Uncategorized

Curitiba bate recordes de violência

Assunto para tratar na reunião do Programa Mãos Limpas, hoje, pela manhã, é o que não faltou. Houve fila no IML ontem. No final de semana foram 26 assassinatos em Curitiba e vizinhança. Outros 15 morreram no trânsito. O camburão do IML chegou a empilhar corpos para dar conta do expediente.

Houve casos de pessoas aguardando por mais de 18 horas o resultado de necropsia no IML. Médicos legistas tiveram de dobrar o turno para atender a todos. Há falta de funcionários, de legistas, de tudo. Mas a reunião do Mãos Limpas não deve ter atentado para o assunto, entretido, talvez, nos relatos de viagens ao exterior.

17 Comentários

  1. aqui no bairro ATUBA, em especial a região da vila esperança a POLICIA só aparece quando morre alguem… cade as viaturas do projeto povo, ficam na frente de lojas fazendo segurança de empresarios, enquanto a população, fica nas paginas dos noticarios policias,Socorroooooooo….

  2. Como fica a lei do desarmamento, que iria diminuir a criminalidade. O SR. Ratinho Jr, garantiu em debate com o deputado Bradock que o desarmamento iria fazer cair a zero o indice de criminalidade em curitiba, e agora como fica, o cidadão de bem não tem o direito de pelo menos se defender, e a bandidagem está ai pra quem quizer ver. O secretario de insegurança pública continua com seu discurso comprado, dizendo que está tudo bem, tudo certo, tudo sob controle….tremendo babaca..Tá na hora do POVO se manifestar e pedir um pleibiscito sob o temo PENA DE MORTE JÁ E PRISÃO PERPÉTUA COM TRABALHO FORÇADO. Bandido bom é bandido morto.E pasmem meus amigos, as autoridades já estão preparando ALVARÁS DE SOLTURA PARA INDULTO DE NATAL PARA PRESOS DE BOM COMPORTAMENTO, ora meus amigos deste blog, se o preso tivesse bom comportamento, não estaria preso. Chega e pensem nisso. Um abraço a todos e até mais.

  3. Curitiba acredito que é a cidade mais violenta do Brasil, hoje a gente vê crianças com 14 anos matando pais de familia, estrupando mulheres, roubando pessoas trabalhadoras e o nosso governador só sabe dizer que vivemos no melhor estado do Universo, que os dados que a imprensa divulga são falsos, alguém tem que tomar uma providência o mais breve possível pois pelo jeitoa situação só tende a piorar.

  4. LEANDRO.
    CARO LEANDRO. A CAMPANHA DO DESARMAMENTO, FOI TORPEDEADA PELO LOBY DOS FABRICANTES DE ARMAS, A PESO DE OURO, POIS INVERTERAM A TENDÊNCIA DO PLEBISCITO QUE FOI REALIZADO, E QUE A PRINCÍPIO DAVA COMO DEFINIDA A VITÓRIA PELO DESARMANETO DO CIDADÃO. PERDEMOS.

    INFELIZMENTE A DECISÃO DA MAIORIA DOS ELEITORES FOI NO SENTIDO DE MANTER O POVO ARMADO, E AÍ ESTÁ O RESULTADO. VIOLÊNCIA ,VIOLÊNCIA.

    NÓS DO PARTIDO SOCIAL CRISTÃO – PSC, JUNTAMENTE COM DEP. RATINHO JUNIOR, FIZEMOS A NOSSA PARTE. AGORA NOS RESTA LAMENTAR A DERROTA. A VIOLÊNCIA GANHOU!

    AS. LINEU TOMASS – SECRETÁRIO GERAL DO PSC.

  5. A única providência possível é o voto. Espero que com tudo o que está acontecendo o povo do Paraná se dê conta do erro que cometeu elegendo esse Rei. Na próxima vez, espero que votemos todos com mais responsabilidade e maturidade.

  6. concordo com o Leandro, bandido bom é bandido morto pena de morte para bandidos julgados e culpados

  7. Não é MENDINGO, NÃO É ESTRUPANDO. E nem é Curitiba a cidade mais violenta do Brasil.
    Mas as responsabilidades de sua alteza do Canguiri realmente desperdiça tempo e paciência do povo falando de seus passeios.
    Enquanto isso, não só a violência, mas os índices de analfabetismo crescem assustadoramente aqui no Primeiro Planalto.

  8. Minha cara adriana, em primeiro lugar, é muito feio chamar de babaca uma pessoa que PELO MENOS você conheça, segundo eu não quero entender nada sobre direitos humanos, pois eles não são humanos e sim leis que só protegem vagabundos e terceiro eu não tenho o minimo interesse em conhecer código penal, pois se chegar na porta da minha casa e falar a senha errada, é CHUMBO NA CARA OK?????

  9. adriana, o dia em que vc for roubada ou assaltada, para não falar coisa pior, vc vai me dar razão.BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO E PONTO FINAL!!!!!!!

  10. ILMO.SR.FÁBIO CAMPANA, só de brincadeirinha, faça uma votação em seu blog, para ver o que as pessoas acham da pena de morte e da prisão perpétua com trabalho forçado……só de brincadeirinha viu!!!!!

