Uncategorized

Empreiteiras foram maiores doadoras de Beto Richa

Os principais doadores da campanha de Beto Richa foram empreiteiras, revela hoje o jornal Gazeta do Povo. As maiores doações foram da Camargo Corrêa, escolhida em licitação para executar, em parceria com outras empreiteiras, a primeira fase da Linha Verde, e da Construtora Triunfo – cada uma destinou R$ 300 mil.

A terceira maior doadora entre a empreiteiras foi a Piemonte Construções e Incorporações, que colaborou com R$ 200 mil. Os dados fazem parte do relatório final de prestação de contas que o prefeito encaminhou à Justiça Eleitoral.

As empreiteiras destinaram pelo menos R$ 1,5 milhão à campanha, o que equivale a um terço das doações recebidas de pessoas jurídicas. O valor total recebido de empresas foi de R$ 4,5 milhões (85% das doações). Somando o que Richa recebeu de pessoas físicas, do comitê, de partidos políticos e com a realização de eventos, as doações fecharam R$ 6.903.530,23. O prefeito investiu apenas R$ 1,5 mil do próprio bolso.


Entre as empresas que doaram acima de R$ 100 mil estão cinco fiéis doadoras de Richa, que colaboraram com a primeira eleição do tucano em 2004. Com exceção do banco Itaú, que doou R$ 100 mil tanto em 2004 quanto em 2008, as demais aumentaram o valor. A Microsens – empresa de informática – foi a que deu o maior salto proporcionalmente: de R$ 13,8 mil, em 2004, para uma quantia estimável de R$ 100,6 mil, em 2008. A Camargo Corrêa aumentou a doação em R$ 100 mil; a Imcopa – indústria de óleos – em R$ 80 mil; e a Piemonte em R$ 170 mil.

Na última eleição Richa arrecadou R$ 2,7 milhões a mais do que 2004. Segundo a assessoria do prefeito, neste ano foi mais fácil conseguir doações, já que o candidato tinha aprovação da população, largou na frente nas pesquisas e fez aliança com dez partidos. A assessoria, no entanto, completa que não foi fácil conseguir doadores e teve de buscar outros meios, como um jantar a R$ 1 mil o convite que rendeu R$ 1 milhão.

Com relação à participação de construtoras, o presidente do comitê financeiro do PSDB, Fernando Ghignone, diz acreditar que elas devam ter financiado outros candidatos. “Ninguém está pensando em retorno porque toda relação com o município e empresa é feita por meio de licitações e concorrências públicas. Vence aquela que oferecer melhores condições aos municípios”, afirma. “Imagino que muitos desses contribuintes de campanha sejam idealistas que vêem na liderança do candidato a perspectiva de dias melhores.” A previsão de campanha era arrecadar R$ 9 milhões no primeiro e segundo turno que acabou não ocorrendo.

Gastos

O maior gasto de Beto Richa foi com a produção de programas de rádio e televisão, em que foram gastos R$ 1,2 milhão. Richa foi o candidato que teve mais tempo para exibir seus programas nos meios de comunicação. O segundo maior gasto foi em publicidade por materiais impressos (R$ 733,7 mil). Despesa com pessoal foi o terceiro maior gasto declarado (686,7 mil), seguido por combustíveis (R$ 584,4 mil). O prefeito não gastou com comícios nem declarou ter feito doações financeiras a outros candidatos.

21 Comentários

  1. E quem vai pagar essa conta das “Doações”??
    O Povo de Curitiba é claro!
    Ou vcs acham que as Construtoras não irão cobrar a fatura??
    E KD a grana que sobrou??
    Ficou em Miami ou Las Vegas???
    FICA!!! Fica pagando a conta!

  2. Ja virou rotina – perderam a vergonha – Empreiteira com a maior obra, é tambem a maior doadora – Em qualquer democracia séria isso seria CORRUPÇÃO – mas aqui que a coisa desandou mesmo…ninguem liga – nem o Ministerio Publico – que consome uma dinheirama em salarios e nem tampouco as instituições como Camara Municial e A.L.

  3. Ainda bem que as doações são permitidas, pois assim o povo não sofre as consequências .
    JOVEM , informe-se melhor , antes de plantar inverdades por aquí, ou você é petista ?

  4. Marcos Strasson Responder

    À SUZANA
    Minha senhora, ninguém faz uma doação desta monta sem uma perspectiva de receber de volta. Neste caso é pior, porque as empreiteiras já receberam adiantado.

    A senhora deveria avaliar melhor seus comentários antes de ficar dizendo asneiras por aí.

  5. Suzana…..Como que o povo não paga a conta?? Você acha mesmo que alguem doaria 200 ou 300 mil reias sem querer nada em troca? Você doaria dinheiro seu?

  6. As doações são legais e estão dentro das leis da constituição, então porque o questionamento de pessoas com o intuito de denegrir a imagem de pessoas sérias. A gazeta do povo tem que colocar também quem fez as doações do PT e do PMDB, assim acho que não haverá questionamento.

