Uncategorized

Conselho & Ética de Suas Excelências

De Frederico Vasconcelos na Folha Online

Dos 10 deputados federais que votaram no Conselho de Ética pela não-abertura do processo de cassação de Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), quatro respondem a algum processo na Justiça, foram punidos por Tribunais de Contas ou constam como devedores do INSS, de acordo com informações do projeto Excelências (www.excelencias.org.br), da Transparência Brasil.

Acusado pela Polícia Federal de participar de esquema de desvio de verbas do BNDES, Paulo Pereira da Silva foi beneficiado por seus pares nesta quarta-feira, quando dez parlamentares votaram contra o parecer do relator, deputado Paulo Piau (PMDB-MG), que recomendava a cassação.

Segundo a ONG, os quatro deputados que beneficiaram Paulo Pereira da Silva e que têm ocorrência na Justiça, em Tribunal de Contas ou no INSS são (o endereço abaixo dos nomes leva à página do parlamentar no projeto Excelências, de onde podem ser acessados os processos nos sítios de Internet dos Tribunais ou da Previdência Social):

Abelardo Camarinha (PSB-SP)

www.excelencias.org.br/@casa.php?id=8362

Dagoberto (PDT-MS)

www.excelencias.org.br/@casa.php?id=4462

Rômulo Gouveia (PSDB-PB)

www.excelencias.org.br/@casa.php?id=13522

Marcelo Ortiz (PV-SP)

www.excelencias.org.br/@casa.php?id=100

4 Comentários

  1. Vigilante do Portão, é uma boa pergunta. Contudo, eu ainda acho que eles agiram de livre e espontânea vontade, para livrar o companheiro. O nome disso em linguagem da Máfia siciliana é Omertà…

  2. È, mandaram as raposas cuidarem do galinheiro…
    Ah! e não é o galinheiro da dona Marisa que custou mais de R$50 mil,pois neste tem alarme para ladrão de galinhas…

  3. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    NÓS BRASILEIROS ,SOMENTE TEMOS UMA POSSIBILIDADE DE EXTERMINAR COM ESTES “IMORAIS, CORRUPTOS” EXISTENTES NA VIDA PÚBLICA. É A CAMPANHA ELEITORAL DE 2.010. TODOS DEVEMOS MOSTRAR À POPULAÇÃO QUEM SÃO ELES. VEJAM AQUI O CASO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, OS JORNAIS, PRINCIPALMENTE A GAZETA DO POVO E HORA H, DIVULGARAM OS NOMES DOS DEPUTADOS QUE NOMEAVAM GAFANHOTOS, OU SEJA, APRESENTAVAM UM NOME DE QUALQUER PESSOA E ESSE NOME APARECIA, AINDA APARECE, NO DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA, “SEM” CPF, RG, E “SEM” SIMBOLO DO CARGO, PORTANTO “NÃO” INDENTIFICAVEL! E “ALGUÉM ” RECEBIA OS SEUS SALÁRIOS. FORAM APURADOS MAIS DE 400 GAFANHOTOS. FAÇAM O CÁLCULO DO DINHEIRO “SUMIDO”!

Comente