Uncategorized

Confusão na inauguração da Linha Verde

ciciro-back tumulto linha verde

Uma grande confusão tomou conta da inauguração parcial da Linha Verde agora há pouco. Manifestantes estragaram a festa organizada pelo prefeito Beto Richa e fizeram um apitaço contra a inauguração da obra. Tudo coordenado pelo ex-candidato a prefeito, Bruno Meirinho, e membros dos outros partidos da Frente Esquerda, o PCB e o PSTU.

O clima esquentou ainda mais no momento em que manifestantes entraram em confronto com donos de carros antigos que faziam um desfile no local, dentro da programação oficial. O prefeito Beto Richa saiu do local antes do fim da cerimônia de inauguração.

Segundo Luiz Felipe Bergman, do PSOL, que também participou da manifestação, “nós fizemos um protesto contra o dinheiro público que está sendo usado para a Linha Verde em detrimento da construção de casas populares. Houve confronto. Alguns assessores do Beto Richa tentaram nos agredir fisicamente, na base da força”.

Segundo Bergman, a idéia da manifestação era impedir a carreata, que, segundo ele, “chega a ser um deboche esses esnobes ficarem desfilando em carros antigos com o prefeito enquanto muita gente não tem nem onde morar em Curitiba. Isso mostra a absoluta falta de compromisso com a população mais necessitada da sociedade”. O desfile de carros antigos atrasou em mais de uma hora.

Foto: Ciciro Back / O Estado do Paraná

62 Comentários

  1. Campana!
    Fiquei surpreso com a notícia!
    Beto Turista estava em Curitiba?? Essa é novidade.
    Porém ele não saiu antes do fim da cerimônia por causa da manifestação.
    E sim pq deveria ter alguma Viagem agendada!!!
    Fica Turista!!!!!

  2. Patética a cena do jovem Meirinho ir acompanhado de dois representantes de uma iinvasão costeira da Linha Verde, entregar um panfleto ao Prefeito Beto Richa, que educadamente no meio do público os ouviu e prestou atenção ao pedido, enquanto a claque dos seguidores do PSOL alastravam a baderna e gritos de ordem nas cercanias. A cena mostra as duas vertentes da politica, os que ainda acreditam na forma civilizada e odeira e os que pela força, intolerancia e gritaria e vaia, ainda acham que conseguem solução para seus problemas. O objetivo politico do PSOL foi negativo, porquanto a atitude democrática do Prefeito, ao invéz do desgaste que os manifestantes queriam, mais uma vez capitaliza em favor de Beto Richa que mostra preparo, ponderação e paciencia chinesa para tratar com este tipo de gente. O mesmo não aconteceu com os proprietários dos carros antigos que irritados com os baderneiros, trocaram sopapos e pontapés bem merecidos em quem compareceu com o nitido propósito de estragar a festa.

  3. Bruno Meirinho o Incatracado deve de estar com dor no cotovelo pelas catracadas que vem levando da vida então esta na hora de o PSOL rever seu quadro Político. Meirinho sem Partido e sem Catracas é apenas mais um nariz de suga suga.

  4. mas é um bando de babacas mesmo, esse meirinho et caterva. se fosse inauguraçao de casas populares, faria baderna porque o dinheiro deveria ter ido para creches; se fosse inauguração de creche, baderna porque deveria estar se pensando no transito, ou na segurança, ou no meio-ambiente. Meiorinho, política pública é tudo isso, e a prefeitura tem que dar conta do conjunto de necessidades da cidade, e ainda levando em conta o orçamento previsto. Pelo jeito o sonho desse mocinho é ser o novo doático. arggggh

  5. Desta vez o patrão não mandou o Doático, mas mandou este guri bombinha agitar.
    Vai trabalhar rapaz !

  6. Ridículo o da catraca! Se a população apoiasse as idéias dele teriam votado nele!

    Perdeu vergonhosamente e pega a meia duzia que votou nele e faz baderna na cidade.

    Esse meirinho é um cara-de-pau, safado e sem-vergonha! Vá pra PQP cara, que é o teu lugar!