  7. daqui a pouco vem a justificativa…… é mas a empresa tal também “doou” para a campanha do cara…

    como se um erro justificasse o outro.

  8. Nada disso vovo !
    Eles vão dizer que isto não é novidade.
    Que os outros sempre fizeram da mesma forma.
    Que isto não é ilegal.
    Que as empreiteiras gostam de fazer caridade.
    E viva a democracia !
    É o caso humanitário da diretoria do Atlético.
    Qualquer ato se justifica, por uma “grande causa”.

  9. SUZANA
    A tempos atrás já disse que vc não entende nada de Política, e sugeri a vc ir para casa dirigir seu tanque e seu Fogão!
    A verdade nua e crua, deve ser dita sempre!
    Siga seu caminho, ou seja, vá para casa!

  10. O escarcéu, fuzuê, aprontado pelo pessoal irado da Band , o CQC, que desnudou o programa de creches em Curitiba, e que foi divulgado no blog do Fábio Campana, com direito a mais de 50 comentários, deve ter deixado em polvorosa a Comunicação Social da Prefeitura de Curitiba e a Secretaria Municipal de Educação. Se esse programa, que mostrou a miséria em que vivem algumas mães, que preferem levar seus filhos nos carrinhos para catar papel, ao invés de deixá-los em uma creche, tivesse ido ao ar durante a campanha que reelegeu Beto Richa prefeito de Curitiba, seria um Deus nos acuda. E circula, ainda, nas redações de jornais e gabinetes de deputados, um dossiê de arrepiar os pelos. Este, no caso, é na área de obras e envolve um colaborador direto do prefeito que, aliás, não tem nada a ver com o peixe.

  11. Simplicio Figueira Responder

    A campanha do BETO não foi a única da históriia da humanidade que recebeu doações de construtoras e empreiteiras. Todos os candidatos receberam, Lula, Requião, etc…, uns em maior escala outros em menor. Até o OBAMA(amigo do Rocha Loures) teve grana delas. Olha gente, deixem de falso moralismo e vamos à luta, pois tem coisa muito mais importante para Curitiba se preocupar.

  12. Ei, quando as empreiteiras q asfaltaram a Laudelino F. Lopes vão se acertar para arrumar o buraco (pororoca) q ficou no remendo? Será q a prefeitura sabe do serviço mal feito? Ei Sebah não pague a fatura não, viu!

    E aquele nojento vereador q dizia q foi ele q mandou asfaltar, vai aparecer pra ver a pororoca da Laudelino?

  13. ESTA GAZETA DO POVO É SINISTRA.

    FICA OLHANDO EM BAIXO DA SAIA DOS TUCANOS.
    SERÁ QUE AINDA ESTÃO POR VIR MAIS ALGUNS ADITIVOS PARA O DEVIDO T´RMINO DA LINHA VERDE OU AS MÁQUINAS IRÃO PARAR?

    pode ser tudo pode ser nada.

  14. Carlos Imperial Responder

    Procurem entre os doadores do PT e vcs não virão só empreiteiras, mas tmb doação de pessoa física de empresário envolvido e já condenado por corrupção.

  15. advogado do povo Responder

    é o sistema capitalista , campanhas custam milhões , há toda uma economia envolvida nisto , custam milhões e geram fortunas para candidatos e marketeiros , é o sistema , o coiso como se diz na Caros Amigos , não gostou ? faz campanha nanica sem gastos e atinge um por cento ou menos embora raras exceções possam existir .por isso os bancos e os empreiteiros são os donos das grandes fortunas no Brasil e no mundo.

  16. o “Jovem ” é aquele que chama o HSBC de Bamerindus até hoje. E olhe que pra mim que já não me considero tão jovem assim o Bamerindus é uma mera lembrança barbuda(ou chapeluda).
    Petista quarentão…

  17. Centro???
    Centro de que??? Dos Tucanalhas???
    Meu Caro, só usamos Bamerindus qdo citamos a mulher do Beto Preguiça. Fernandinha.
    HSBC é sucessor dos nossos prejuízos??
    Prefiro Tomazina a Londres!

  18. As mesmas Empreiteiras doaram mais para a Campanha da Gleisi do que para a do Beto, é só pegar a apresentação das contas e comparar!

  19. Só pra botar gasolina na fogueira:

    Se a empreiteira doou 300 mil para a campanha do candidato que iria vencer com folga, e venceu; porque então ela “jogou fora” 500 mil na campanha da candidata que iria perder e perdeu?

    Onde está a contrapartida? Afinal, pelo raciocínio apresentado pelos comentaristas aqui, toda contribuição de campanha pede uma contrapartdia, assim como, quando e de onde virá o retorno do “investimento” feito na candidata perdedora?

    Respostas neste blog, por favor…

  20. Petista quarentão, se decida se é um estatizante esquerdopata ou um liberal. Assim não dá.

Comente