Uncategorized

Polícia já tem suspeito da morte da menina Rachel

De Rodrigo Feres no Paraná Online

O ex-presidiário, Jorge Luiz Pedroso Cunha (foto), de 52 anos é o principal suspeito de ter cometido o crime. O ex-detento já cumpriu pena por estupro e por homicídio. A ficha policial do suspeito é vasta, inclusive com crimes contra crianças.

Jorge Cunha cumpriu 18 anos de cadeia por acusações de homicídio e estupro. O suspeito também é acusado de atentado violento ao pudor, falsificação de documentos e falsidade ideológica . Ele foi solto em 2006 após o Conselho Penitenciário do Paraná ter aprovado um pedido de comutação de pena.

Segundo a DH, Jorge se tornou o principal suspeito do crime após um comerciante, que disse ter vendido uma mala igual a que foi encontrada com o corpo da vítima na Rodoferroviária a ele, ter identificado a sua foto em um arquivo da polícia. O seu paradeiro ainda é desconhecido. Quem tiver alguma informação que leve à captura do acusado favor entrar em contato com a Delegacia de Homicídios pelos telefones 3363-1518 ou 3363-0121.

5 Comentários

  1. Vigilante do Portão Responder

    O cara estava com a prisão decretada e andava tranquilamente pelas ruas de Curitiba.
    É a eficiência da polícia do Paraná. Se o crime não dá mídia, fica por isso mesmo, nãõ procuram os acusados. Aposto que no caso da menina da mala, quando preso o assassino, virá o Delázzari na tv para fazer o proselitismo de sempre. Como o Secretário está nos EUA, vão esparar para capturar o bandido só depois do retorno.

  2. Se for realmente esse aí, o Conselho Penintenciário deverá ter algumas explicaçõezinhas a prestar à população que paga os impostos.

  3. Caso seja ele…

    Será que obrigatoriamente a polícia tem de só prender este monstro?

    Chega de ver estes tarados assassinos respirando o mesmo ar que nós!

    Tomara que ele reaja a prisão e a verdadeira justiça seja feita!

  4. Vigilante do Portão Responder

    Não pode não Fernandes. E os direitos humanos?
    O correto e prender e deixar na mesma cela que o Tiaozão “pé de mesa”. KKK

  5. Esse suspeito pode ter feito outros crimes, mas o da mala não foi ele quem cometeu.
    Uma vez que tem muitas pessoas como testemunhas dizendo que ele não saiu lá de Santa Catarina.
    Então se o vendedor da mala dizesse que seria um barbudo, iriam atrás de um barbudo.

    Vão prende-lo somente prá acalmar e enganar a sociedade. “Irão tortura-lo para se culpar”.

    Isso chama-se impotência de achar o verdadeiro culpado.

    E porque esse indivíduo cometeu vários crimes e somente agora que estáo prendendo?
    Já tinha que ser punido!

Comente