  7. Até que enfim alguém resolveu protestar publicamente contra esse elefante viário que não liga nada a lugar nenhum. Pbéns aos partidos de esquerda. Pena que o Pt se “endireitou”. Se contrário, a estrela vermelha estaria lá para engrossar a fileira

  8. Vigilante do Portão Responder

    Povinho invejoso esse do Psol, vai ser coadjuvante a vida toda.
    Qual é a luta do partido? Dar melhores condições de vida para as pessoas, certo? Então, quando as pessoas melhoram de vida compram carro etc.
    Na visão obtusa do Meirinho as pessoas devem ser mantidas pobres, para servirem, exatamente, de massa de manobra para esse tipo de manifestação rasteira.
    Então ao melhorar as condições de tráfego e criar linhas de ônibus que vão desafogar o trecho sul do expresso, não é melhorar a vida dos trabalhadores, que assim levarão menos tempo para ir e voltar aotrablho?
    O mote da baderna foi o de que o prefeito preferiu constrruir enquanto faltam casas populares para os trabalhadores.
    Não tenho assistido a mesma eficiência do partido em criticar as obras do governo federal e estadual. A companheira Dilma está patrocinando diversas obras do PAC e não teve manifestação alguma exigindo a mesma coisa.
    O Requião também está fazendo obras, poucas é verdade, e tnão foi perturbado.
    O meirinho sabe que se fizer uma baderna dessas em inaguração de obra do Requião, a PM vai baixar o cacete.

  9. Marcos Strasson Responder

    Poutz que verdade na cara do Beto Turista: é uma afronta mesmos estes esnobes milionáris donos de veículos antigos. Pior é o prefeito aceitar e apoiar isto enquanto milhares não tem onde morar, crianças não tem creches, postos sem remédios…

  10. Meirinho e Bergman: dois ridículos, aliás o Bergman não deveria astar trabalhando, ao que se sabe, o indigitado é funcionário público (a menos que esteja dispensado para a consulta com a fonoaudióloga). Dar palco para estes bebedores de chopp metidos a justiceiros é isso que dá…

  11. Esse Meirinho deve ser funcionário do PT!

    Se encontro esse babaca na rua, dou uma bolsada nesse oclinhos ridículo e enfio o salto do meu sapato no olho dele. Quem sabe ele comece a ver o que ele não está conseguindo… O POVO NÂO GOSTA DE VOCÊ E NEM DAS TUAS IDÉIAS!!!

  12. dilmarSexta-feira, 19 de Dezembro de 2008 – 12:17 hs
    que beleza! pelo menos algum fato interessante nessa cidade desinteressante

    Dilmar…..cidade desinteressante??? faz o seguinte…vá morar em outra cidade, é fácil…não tá bom pra vc? vai embora….resolve seu problema.

  13. Pior mesmo é que a imprensa dá mais importância a esta baderna promovida pelo clone paraguaio do doácido do que para a obra em si.
    Se a preocupação é mesmo com as moradias populares, está na hora dos partidos ditos de esquerda (quá, quá) promoverem um badernaço em frente a globo/rpc/cap-mcp contra a copa do mundo em Curitiba, pois o dinheiro do PAC do lula/dilma que será investido para abrigar dois joguinhos de times pouco expressivos e enriquecer ainda mais os meios de comunicação e empreiteiros de sempre poderia resolver este problema.
    Ei reiquejão, pede prá sair. Vá pro Paraguai e leva o pula catraca junto.

  14. Não sei não, mas creio que Requião esta dando ferias pro Doático recuperar sua imagem, que anda mais suja que pau-de-galinheiro, e contratando$$$$$$$$ novos bardeneiros.

  15. Olha, ja dizia o grande Nelson Rodrigues: ” Toda unanimidade é burra “. Alguem tem que fazer o contraditório, claro que com consequencia, e me parece que o ato foi coerente , afinal a imprensa tem notociado a falta de creche , escolas municipais etc etc …e não adianta culpar os governos municipais passados , porque ao que parece são todos do mesmo grupo politico e alinhados ideológicamente.

  16. esses comunistas sao patéticos mesmo.
    Bando de arruaceiro… é so essa forma atrasada de se fazer politica que eles conhecem.
    infelizmente pessoas grandes, como Beto Richa, com um futuro excepcional pela frente, tem que ficar lidando com essa gnt pequena. E ainda chamam isso de oposição….

  17. Tadinho do prefeito né? Engana com essa obra ridícula há dois anos e ainda ficam reclamando. Querem o quê? Beto Richa e seus puxa-sacos, façam o seguinte: peguem um avião pra Las Vegas e vão descansar. VAGABUNDOS!

