Uncategorized

Fernanda Richa ganha prêmio de Lula

A Fundação de Ação Social (FAS) foi um dos vencedores do 2º Prêmio Práticas Inovadoras da Gestão do programa Bolsa Família, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

O prêmio, que teve seis vencedores entre 692 programas em todo o Brasil, foi entregue ontem, em Brasília, pelo presidente Lula e pelo ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias.

A FAS ganhou na categoria Acompanhamento Familiar, com a prática Processo de Implantação dos CRAS em Curitiba e Protocolo das Ações do PAIF (Programa de Atenção Integral à Família). Os CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) foram implantados em Curitiba por Fernanda Richa, que foi presidente da FAS de janeiro de 2005 a junho de 2008.

O Ministério também entregou nesta terça o Prêmio Josué de Castro de Boas Práticas em Gestão de Projetos em Segurança Alimentar e Nutricional. A Prefeitura de Curitiba ficou entre os 20 finalistas deste prêmio, com o programa Agricultura Urbana, da Secretaria Municipal do Abastecimento.

“O alto nível de eficiência alcançado no atendimento social em Curitiba se deve especialmente à gestão moderna desta Fundação que, desde 2005, esteve preocupada em proporcionar autonomia às equipes para o desenvolvimento de ações responsáveis e capazes de alcançar os melhores resultados”, disse a diretora de Proteção Social Básica da FAS, Maria de Lourdes San Roman, que recebeu o prêmio do ministro Patrus Ananias.

O prêmio tem a finalidade de identificar, reunir e divulgar as boas práticas na gestão do programa Bolsa Família, desenvolvidos pelos estados e municípios, e apoiar a constituição de uma rede de gestores que atuam na implementação e no acompanhamento do Programa. O prêmio é uma viagem de um técnico da FAS ao Chile para um intercâmbio técnico com a área de ação social daquele país.

Os trabalhos finalistas no prêmio resumem a prática de acompanhamento às 30 mil famílias atendidas pelo programa Bolsa Família em Curitiba, através do Protocolo dos CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), um documento elaborado pelos técnicos da FAS que unifica conceitos e traz uma gama de procedimentos e possibilidades que podem ser utilizados na construção de um plano de ação individual com a família.

O Protocolo dos CRAS foi tão bem recebido que uma comissão do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome esteve em Curitiba no último dia 13 para conhecer mais sobre o documento e sobre política pública da cidade para Assistência Social, e como são feitos os atendimentos e acompanhamentos de famílias em situação de vulnerabilidade social nos CRAS.

“Percebemos que na FAS há um modelo de gestão diferenciada, integrada e coesa, que funciona em sinergia para o atendimento da família. Esta Fundação é para nós um observatório, servindo também de inspiração e modelo a ser replicado em outros lugares”, disse a coordenadora geral de Condicionalidade do Programa Bolsa Família, Cláudia Baddini. “O procedimento voltado à assistência social em Curitiba está à frente e, por isso, a cidade era uma forte candidata ao prêmio.”

A meta da Secretaria Nacional de Rendas e Cidadania, do MDS, é utilizar a experiência de Curitiba para elaborar um documento de atendimento às famílias beneficiárias do Bolsa Família, em todo o Brasil.

Protocolo do CRAS

O Protocolo do CRAS foi construído a partir de encontros, reuniões e fóruns ampliados junto aos atores da proteção social básica e durou cerca de um ano e meio. O documento, que tem por finalidade lidar com uma realidade tão dinâmica como as das famílias atendidas nos CRAS definiu a organização dos trabalhos, em cinco eixos de atuação.

O documento descreve os principais procedimentos para a elaboração do plano de ação da família, desde a chegada ao CRAS, passando pelo cadastro, reunião de acolhida, escuta qualificada, visitas domiciliares, diagnósticos e encaminhamentos variados, bem como outras políticas e ações ofertadas.

Atualmente Curitiba possui 27 CRAS em funcionamento e mais 15 Unidades de Atendimento descentralizados, vinculadas aos CRAS. Por meio destas bases físicas, a população que mais necessita dos serviços de assistência social pode acessá-los, gerando maior impacto no que se refere à promoção social.

18 Comentários

  1. viu…… encheram tando o saco por causa dessa picuinha de nepotismo. Agora como ela vai voltar para a FAS?