  11. No final de semana, foi assassinada Karla D’Arcanchy, filha de Lula D”Arcanchy, funcionária aposentada da Prefeitura de Curitiba.
    Em plena avenida Visconde de Guarapuava, onde se imagina que a violência é menor por conta da ocupação maciça de boa parte do PIB curitibano.
    O que muda?
    A Vila Esperança ou a Visconde de Guarapuava?
    Não muda nada quando a cidade está abandonada, na total insegurança.
    O único local policiado, dia a noite, é uma residencia, localizada na rua Colombo, no Ahú, entre a São Sebastião e a Francisco de Paula.
    Ironicamente, local de moradia dos sogros de um tal Dellazari.
    Aos parentes – tudo!
    Aos curitibanos – o salve-se quem puder!

  12. Prudente. Prudente tem que ser nossas palavras quando o caso é violencia, pois todos temos culpa. Sim todos temos. A sociedade tem Culpa, Não Cobra das autoridades suas obridações que vão do governo federal, estadual ao municipal. Os governos de não apresentarem nemhum programa para tal situação.Pena de morte não acredito que seja solução.Pois ja fui varias vezes assaltado.O voto énossa arma. participar é nosso dever cobrar nossa razao.

  13. MAIS ESCOLAS E EMPREGOS E MENOS POLÍCIA

    Não adianta aumentar os efetivos policias, armar mais a polícia, colocar mais viaturas a disposição, etc. enquanto não tratarmos de combater as origens desta violência, que é social.

    O que mais nos assusta nestas ocorrências policiais é o assassinato constante de jovens. E não se trata de uma questão local, já que é uma tragédia nacional.

    A maioria dos jovens que morrem nesta guerra não declarada ou vão presos são profissionalmente desqualificados em um mundo aonde quem não tem qualificação profissional e constantemente vá se requalificando está fora do mercado de trabalho.

    Os dados da Senasp revelam índices assustadores da criminalidade no país.
    O quadro mostra que a violência se espalhou por todos os Estados.

    Os crimes cometidos por estes marginais, em sua maioria jovens, são homicídios, seqüestros, roubos de veículos, estupros e demais formas de violência.

    Curitiba é uma das capitais que lideram lidera a lista de obituários no trânsito como no furto de veículos e como nos outros tipos de crimes os marginais são em sua maioria também os jovens.

    A Região Metropolitana de Curitiba está entre as dez mais violentas do Brasil.

    Uma grande parte dos jovens acima de 14 anos, marginalizados, estão fora da rede de ensino.

    O índice médio de homicídios no Brasil é atualmente de 29,6 por 100 mil habitantes e na grande Curitiba é de 38,1 a cada 100 mil habitantes. Se observarmos apenas os jovens com idades entre 15 e 29 anos, o índice salta para 76,2.

    Mesmo os jovens que estão estudando na rede pública quando terminam o segundo grau não estão preparados para o mercado de trabalho, pois não estão se qualificado para exercerem nenhuma profissão.

    Outro problema sério é a desagregação dos núcleos familiares, que acabam sendo “substituídos” pelos grupos marginais enquanto forma de agregação social.

    Segundo a pesquisa realizada pelo professor Pedro Bôde de Moraes (GEV) se mostrou o fato de que nas populações de menor renda a desesperança em relação ao futuro faz com que os jovens busquem se associar a outros jovens que tenham algum tipo de liderança que lhes facilite a própria ascensão social, pouco importando como.

    Nestas gangs o consumo e o tráfico de droga servem como meio de sobrevivência e neste quadro caótico a violência surge como um mecanismo de auto-afirmação.

    Do ponto de vista da formação no ensino básico, o que não substitui o papel da família e das ações afirmativas da sociedade, a PMC tem cumprido bem o seu papel.

    A PMC enquanto estrutura de educação e inclusão, embora também execute ações afirmativas para os jovens que adentram a fase adulta e até no meio dos idosos, por ser apenas a responsável pelo primeiro ciclo de educação não é a responsável direta pela formação dos jovens que estão na faixa dos 15 aos 25 anos, pois está tarefa compete aos Governos Federal e Estadual.

    O Brasil, que abandonou os seus jovens e com eles o nosso futuro, está doente!

  14. “Bandido bom é bandido morto”, que comentário mais IRRACIONAL !! Eu já fui assaltado a mão armada; era amigo do Osires Del Corso que foi assassinado no morro do boi em Caiobá; Frequento a mesma Igreja que o Michael Onofre que teve sua filha de 9 anos encontrada morta dentro de uma mala, e há algumas semanas meu melhor amigo teve que faltar o trabalho para ir reconhecer o corpo da irmã de 16 anos no IML, que foi encontrada no meio do mato em Araucaria com 7 tiros e sinais de abuso sexual.
    Realmente isso me deixa muito chocado. Mas fica a pergunta: RESPONDER À VIOLÊNCIA COM MAIS VIOLÊNCIA???? NO QUE ISSO IRÁ RESULTAR???.
    A pena de morte não serve para reprimir a violencia, não pense que um assassino irá pensar se vai ou não matar simplesmente porque no caso de ele ser preso poderá ser condenado à pena de morte, isso é o de menos pra ele.
    Para aqueles que ainda não leram “dos delitos e das penas” de Baccaria, fica a sugestão, para os ignorantes que não se colocam na realidade ou mentalidade dos criminosos fica o desafio!

    Se os presos fossem levados para limpar os rios imundos de curitiba (um trabalho que ninguem gostaria de fazer, que seria uma “tortura duradoura” e não um “alivio” como a pena de morte) não seria mais eficaz para intimidar aqueles que pensam em cometer um ato delituoso???

Comente