  18. Tem que dar mais catracadas na cabeça deste Meirinho, o pilântra não se emenda, vivem em um mundo atrasado, não perceberam que o murro de Berlin já caiu e que estamos na era da Globalização, mas na visão míope deles tudo está errado, e tudo é motivo para tumulto e agitação!
    “Vai trabalhar vagabundo!” Já dizia a canção de Chico Buarque……

  19. PSOL, PCB e PSTU são o s únicos partidos de oposição a essa adiministração, pois falar que o PMDB é oposição é chamar o povo de Curitiba de BURRO.

  20. Ernesto de Oliveira Responder

    Esse Meirinho é patético, gostaria de saber quem está financiando essa turma de baderneiros.

  21. Motorista de plantao Responder

    esse povo do pt que va trabalhar.meia duzia de desocupados. DEIXA O BETO TRABALHAR

  22. Quem nasce pobre tem duas escolhas: ou defende a persistência da pobreza ou trabalha. Esses vagabundos do PSOL et caterva persistem na pobreza. E que lá fiquem.

  23. Por isso que o Brasil não vai ara frente, devido a esses seindicatos, organizações oposicionistas que só fazem bagunça e protestos sem trazerem soluções. A falta de cultura e criatividade faz do Brasil um país de oportunistas, como esse pessoal de sindicatos e organizações partidárias oposicionistas sem fundamento. Garanto que se forem eleitos, não vão dividir com o povo, o salário que vão ganhar. Parabéns Beto Richa.

  24. “Roberto”, puxa-saco emérito, pague a passagem que eu vou. Tudo para não morar em uma cidade com 77% de paquidermes como você. PUXA-SACO!

  25. deus do céu o q falar desse comunistazinhos do pstu e psol?? merecem a lata de lixo da história, será q eles não suportam em ver o real desenvolvimento da cidade, pra reinvidicar casas pros pobre? vão falar pro grekinha

  26. Parabens aos partidos de esquerda pela coragem de mostrar a cara na neste momento. E aí sr. Beto cadê as ciclovias que estariam nesta obra? Ou ela é so pra carros e onibus, pois esta faixa de pedestre que esta aí não é e nunca será uma ciclovia, que poderia alem ajudar financeiramente o trabalhador, ajudaria a saúde e o meio ambiente.Pois realmente esta linha verde está otima para passear com carros em dias de festas e finais de semana, pois nos horarios de pico é uma merda.

  27. Mas o que fazia os estudantes da PUC vestidos com camisetas do PSOL pedindo moradias…

    Será que é lá pro Jardim Social?

  28. Os comunistas estão por ai. A dor de cotovelo não quer calar….Se querem casa, que vão trabalhar, pois a vida não é feita de doações eternas pra vagabundos. Quem trabalha chega lá, quem não trabalha se encosta em Requiões, Doáticos, PT e também em PSOL.

  29. Esse é o texto entregue no ato.

    Linha Verde: não temos nada a comemorar!

    Hoje será inaugurada a primeira etapa da Linha Verde. Mas, diferente do que diz a Prefeitura e a TV, a Linha Verde aumentará ainda mais a exclusão social que já existe em Curitiba. A Linha Verde vai aprofundar a separação da “Cidade-Modelo”, onde moram os ricos e o Posto de Saúde não tem fila, e da “Cidade-Perdida”, onde moram os trabalhadores e faltam vagas nas creches e Postos de Saúde.

    Para construir a Linha Verde, a Prefeitura pegou mais de R$200 milhões emprestados de um banco internacional. Além disso, as empresas que se instalarem lá não vão precisar pagar imposto. Ou seja, na Linha Verde o gasto é da Prefeitura, com o dinheiro de todos, e o benefício é só de alguns. Quando a prefeitura faz alguma obra no bairro, ela cobra de todos os moradores uma taxa chamada “contribuição de melhoria”. Na Linha Verde, ninguém vai pagar isso.

    A Linha Verde significa concentrar ainda mais a riqueza em Curitiba. Ao invés de diminuir as diferenças entre ricos e pobres na cidade, ela vai aumentar mais essa diferença. Assim, a violência e demais problemas sociais só vão aumentar.

    Curitiba só pode ser modelo se for de exclusão social. Na nossa cidade, existem 40 mil famílias precisando de moradia enquanto existem 60 mil imóveis vazios. Sem ocupar esses imóveis vazios e/ou aumentar o IPTU deles, fica impossível resolver o problema da falta de moradia.

