Uncategorized

ONG que já atuou no Paraná é suspeita de desvio na Funasa

Deu na Folha Online:

O Ministério Público Federal de Santa Catarina investiga repasse milionário da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) à associação Projeto Rondon, de Santa Catarina.

Segundo a reportagem, a CPI das ONGs diz que a entidade foi a que mais recebeu recursos do órgão de 1999, quando começou a prestar assistência à saúde indígena, até 2007.

A Folha informa que o Ministério Público Federal já encontrou indícios de que a ONG não atua na maioria das aldeias em que deveria e que inexiste controle da Funasa sobre suas atividades. A ONG deveria atuar em nos Estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, e também já atuou no Paraná.

“Há municípios que nunca foram atendidos pela ONG, podendo-se concluir que o número de índios efetivamente assistidos é muito inferior ao 38.658 contabilizados oficialmente”, disse relatório do procurador Celso Três.

Outro lado

À reportagem, a Funasa disse ontem que irá analisar as denúncias do Ministério Público Federal de Santa Catarina e do Paraná, mas ressaltou que os convênios com a ONG Projeto Rondon foram firmados na gestão passada.

A coordenadora da ONG, Cleide Maria Marques Grando, negou as irregularidades e disse que a entidade atende todas as aldeias previstas nos convênios com a Funasa.

Segundo ela, ao contrário do que diz o procurador Celso Três, a ONG tem uma equipe de profissionais qualificados para atender os índios e que não há objeção em se quebrar os sigilos da entidade.

Leia a reportagem completa na edição da Folha desta sexta-feira, que já está nas bancas.

3 Comentários

  1. FABIO.
    SE UM DIA ESTE PAÍS ZERAR A GRANA VIOLENTA QUE ROLA RALO ABAIXO DO “CONDUTO CORUPÇÃO”, NAS “ONGS E OCIPS” E ETC., VAI SOBRAR TANTOS RECURSOS QUE DARIAM PARA COLOCAR O BRASIL NO NÍVEL DE PAÍS DESENVOLVIDO DE 1o.. MUNDO.

    É INCRÍVE! TODO O DIA TEM UMA NOTÍCIA DE ROUBO DESCARADO DO DINHEIRO PÚBLICO, DE MILHÕES AQUI…. MILHÕES ALÍ……….MLHÕES ACOLÁ E, PASSA A SEMANA, NOVO FATO DE CORRUPÇÃO ENTRA NA PAUTA DO ESPETÁCULO DO “CIRCO BRASIL”, E AS DENÚNCIAS DA CORRUPÇÃO DA SEMANA PASSADA, VÃO PARA O ARQUIVO MORTO E NUNGUÉM MAIS FALA ABSOLUTAMENTE NADA A RESPEITO DAQUELA CORRUPÇÃO PRETÉRITA.

    E……….TOCA O BARCO BRASIL.

    LINEU TOMASS.

  2. De novo – só temos notícias nesta República do Paralá de ações de órgãos federais. Até parece que existe um país além das divisas do Estado, enquanto aqui dentro as ditas autoridades de controle público (salvo poucas e esporádicas exceções), observam, em escandaloso compadrio, a anomia reinante, do alto de seus cargos e privilégios.

Comente