deputado Antonio Belinati, a Assembléia Legislativa concedeu o título de Cidadão Honorário do Paraná ao Conselheiro Hermas Brandão.

    Pelo Acordão nº 658/08 o compadre Hermas retribuiu ao compadre Belinati, pois por seu encaminhamento o pleno do TC-PR concedeu a liminar de efeito suspensivo ao Pedido de Rescisão, reconhecendo do ponto de vista jurídico uma verdadeira aberração ao reconhecerem legalmente apropriados e legais a presunção do “fumus boni iuris” e do “periculum in mora” em detrimento de todos os pareceres técnicos contrários.

    Tanto a Diretoria de Análise de Transferências do TC (Parecer 171/08-DAT), quanto do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas (Parecer 7773/08) salientaram a preclusão do direito do peticionário em demonstrar a regularidade da prestação de contas e a ausência do “fumus boni iuris” e o “periculum in mora”.

    O Hermas Brandão, que caso fosse um Conselheiro sério teria se considerado impedido, Chamou para si a inteira responsabilidade de votar contra os pareceres técnicos e favoravelmente a seu compadre Belinati. Isto quer dizer que o Hermas “presumiu” que o que Belinati fez foi legal pelo fato de o ocorrido “não estar totalmente comprovado” e que por isto ele tinha a possibilidade de “perder um direito” pelo perigo da demora (periculum in mora) e “ser “prejudicado pela perda do mesmo”, no caso os direitos políticos.O que foi uma grande mentira, pois está provado que ele não usou os recursos do DER no que tinha sido contratualmente estabelecido, enfim, isto implica no fato de que ele cometeu um crime.

    Pela lei o TCE não poderia e nem teria competência para de forma alguma suspender sua própria decisão de reprovar a prestação de contas de um convênio entre a Prefeitura de Londrina e o Departamento de Estradas de Rodagens (DER), relativa a ultima administração do ex-prefeito.

    Caso a decisão correta tivesse sido mantida, já que os processos de improbidade administrativa contra o Belinati somam várias dezenas e não somente ao referente a este caso, o TSE também é vítima circunstancial, pois jogaram a “batata quente” para eles tomarem a decisão. As posições legais do ministros estão sendo questionadas pelos caro$ e competente$ advogado$ do Belinati, que agora contam com a assessoria da banca do ex-ministro Sepúlveda Pertence.

    Não acredito que o STF venha a acatar os pedidos dos advogado do Belinati, pois desde Setembro eles decidiram em consenso geral, que o Supremo não vai analisar reclamações que questionam a desaprovação feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de registros de candidatos às eleições 2008
    O Procurador Eleitoral Néviton Guedes fez a defesa da Justiça Eleitoral, que está sendo criticada pela lentidão na decisão de cassar a candidatura de Antônio Belinati à Prefeitura de Londrina.
    Ele disse que não houve nenhum atraso nas decisões, pois o Tribunal Regional Eleitoral tinha cassado o registro do candidato em 5 de setembro, isto é, muito antes do primeiro turno.
    O Belinati se valeu da brecha que a legislação lhe conferia de recorrer a instâncias superiores, sendo essa, portanto, a razão de o processo ter seu curso demorado.

    O candidato do PP, o mesmo partido do Janene e do Barros, como o seu eleitorado sabiam dos riscos que o já condenado Belinati estava correndo!

    A decisão do TSE vai ser respeitada pelo STF e o segundo turno será considerado válido, se anulando apenas os votos depositados ao candidato cassado. O recurso julgado pelo coletivo de ministros que determinou a cassação de Belinati foi interposto contra a decisão proferida anteriormente no TSE apenas pelo relator, sendo, portanto, legalmente superior. Desta forma a Resolução 22.712 de 2008 determina em seu artigo 153 que a decisão sobre o registro de candidatura retroagiria somente até a data da decisão recorrida, a qual foi proferida após o primeiro turno das eleições em Londrina, encontrando-se válida a votação do primeiro turno, na qual o candidato do PP Antonio Belinati foi o primeiro colocado.

    O artigo 153 é claro: O indeferimento de registro de candidato tem eficácia imediata, retroagindo, em caso de pronunciamento em sede recursal, à data da decisão inicialmente proferida, computando-se como nulos os votos que lhe forem atribuídos (Código Eleitoral, artigo 175, § 3º e § 4º).

    Assim o Hauly por direito é o novo prefeito de Londrina eleito e a 41a. Zona Eleitoral deve proclamar sua eleição pela cassação do registro da candidatura de Antonio Belinati a anulação de seus votos.

  10. Ele disse a mesma coisa antes da decisão do TSE e Belinati foi cassado. Acho que depois dessa do Ricardo Barros, realmente o Tio Bila ta ferrado……

  11. Se eu fosse um eleitor iludido pelo Belinati e descobrisse um pouquinho do que o Barros sabe sobre o Belinati e mesmo assim continua finaciando e se expondo defendendo o deputado ficaria roxo de vergonha!

    Quanto à vida do Hauly eles vasculharam tudo e nada encontram, pois os dois únicos processos que estão na justiça contra ele é um do Requião que não aguentou ouvir algumas verdades e outro movido por um pelego burocrata sindical pelos mesmos motivos, pois tal qual o Requião se diz “caluniado”.

  12. Nós passamos uma vida esperando justiça,agora que conseguimos um pouco de justiça aparece esse senhor ficha suja defendendo um pior do que ele,por favor senhores JUIZES VAMOS MANTER A JUSTIÇA.

  13. A ordem veio do Planalto e o emissário é o vice-lider na Câmara dos Deputados Ricardo Barros: “Dêem posse ao Belinatti”!
    Por que será?

  14. júlio césar Reply

    Cadeia para Belinati, cadeia para Hermas e cadeia para Ricardo Barros

  15. PAULO SÉRGIO Reply

    Será que o Antonio Cassemiro não é como o Daniel Dantas que tem “facilidades” no Supremo ??

  16. Ao Fernandes:
    Chato, ridículo e “passional” ( quem puder me explique as aspas ).

  17. silvia helena Reply

    se belinati foi eleito pelo povo ele tem q ser prefeito de londrina,por que deixaram ele se candidatar a prefeito,ele é bom e sempre sera o melhor prefeito de londrina..
    feio sera outro candidato ocupar um cargo de prefeito de londrina sendo que o povo não elegeu ele é vergonhoso…
    belinati estamos com você……..

  18. carla caroline Reply

    belinati nosso prefeito estou com vc nos te escolheu e assim tem que ser .tio bila vai e tem que assumir a prefeitura …

  19. thaiz rodrigues Reply

    que pouca vergonha nos decidimos q belinati é prefeito e agora com esta frescura de tirar ele o direito q o povo deu belinati estou com vc nos prefeito …..

Comente