Uncategorized

Fabio Camargo e presidente do CREA se encontram após batalha judicial

Direto da fonte

Não deve ser amistoso o encontro do deputado estadual Fabio Camargo com o presidente do Crea-PR, Álvaro José Cabrini Júnior, que acontecerá amanhã, na Assembléia Legislativa do Paraná, durante o 34º Encontro Paranaense de Entidades de Classe.

É que o deputado exigiu do Crea-PR na Justiça a apresentação de documentos técnicos emitidos sobre as obras de desvio do curso do Rio Iguaçu feito para a construção da Usina Hidrelétrica Segredo, inaugurada em 1988.

Embora os documentos sejam de interesse público, Cabrini Júnior se negou a apresentar as certidões por duas vezes até a juíza da 8ª Vara Federal Cível de Curitiba, Seção Judiciária do Estado do Paraná, Vera Lúcia Feil Ponciano, determinar que o Crea fornecesse as cópias integrais de todos os documentos sobre as obras.

A juíza concedeu liminar favorável ao deputado estadual Fabio Camargo que, agindo no interesse da coletividade, quer analisar a documentação da obra devido a suspeitas de irregularidades na licitação, ocorrida em 1985. “Recebemos a denúncia de que as empresas vencedoras se utilizaram irregularmente do acervo técnico de outras empresas e que ainda podem ter fraudado documentos para atestar uma capacitação técnica que não possuíam. Estranhamente o Crea havia se negado a apresentar essas informações por duas vezes e tivemos que apelar para a via judicial”, afirma Fabio Camargo.

As informações, de interesse público, são arquivadas pelo Crea-PR, que age como órgão responsável por armazenar todas as informações sobre obras públicas.

5 Comentários

  1. Vigilante do Portão Responder

    E a bronca do Shopping com a tal rua que o edifício de bacana está impedindo, morreu na casca? A Ação judicial impetrada pelo Deputado era só de brincadeira ou ele emendou a inicial?

  2. Mais uma vez o Deputado Fabio Camargo ganha a minha admiração.
    Em certos “vespeiros”, onde ninguém quer mexer, ele se assegura da sua razão e enfrenta o problema. Desta vez, busca desvendar a construção de obra pública de enorme porte.
    Realmente causa estranheza a negativa do CREA em fornecer os documentos, referentes à construção da Usina Segredo, pois é direito constitucional do cidadão ter acesso a esse tipo de documentação.
    Que ótimo que o Deputado Fabio Camargo está agindo em nome da coletividade para esclarecer todos os trâmites da obra, mais uma vez provando sua coragem e o respeito ao povo que o elegeu.

  3. Esse Fabio Camargo é um vergonha para o Legislativo Estadual – É a rejeição em pessoa ou seja uma espécie do triunfo do trambique na política. Qualquer ação que ele tenha como parlamentar tem como objetivo não resolver ou “ajudar as pessoas” como dito e sim fazer uso de tal situação para tirar algum proveito. Acho que sómente a Comissão de ética na Assembléia – poderia dar um jeito, por que na sociedade – a resposta foi dada na ultima eleição.

  4. Rafael Filippin Responder

    O Deputado Romanelli fez a mesma investigação e a mesma acusação contra a capacidade técnica da empreiteira escolhida pela COPEL e pela ELETROSUL para construir a UHE Mauá. Qualquer semelhança é mera coincidência?

  5. Só à título de esclarecimento, respondendo à ironia acima, a ação que visa suspender a construção do Shopping, até que seja comprovada sua viabilidade sem a construção dos binários, ou seja, a ação que enfrenta frontalmente a invasão do Edifício Springfield, continua tramitando, aguardando julgamento. Ninguém se acovardou ou desistiu da ação; muito pelo contrário, luta-se por sua procedência.

Comente