Uncategorized

O ouvido de Requião na conversa entre Beto e Osmar

“Eu só serei candidato se você for à minha casa pedir para que eu seja”. Esta é a frase que Beto Richa costuma repetir quando encontra Osmar Dias. E foi assim que ele o recebeu para o almoço de ontem, na prefeitura, ao lado do deputado Valdir Rossoni.

Indisfarçável era a ciumeira de outro deputado que se juntou ao grupo, o pedetista Augustinho Zucchi (foto), que trabalha pela aproximação de Osmar Dias ao PMDB de Requião. Zucchi, parceiro de Raska Rodrigues desde a época em que dividiam quarto na Casa do Estudante, sonha com uma chapa majoritária onde entrem Osmar Dias e Requião, lado a lado, como se nada houvesse acontecido em 2006 entre os dois.

Aliás, a conversa entre Beto Richa e Osmar Dias teria ido além não fosse a presença do requianista na roda.

11 Comentários

  1. Desencanado! Reply

    Quem esse Zucchi? Ele nunca foi e nunca será proximo do Requião…..Aliás, ouvi dizer, que nos rincões onde tem voto – sodoeste – o chamam de chopim.

  2. um aparte sobre Willian, Política, Porcos, Futebol e Pérolas, não necessariamente nessa ordem…

    SONHO DE UMA NOITE DE ELEIÇÃO

    José Santos da Silva, casado, pedreiro, cidadão de papel passado, honrado trabalhador brasileiro. José, não se faz necessário, chamaremos Zé nosso herói trivial. É véspera de eleição, dourado encerrar de tarde, e Zé vai pela inevitável trilha que o leva à sua fuga, o bareco humilde de taboa e mesa de lata, segue madrugado e fadigado, mais isto só faz multiplicar aquele brilho especial de seus olhos, a reluzente marca de quem bravamente conquistou com os punhos mais um dia, dignidade inconfundível do labor honesto.

    Zé acena seu boné à porta do boteco, sendo prontamente igualado por seus pares, adentra o recinto e percebe o enorme burburinho, é a tal eleição. Zé faz questão de anunciar aos amigos, que estás pronto a votar, afirma orgulhoso que não apenas lembra o nome de quem votou como acompanhou a lide de tais figuras, estando mais que preparado para botar pra escanteio os ineptos, (risos…) Zé, bruscamente interrompido pela onda de gargalhadas desencadeada, sustentando ainda o arquétipo social imperioso, volta-se totalmente para dentro de si, protegendo-se por meio de um valioso sorriso amareleado. Na torrente de seus anseios e pensamentos, misturados com a grotesca cena que o envolve, o confuso Zé tristemente nota o abominável e incontestável fato, se brasileiro conhecesse, cobrasse (e infinitos asses similares) a POLÍTICA como o profundamente o faz com o FUTEBOL, o Brasil inevitavelmente (como a primavera de Guevara) seria a Suíça Continental das Américas.

    Américas, éricas, as, s, s …Um espasmo, e dois mundos se rompem, brevíssima sensação de total perdimento, imenso torpor, Zé dá uma esticadela nos braços, boceja vigorosamente para mais um despertar. O discurso firme tão vívido, perde rapidamente os contornos, aquele sonho, sonho de uma noite de eleição, sonho que nada, pesadelo é o que profere Zé ao relatar o caso para mulher. É domingo, Zé acorda contrariado, tem que votar brada sua companheira, nem pode desfrutar do singular dia de descanso.

    Caminha o nosso Zé, em direção do voto, cabeça fervilhante, pensa em mágica, financeira claro, o dinheiro teima em ser mais curto que o mês, os problemas dobram os quarteirões de sua mente, pensa na filha, cujo diagnóstico nunca é claro e os longos meses que se vão entre as confrontantes consultas, ensaia o desespero que é imediatamente contido pela maturidade forjada pelos calos da vida. Pensa no dia de amanhã, e na comida que tem que colocar à mesa, do menor ao maior dará um jeito, como sempre, pensa e acredita, ora, pede e faz figa.