    Mas não é só a prefeitura de Beto Richa que dá dinheiro aos empresários. No Brasil, nos últimos anos, todos os governos tem dado dinheiro público para as empresas ao invés de investirem nos serviços públicos. É por isso que faltam médicos no HC, faltam vagas na universidade pública, há filas no INSS, a fila da Cohab pode chegar a 15 anos e o Posto de Saúde em Curitiba demora muito. Enquanto isso, o governo dá dinheiro para os planos de saúde, privatiza a previdência, não faz diante de imóveis vazios e paga dívida das universidades particulares.

    Nos último meses, com a nova “crise econômica”, o Governo Lula (PT/PMDB), o Governo Serra (PSDB/DEM) e os bancos já gastaram mais de R$240 bilhões para ajudar as empresas. Mesmo assim, as empresas continuam demitindo trabalhadores.

    Não temos nada a comemorar com essa festa de propaganda da Prefeitura. No dia 15 de dezembro, o prefeito já avisou que vai aumentar o IPTU em 6,5%. Prestem atenção: esse aumento afeta principalmente os mais pobres, enquanto deveria ser o contrário! Os ricos é que precisam pagar mais impostos, mas para estes a prefeitura já garantiu maravilhosos benefícios. Na linha verde, no local onde o prefeito pretende instalar grandes corporações multinacionais, o Tecnoparque, já está garantida a isenção total do IPTU, contribuições de melhoria e ITBI. Desse jeito, quem vai pagar a conta são os trabalhadores! E, para nós, os trabalhadores não podem pagar a conta mais uma vez.

    É por isso que nos manifestamos e queremos:

    – Fim dos repasses de dinheiro público às empresas;

    – Fim das isenções fiscais para empresas;

    – Mais dinheiro público para a saúde e educação pública;

    – Acesso e mobilidade para pedestres e ciclistas na Linha Verde, por passarelas ou semáforos;

    – Moradia já para os companheiros da Ocupação Celso Eidt (Fazendinha)

    – Implementação do IPTU progressivo;

    – Uso dos imóveis vazios para solucionar a fila da Cohab.

    PSOL – Assembleia Popular – PCB – CEFURIA – PSTU

  30. O governo Beto Richa tem uma grande sintonia: Beto Richa extrema direita. Luciano Ducci metido a comunista. Todos por um único objetivo passar a mão nos contratos da Prefeitura de Curitiba.

  31. Alguém conhece algum ponto turístico do lado de lado da BR 116? Basta dar uma olhada no mapa turístico(Distribuído pela Prefeitura) da cidade, para se ter um idéia da exclusão geográfica que se pratica. A linha de ônibus do Turismo em Curitiba chega no máximo até o Teatro Paiol, depois volta para a região em que tem se concentrado os maiores investimentos das sucessivas prefeituras. A Linha Verde traça essa divisão, para comprovar é só dar uma olhada no mapa da cidade.
    Nós, aqui do outro lado da linha verde, também queremos boas escolas, parques, praças públicas preservadas, etc. E isso não é “coisa de comunista”, mas reivindicações de cidadãos que também pagam impostos e contribuem para o desenvolvivemento da cidade de várias outras formas.

  32. “Motorista”, eu deixo o Beto trabalhar. Quem não deixa ele trabalhar é a própria preguiça do Beto. Aproveite e responda: ele viajou após a “inauguração”?

  33. Não ligue, Marcos, é a “direita curitibana” se manifestado. A “direita curitibana” é tão ridícula, mas tão ridícula, que só sobrevive MAMANDO EM TETAS ESTATAIS. Liberais no discurso, estatistas aproveitadores na prática.

  34. Enfim surge oposição na cidade onde tudo parece ser divino e maravilhoso…È isso mesmo – tem que ter GOVERNO de VERDADE e OPOSIÇÃO de VERDADE…Curitiba se acostumou a ter um modêlo unico de gestão sem nunca ser questionada….Esse pessoal do PSOL estão fazendo sua obrigação…assim funciona a democracia…apesar dos NAGIBS e VIGILANTES da vida acharem que BETO é ONIPRESENTE como o deus sol…

  35. Se todos essa pessoas que esta criticando a manifestação soubesse quanto pagamos de imposto, que é o dinheiro que vai para executar esse tipo de obra que pouca coisa traz para quem pagou, talvez fizesse um comentário diferente é dinheiro de muitos em beneficios de poucos.

