Uncategorized

Comissão da Assembléia aprova Bolsa Requião

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa do Paraná aprovou a bolsa de R$ 100,00 para jovens “a fim de estimular a inclusão social”, a Bolsa Requião. Para receber a bolsa, os jovens devem frequentar a escola.

Um projeto nos moldes exatos do Bolsa Família de Lula, mas com uma ligeira diferença: a Bolsa-Requião tem prazo para terminar. Segundo o texto votado pelos deputados, os R$ 100,00 mensais podem ser distribuídos aos jovens por no máximo dois anos. É o tempo exato que Requião calcula para refazer sua imagem e se eleger a, pelo menos, uma vaga no Senado. Tarefa para a qual a bolsa será muito útil.

4 Comentários

  1. Waldir de Oliveira Responder

    E depois não sabem o porque do aumento da violência, do consumo de drogas, etc…Com este assistencialismo, dos governos nas tres esferas, é disso para pior. Quando todos os homens viviam do suor de seu rosto (biblíco) o mundo era bem diferente. Procure no interior um trabalhador para: arrancar feijão, roçar pasto e outros serviços, ai verás o resultado………

  2. É justamente este câncer do assistencialismo interesseiro do governante de plantão, à custa do dinheiro público, que ao invés de incentivar o mérito no trabalho e criar oportunidades para o jovem, dá-lhe dinheiro – é compra de votos disfarçada. Mefistófeles não faria melhor para comprar a alma e o voto dos jovens Faustos. Fora com este demagogo e com sua “base de apoio parlamentar” vergonhosa !

  3. Vigilante do prtão Responder

    Mais uma trapaça do Requião.
    Vai ser nos mesmos moldes do Vale Leite. Distribuir leite para as crianças carentes é bom, mas a propaganda sobre o fato é demasiada.
    Certa feita foi notícia em todas as mídias que o projeto do leite de graça fora implantado em Tres Barras do Paraná, Filmaram o palanque, erguido para a ocasião, estavam presentes, além do Governador, diversos Secretários de Estado, Prefeitos da região, alguns Deputados Estaduais, um Deputado Federal, Vereadores, e o “staff” do governo do estado, entre eles a casa militar, P2, casa civil e cerimonial e TV Educativa.
    Fiz umas continhas, só em diárias, combustível, avião do governador, almoços, Jabá para os jornais e outras despesas, daria para distribuir leite para a cidade inteira por uns 20 anos.
    Meu espanto foi saber, pelo jornal, que seriam atendidas somente 300 crianças ou seja, ao custo de apenas R$180,00 por dia.
    Vai acontecer o mesmo com a tal bolsa.

Comente