Uncategorized

Justiça revoga prisão preventiva do filho do prefeito de Guaratuba

A Justiça revogou a prisão preventiva de Paulo Roberto de Souza Jamur, filho do prefeito de Guaratuba, Miguel Jamur, do PT do B. Paulo era secretário de finanças do município e estava foragido há 8 dias. Ele é acusado pelo Ministério Público do Paraná de estelionato por ter emitido cheques sem fundos em nome da prefeitura.

Como Paulo foi exonerado do cargo, a Justiça entendeu que não haveria mais motivos para manter o pedido de prisão preventiva. Na terça-feira, também foi determinado o afastamento do prefeito da cidade por suspeita de irregularidades na gestão do sistema de saúde do município. Amanhã, os postos de saúde de Guaratuba devem voltar a funcionar.

6 Comentários

  1. Mas q justiça mais mole, francamente!!!
    Queria saber se teriam essa atitude com um pobre, desempregado e q surrupiou um pacote de farinha de trigo para amassar um pão pros bacurinhos famintos e barrigudos.

    A justiça é cega mas fareja

  2. O velho ditado já dizia “cobra não come cobra
    Quanto estaria ganhando este juiz pra fazer essa papagaiada?
    O que falta é vergonha na cara destes Juizes e Promotores.”

  3. Mais um PAPELEIRO nas ruas!!!
    Pelo DESGOVERNO em Guaratuba, Pai e Filho deveriam estar em CANA!!!
    CADEIA neles.

Comente