Uncategorized

Paraná Banco teve prejuízo de R$ 1 milhão em Itaperuçu

Terminou a operação policial que prendeu 57 pessoas, inclusive o filho do prefeito, Adenilson de Castro França, em Itaperuçu. São mandantes e laranjas de um esquema que conseguia dinheiro através de empréstimos consignados. A fraude consistia em emprestar o dinheiro em nome de falsos funcionários da prefeitura.

O Paraná Banco, do empresário Joel Malucelli, era o principal emprestador, teve prejuízo de R$ 1 milhão e foi quem mobilizou a polícia.

16 Comentários

  1. Vigilante do prtão Responder

    Então tá explicado, o prejú é do Paraná Banco. Para a polícia mobilizar 100 agentes e fazer tantas prisões, só podia ter interesse do Malucelli.
    Coincidentemente é dono da construtora agraciada com uma obra de R$1. bilhão, patrocinada pelo governo do Paraná.
    Dizem os colunistas que o Joel vai ser o suplente de Senador, na chapa do Requião.
    Ele é o homem da mala.

  2. barnabé pobrinho Responder

    pelo que o Paraná Banco cobra de juros dos funcionários consignados, não quebra jamais!!!
    quem empresta fica refem!!

  3. E o prejuízo milionário ao erário público do passivo das ações judiciais do Estado sobre o pedágio – a maior aventura judicial perpetrada por um governo numa causa perdida – não mobiliza ninguém para apuração dos responsáveis ?

  4. Então, que seja o banco também incriminado e seus gestores presos e processados por uma série de crimes que qualquer promotor pode perfeitamente comprovar, a começar por “administração temerária”.

  5. é bom deixar claro que o prefeito Saruva nada tem a ver com essas prisões, a quadrilha agia fora da prefeitura usando o nome do paço municipal, estao envolvidos sim funcionarios do municipio, e o prefeito, antes mesmo da polícia decretar as prisões ja havia tomado as medidas cabíveis, inclusive como denunciante. A denuncia esta na delegacia civíl de Rio Branco do Sul, é só ir lá e checar.

  6. Josias Martins de F Responder

    quero dizer para o caro amigo que diz ter vergonha de morar em Itaperuçu, que ele devia ter vergonha de morar em Itaperuçu a uns 4 anos atrás quando o nosso município estava completamente abandonado pelos nossos governantes que deixaram a nossa cidade em completo abandono. Foram 12 anos que nossa cidade foi esquecida pelos nossos prefeitos, em quanto suas contas bancárias engordavam a custa do dinheiro público. Engraçado naquele tempo nunca teve nenhuma operação do ministério público para investigar o que estava acontecendo de inregularidade nas gestões dos três prefeitos anteriores , porque só agora que o ministério público fica na cola do atual prefeito? Fica aqui a minha pergunta:

  7. 100(cem) policiais para recuperar a grana do suplente (a amal da campanha) do REIquião, cena clara de NEPOTISMO…para quem não sabe, fique sabendo: O sobrinho do REIquião é o genro do Malluceli

  8. Fazem exatamente quatro anos que esses vagabundos liderado por um pilantra eleito pelo povo vem aplicando golpes e só agora esse Banco deu conta que teve prejuíso com esse povo, abra o olho no que é teu Sr. Malucelli se não vai acabar perdendo essa instituição financeira.

  9. J. Malucelli ou Joel Malucelli deveria ter um pouco de senso , oferece dinheiro com retorno certo , não tem um problema de calote, pois ja vem descontado em folha, mas o que esse colarinho branco faz pelo paraná.

    Só pensa em dinheiro e lucrar a qualquer preço.

    Faturamento milionário mensal certo e quer ser moralista.

Comente