    Zé, olha aí caro Zé, é a zona eleitoral. Zé mais que pasmo, voltando de cruel ilação mental, automaticamente leva a mão a sarjeta, apanha um “santinho” qualquer, ta na hora, vai assim mesmo. Zé honra o dever, na saída, como o primeiro raio de sol que despontava entre o céu nublado, sorriu pela primeira vez naquela emblemática manhã, lembrou-se daquele sonho que tivera, um sorriso maroto lhe cortou a face, pois estava a indagar “consciência política pra mim ? ah…. é tão inútil quanto pérolas aos porcos”.

    Diego Renan Ceccon
    Acadêmico de Direito e projeto de escritor nas horas vagas.

  3. Marcos Strasson Reply

    Quer saber, o Osmar tem mais é que se livrar do Beto, porque senão vai ficar a reboque do tucano. Abre o olho Barbudo!

  4. SO PODIA O RASKA RODRIGUES ESTAR NO MEIO ,……ISSO GOSTA DE UMA TRAIRAGEM,,,,,,,,,,

  5. Esses Zuchi e Rasca são dois traia. Não compraria carro usado desses dois.

  6. Tem uma “patota” que fica doente e alucinada em saber que o Beto e o Osmar estão em plena sintonia e que partirão unidos, rumo a sucessão de 2010 no Estado do Paraná!
    Queiram ou não, é o que se apresenta a realidade por ambos acertada!

  7. Deu no Magna Curitiba (http://magnacuritiba.blogspot.com):

    “Requião pode concluir mandato em 2010

    O governador Roberto Requião pode terminar o mandato em 2010 e não disputar uma vaga no Senado. Esta informação, do secretário-geral do PMDB do Paraná, João Arruda, caiu como um balde de água fria nos aprendizes de bruxaria, que ensaiavam antecipar a disputa pelo Palácio das Araucárias.

    Arruda acredita que, para o partido, é muito bom que Requião dispute uma nova eleição. Segundo ele, o governador ainda tem muita força política. Mas, ainda de acordo com o secretário-geral, é evidente que essa é uma decisão que cabe ao próprio Requião.”

  8. “Requião e Osmar na Chapa dos Sonhos do Rasca”…

    E onde é que numa hora dessas está a Gleisi que quase conseguiu derrotar Alvaro Dias para o Senado?

    Devidamente queimada por uma derrota acachapante para o Beto…que abriu um palanque enorme para o José Serra em 2010!

    Para quem a Glesi Deixou espaço nessa?

    Ora, para o Requião é claro , pois a outra vaga é da Direita, do Osmar ou de quem a direita quizer…

    Será que foi só “Burrice do PT” ter queimado uma candidata como a Gleisi que teria tudo para ser páreo duro para Requião ou até o Osmar?

    Ou terá sido esperteza demais?

    E esse “acordão” passa por muito mais coisas do que pensa nossa vã filosofia?

    Quem diria…o Rasca…

    De “Rascunho” na CELU a articulador de “Dream Team”…

    Isso é que é subir na vida!

    É o nosso Lula ?

  9. Valdo X Picanha Reply

    E o Osmar só dá ouvidos a esse Deputado … acorda senador … acorda senador … tá na hora de mudar equipe e ouvir outros deputados … acorda senador … acorda sendor …

  10. Zorba furada! Reply

    Que nada!

    O pessoal do PT de Londrina quebrou o rabo na capital!
    Ainda pouco acostumados com o poder acreditaram que iriam coptar a almas de todos com os acertos feitos com a Globo-Gazeta e a rede Massa.

    Outra roubada ingênua foi o fato destes novos ricos acreditarem que iriam conseguir o acesso da Gleisi na classe média alta e a seus ambientes colocando a coitada desfilando nas passarelas e expressando o seu sorriso de botox em um shopping de segunda.

    Os caipiras do PT de Londrina quebraram o rabo na capital!

  11. Regina Mendes Reply

    Este relacionamento do Rasca-Zucki-Osmar é só amizade? Gente que mora em casa de estudante, caserna e seminário normalmente não é muito normal.

Comente