    Tem coisas dessa gestão que temos que falar bem.. Mas tem cada figurinha também que é dose.

  2. Fernanda, quando o mandato de Beto terminar, você será nossa prefeita. Mas avise seu marido para não sair da prefeitura enquanto não terminar o mandato, nem que lhe ofereçam o Palácio Iguaçu embrulhado para presente.

  3. so falta chamar a maria da paz para bater palma fui fui esqueci o parolin tamdem 2olhos agora fui fui

  4. lula lá e eu aqui Responder

    tá bom que foi a fernanda……duvido que ela tenha lido uma só linha deste trabalho….
    viva os tecnicos da fas.

  5. Enquando meia duzia falam mal da Fernanda, ela ganha elogios e apoios das instituicoes, orgaos do povo!!
    Ate Preimo do Lula ela ganha!
    E perguntar nao ofende: A Maristela Requiao tem apoio de quem? Qual premio ganhou?

  6. Vigilante do Portão Responder

    Deixem Da. Maristela fora disso, ela já carrega uma cruz pesada demais: o marido.

  7. Luis Carlos (break) Responder

    assim que se faz Primeira Dama de Curitiba Fernanda Richa. Agora o povo de Curitiba só esta aguardando seu retorno para a FAS. Volta logo

  8. “Enquanto meia duzia (sic) falam (sic) mal”. Pena que o Mobral não existe mais, né BOCUDO? Não respeita nem a língua portuguesa e se acha no direito de cagar regra na cabeça dos outros. Tá ganhando pra defender a primeira dama ou é um jumento mesmo? ANALFA!

  9. o seu lula lá e eu aqui..vc já viu ela trabalhando por acaso?
    ela é inteligentissima e ela sim, lê tudo que que assine, ela faz os projetos, ela diz e nao e comandou a FAS como ninguem!!! nao é a toa que esta sendo reconhecida!!
    já conversou com ela para ver o conhecimento que ela tem? afinal sao 20 anos de política atuante querido e nao uma marionete, muito menos acompanhante que nem uitas primeira damas!!

  10. Antonio Carlos Silva Responder

    a fernanda trata o bolsa família como esmola do lula e ainda ganha prêmio? Que é isso!

  11. Gilson, vire essa boca pra lá. Depois de 6 décadas de vida sem dever favor para político, não é agora que vou dever obrigação a qualquer um deles.
    Deixo a boquinha para você se locupletar, eu já estou velho demais para sujar meu nome com mordomias.

  12. carabina

    Quem nao tem o q falar, parte pro ataque pessoal! Fazer o q neh!
    E a pergunta continua: Quem defende a Maristela Requiao? Qual premio ela ja ganhou?

    requiao o Rei dos Escandalos!!!!!!!!

  13. Enquanto com o maior prazer em cumprir a sua função a Fernanda pisa o barro nas periferias, a Maristela, que não é aficionada em contato com os pobres – tanto que transferiu a função para a também nepote Lúcia- passou todos estes anos que está no poder viajando ao exterior, tanto visitando museu e pinacotecas como participando de coquetéis em vernissages.

    Ao contrário da Maristela, que vive encantada com o brilho do poder, a que poderia ser uma madame caso quisesse não o é, pois não se encanta com estes delírios da classe média em ascensão.

    Outras que deliram são as petistas Olívia, Gleisi, etc., hoje encantadas com os carros com motoristas, botox e superflúos das marcas Gucci, Armani e Dolce& Gabban, Louis Vuitton, Prada, etc..

    NA REPUBLIQUETA DE SÃO BERNARDO SOMENTE OS “DIRIGENTES” DA CLASSE OPERÁRIA VÃO AO PARAÍSO!

  14. carabina

    Continua os ataques! E as respostas NADA!
    Sera q vc eh tao covarde assim? Ou realmente nao tem resposta?

  15. …podem malhar e falar mal da Fernanda Richa, quem conhece seu trabalho na FAS sabe que as picuinhas da oposição só servem para deixá-la mais forte, entusiasmada e otimista, pois competência não lhe falat e quem não recebe critica é porque nada faz !!!
    Um abraço com carinho a essa menina maravilhosa …. mais e mais flores é o que vc merece Nanda !
    bjuuuuuu….uhuhuhuhuhu

Comente