  36. Diz a lenda que o prefeito Beto Richa ficou tão chocado com o que viu nas andanças por Curitiba que pegou nojo da cidade. Agora, na inauguração da pista de exibições de carros antigos, Linha Verde, tomou um “tá pensando o que” de quem estava quieto havia anos. Segura as pontas prefeito turista, em 2009 voltam os protestos dos professores do ensino fundamental, dos movimentos sem teto, do Passe Livre, da Bicicletada, das mães sem creche e mais um monte de gente que silenciou este ano. Ainda vai ter que aguentar os insatisfeitos que cobram a revitalização da Fredolim Wolf, PROMETIDA DURANTE A ENTREGA DO CONTORNO NORTE, OBRA CUMPRIDA POR REQUIÃO, os que lembrarem da promesa de REVITALIZAÇÃO DA RODVIÁRIA, da recuperação dos rios e os que quebram as molas dos carros há meses na interminável Marechal Floriano. Chega de palhaçada prefeito, chega de projetar dois anos pra frente a cada mandato. Volta pra Curitiba, filhinho de papai, essa cidade abandonada que não aparece no site da Prefeitura. Prefeito pra fazer asfalto e binário não serve, prefeito que cobre o déficit gerado pela própria propaganda não serve. O povo foi enganado, mas querserviço, quer obras que resolvam suas vidas, quer inovação e vontadepolítica. O povo quer um prefeito de verdade, não um marionete do Euclides Scalco.

    ACORDA CURITIBA, LEVANTA PRA CUSPIR!!!

  37. Manisfestação encomendada,resta saber quanto e quem pagou por esse ato.

    Att

    André Sobania

  38. Olha só as caras dos esquerdopatas invejosos. ….kkk…Não fazem e por isso não admitem que outros façam….Mas aquí em Curitiba essa bandalheira não cola eles devem bater panela nos guetos da “tchurma” do bolsa- voto.

  39. Tem riquinho aí nessa imagem… Riquinho que protesta??? Pq ele naum leva os pobres coitados pra morar na casa dele já que é um defensor da causa???
    Patético!!!
    Viva Beto Richa!!! Viva a linha verde!!!

  40. Mentalidade de curitibano idiota: criticou ou cobrou a boa aplicação dos recursos, é “invejoso”. Acham que agora temos que dar carta branca para um administrador (seja ele qual for) fazer o que quiser, comprar vereadores vagabundos, trocar áreas a preço de banana com os amiguinhos dele, etc. Aqui não. Ninguém mandou o Beto se candidatar de novo, agora que aguente o tranco. Se o Beto não gostou, que entregue o cargo e vá brincar de piloto.

  41. Pegue sua turma e vá trabalhar CATRACA seu vagabundo. Pare de querer se promover as custas das obras dos outros. Vá se manifestar contra o aumento de impostos do teu idolo o Reiquião, vá se manifestar contra o preço da gasolina já que o barril do petroleo baixou para $40 dolares, vá se manifestar contra o salario do Doatico, vá se manisfestar contra a violencia que assombra todo o estado do Paraná. Enfim, vá trabalhar vagabundo

  42. O nós do manifesto do catraca deve ser o 1% de habitantes de Curitiba que votaram nele… O sujeito é patético!

    Quanto será que ele está ganhando para isso? E de quem?

  43. Que “interessante” o tal manifesto do PSOL. É uma pena que é pura idiotice. O que é a cidade rica???????Ricos são as pessoas de bem????.Ser rico é se esforçar pra atingir um objetico e não ficar por aí pedindo tudo para a prefeitura . Pode-se dizer “ricos”,os que conseguiram progredir com seu suor???? Porque o PSOL não levou esses desocupados da Fazendinha para uma escola, estudar e ser alguém, e depois trabalhar nas empresas que serão ” beneficiadas” pela linha verde, onde seguramente ganharão salários iguais aos outros ” ricos” da cidade. Mas isso é impossivel, tem que ter iniciativa própria, coisa bem “difícil” pra essa gente, que acha que a prefeitura tem que dar: casa, liberar transporte gratuíto, prestar atendimento VIP pois esses coitadinhos não podem entrar em filas, fornecer créche pra eles “guardarem”as crianças e depois passarem a tarde sentados em uma sombra sem ningúem pra incomodar, claro com a devida bolsa familia do governo federal pra sustentar seus “momentos de lazer”. Quem paga essa conta indevida sempre é o trabalhador que já não aguenta mais pagar impostos pra governos populistas e atrasados como o do SR Requião, 12 anos de pura demagogia, pois não conseguiu resolver absolutamente nada de importante no estado. O que se deseja é que obras públicas sejam de uso de todos independente de sua classe social, e isso a tal linha verde vai fazer sim. Por fim, essas idéias comunistas ruiram à muito tempo, levaram nações a situações terriveis onde muitos estavam num patamar pobre e poucos num outro : rico . Idéias contrárias são necessárias e bem vindas, mas tenham senso do ridículo quando tentarem defende-las…..

