Uncategorized

Na segunda-feira, primeira reunião da Frente pelo piso dos professores

Na segunda-feira acontece a primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Piso dos Professores na Assembléia Legislativa, defendida pelo deputado petista Péricles de Mello (foto).

A Assembléia recebeu esta semana projeto de Requião estabelecendo o salário mínimo dos professores estaduais em R$ 1.392. Mas a iniciativa do executivo não convenceu a categoria porque, segundo a direção da APP-Sindicato, a maioria dos profissionais que cumprem 40 horas semanais já recebem o valor proposto pelo projeto estadual.

A presidente da APP, Marlei Fernandes, diz que apesar de o Paraná já possuir um piso maior, a lei nacional cria uma regra para estados e municípios, com previsão de reajuste para todos os professores, inclusive os aposentados. Já a proposta do governo do Estado não sofre impacto sobre as carreiras. Outra vantagem da lei federal, apontada por ela, trata da hora-atividade, que reserva 1/3 do tempo para atividades extraclasse, uma reivindicação antiga dos educadores.

1 Comentário

  1. Lá vem o Inquilino do Canguiri (24 mil pilas/mes de salário) blefar os professores, depois do fiasco da assinatura da Adin contra o piso federal. Um administrador público que se preze e tenha um mínimo de decência não faz uma proposta indecorosa deste tipo, desqualificada com propriedade pela presidente da APP-Sindicato. Até quando vamos tolerar ?

Comente