  44. Se alguém dos puxa-sacos do prefeito me apontar UMA obra que represente uma inovação para Curitiba e seja REALMENTE fruto da atual administração muncipal eu dou meu 13º para um instituição de caridade apontada pelo Nagib. UMA obra, UM programa ou UMA inovação qualquer. Não é muito e vale um natalzinho mais gordo pra quem precisa. Time is running out.

  45. Marcos Strasson Responder

    é ridículo, o Beto Turista inaugura a primeira etapa. Alguém já pasosu por lá, tá tudo pior que antes.

  46. Vigilante do Portão Responder

    O discurso do Meirinho está quase 40 anos atrasado. É o mesmo do Requião na década de 1970, quando o Lerner, então prefeito de Curitiba, resolveu apostar na Cidade Industrial. O Requião disse que não daria certo e que a tal cidade industrial daria um excelente “campo de golfe”. O mesmo ocorreu quando da vinda das montadoras de automóveis, novamente o atual governador desancou o projeto, dizendo que não daria certo que os “aproveitadores” internacionais iriam embora assim que recebessem o dinheiro.
    A história demonstrou que o Requião estava errado, tanto é verdade que depois de assumir o governo, nada mais falou sobre expulsar as empresas do Paraná (na campanha chegou a dizer essa asneira).
    Quando uma empresa é instalada, gera empregos, renda, salários, consumo e divisas.
    Administrar é olhar o futuro, atrair empresas é uma maneira de reduzir o falta de moradias, pois as pessoas com emprego, poderão ter renda e comprar suas casas. Talvez seja exatamente o que o Meirinho e o pessoal do Psol não quer.
    O recado das urnas não foi suficiente para a turma do Pt e dos mais à esquerda: O povo de Curitiba quer a continuidade do modelo de gestão do Beto Richa. Ponto. O resto é cascata.
    Sugiro ao pessoal do Meirinho que vá para Cuba, cortar cana. Lá é que é bom, segundo os neo Comunistas.

  47. SYLVIO SEBASTIANI Responder

    Quantos vereadores o PSOL e o PCB elegeram em Curitiba. e quantos no Paraná. E quantos Prefeitos elegeram no Paraná.Se não elegeram ninguém é porque está sendo mal orientado, mal conduzido. Em 1968 eu estava na Direção do MDB, contra a ditadura militar e somente tinha um vereador em Curitiba, o MDB elegeu 7 vereadores de uma Câmara Municipal de 21 Vereadores. Não usamos apitos, não fizemos bagunça, não fizemos arruaças.Usamos somente uma coisa: A CABEÇA, O CEREBRO.e o MDB cresceu em todo o Paraná!

  48. Marcos Aurélio Responder

    Em uma cidade em que o que se prioriza são os interesses de grandes grupos financeiros não é de estranhar que a linha verde sirva apenas a interesses dos ricos, se fosse para servir aos pobres ali deveria existir uma linha de trem metropolitano e conjuntos habitacionais populares para acabar com as favelas em Curitiba, como é feito em cidades da Europa, até quando o povo será manipulado pela imprensa nessa Curitiba maldita em que os vadios vampiros de Curitiba ficam maquinando novos jogos de como se manter no poder no castelo municipal.

  49. Gostaria de saber porque que eu sinto nojo de quem defende o Beto ou qualquer coisa sem aparentemente conhecer melhor “o outro lado” da moeda.

    Que fácil deixar a população daqui vislumbrada: uma obra superfaturada para ajudar os amiguinhos ricos, um departamento de marketing bem esperto pra transformar todas as mentiras e bizarrices políticas em milagres e um canal de TV patético que apóia qualquer um que esteja dando uma graninha bacana.

    voilà: uma cidade inteira alienada vomitando “deixa o beto trabalhar”, enquanto na verdade o beto está é te ******* por trás bem legal.

  50. EDUARDO TEIXEIRA Responder

    E GUSTAVO

    O termómetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes.

    um grande abraço Gustavo PSTU, AMIGO DO MEIRINHO

Comente